Ir para conteúdo


Foto

Você concorda com a prisão domiciliar para mães?


  • Por favor, faça o login para responder
58 respostas neste tópico

Enquete: Você concorda com a prisão domiciliar para mães? (13 membros votaram)

concordam

  1. sim (2 votos [15.38%])

    Porcentagem de votos: 15.38%

  2. nao (11 votos [84.62%])

    Porcentagem de votos: 84.62%

Votar Visitantes não podem votar

#1 bleach

bleach
  • Membros do Fórum
  • 1.164 posts

Postado 27/04/2016 - 17:35:30

A interna Aline Moraes Vieira, 23 anos, presa há um mês e 22 dias no Centro de Recuperação Feminino (CRF), recebeu  decisão inédita da Justiça. Por unanimidade dos votos, as Câmaras Criminais Reunidas de Belém permitiram que ela responda ao processo penal em prisão domiciliar, para que possa cuidar do filho de 1 ano e quatro meses

 

A decisão foi baseada na Lei nº 13.257, de 8 de março deste ano (Estatuto da Primeira Infância), que dispõe sobre as políticas públicas voltadas para atenção nos primeiros anos de vida, no desenvolvimento infantil e do ser humano. Essa é a primeira vez que a legislação é usada no Estado para conceder benefício a uma detenta.

 

Com o companheiro preso há nove meses por envolvimento com tráfico de drogas, Aline Vieira, que também foi presa por tráfico de entorpecentes e associação com tráfico, precisou deixar o filho e o sobrinho, que criava, com a única tia residente no município de Castanhal, onde morava. Com seis crianças e trabalhando como diarista para se sustentar a família, a tia de Aline já passava por uma difícil situação financeira.

 

Para manter o benefício, agora a detenta deve cumprir certas obrigações. Entre elas estão o cuidado constante e o provimento do bem-estar da criança, assim como apresentações mensais à Justiça e a comprovação de que o filho está bem e recebe o necessário para se desenvolver.

 

No caso das alterações no Código de Processo Penal, a lei determina que o poder público garanta à mãe gestante ou com filho na primeira infância, em situação de cárcere, que a criança tenha amparo na saúde, garantias assistenciais e educação. 

 

E você concorda com a mudança na Lei? 



#2 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 27/04/2016 - 21:27:04

Não vejo problema algum. A criança pode até não ter garantia de um futuro promissor, mas é melhor, ou menos pior, crescer com a mãe ao seu lado do que com outros parentes. Não que seja um problema crescer longe dos pais biológicos, mas nessa situação eu acredito que seja o mais adequando, ou então passa logo a guarda para outra pessoa. Enfim, fica no achismo, não é um caso simples. Sinceramente, o aborto deveria ser legalizado justamente para evitar essas coisas. Duvido muito que essa mulher tenha condição de criar um filho.

#3 Jigglypuff

Jigglypuff
  • Membros do Fórum
  • 29 posts

Postado 27/04/2016 - 21:46:02

Que tal parar de prender pessoas por consumo e compras voluntárias de substâncias?



#4 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 27/04/2016 - 23:23:27

O governo continua dando benefícios para quem comete delitos. Assistencialismo barato, deveria antes pensar na criança, e não na que deveria hoje ser uma detenta. Deveria ser questionado se essa 'mãe' tem sanidade mental para passar princípios para a criança, e até mesmo questionar se ela não é um perigo para a criança. Mas não é como se o estado tivesse estrutura para dar educação (não lê-se doutrinação) para a criança e prover o necessário,por mais que princípios e costumes quem passa são os pais,mas como nesse caso é diferente, parentes ou uma creche talvez seriam alternativas para a criança.

 Aplausos.



#5 Super Solaris

Super Solaris

    Superdimensional lifeform

  • Membros do Fórum
  • 4.513 posts
  • LocationBoituva-SP

Postado 27/04/2016 - 23:50:30

Mais um benefício que pode ser usado pelos criminosos para burlar a lei. Já pararam para pensar que a convivência com uma pessoa criminosa perante a lei pode ser prejudicial no cuidado e formação de uma criança?



#6 Lobito457

Lobito457
  • Membros do Fórum
  • 271 posts

Postado 28/04/2016 - 00:31:19

Não, pois qualquer pessoa, de qualquer idade, raça, sexo, classe social [...], se cometer algo grave que merece uma pena, que seja cumprida. Por quê? Porque as pessoas têm de pagar pelo que fizeram, e por mais isso possa sim afetar o desenvolvimento do/da/dos/das filho/filha/filhos/filhas, terá que acontecer. Não é pelo motivo de que você é mãe que não pode ser presa, sem falar que tudo acontece porque tem que acontecer, e eu penso assim. Por exemplo, uma mãe que está drogada, vai receber uma prisão domiciliar, o que você acha que vai acontecer com seu filho, filha, filhos (as)? Seguir os passos da mãe. Os filhos normalmente se inspiram nos pais, e essa convivência com uma mãe assim pode causar, no futuro, mais uma série de problemas.

#7 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 28/04/2016 - 01:34:16

Quem comete crimes tem que pagar pelos crimes que cometeu, pelo bem da sociedade. Eu sou a favor de pena de morte para pessoas que matam seus semelhantes, estupram, ou só no simples fato de apontar uma arma na direção de alguém anunciando um assalto. E sou a favor de prisão perpétua para aqueles que roubam sem violência nem ameaças (no caso de uma invasão furtiva a uma residência por exemplo). 

 

Agora vo falar umas coisas fumadas:

 

Não acho que exista de verdade esse negócio chamado Liberdade que todos dizem existir. É Liberdade você ser forçado a nascer? É liberdade você ser forçado a nascer NESTE planeta como um ser chamado Humano? Em um determinado país, numa determinada família, com um determinado sexo? Querendo ou não, nossas opções ficam incrivelmente limitadas desde o momento em que nascemos. Percebem? Uma pessoa que nasce no Brasil tem muito mais chances de ter mais liberdade que uma pessoa que nasce na Coreia do Norte por exemplo. Engraçado que as pessoas que dizem que os seres humanos são livres costumam ser as mesmas que dizem que quando um passaro está engaiolado ele não tem liberdade. Não percebem que se em algum lugar do universo existir algum ser ou espécie que pode viajar por planetas e galáxias, nós humanos estaríamos na mesma condição de pássaros engaiolados. E dado a enormidade do universo (sem falar da possível existência de multi-universos) é bem capaz que exista esse ser ou essa espécie. Afinal você não espera encontrar uma agulha numa praia, mesmo assim encontrou (Terra), mas quando você tem todas as praias e desertos do planeta para procurar por outra agulha, ou quem sabe uma agulha dourada, as chances se multiplicam muito mais, logo, é bem provável que exista sim outra agulha em algum lugar. 

 

 

Por vivermos engaiolados, muitos de nós prejudicam outros tantos. E estes que prejudicam acabam sendo punidos pelas leis que foram criadas para um bom convívio dentro da gaiola. Fora essas leis, existem as crenças de que um Criador irá nos tirar da gaiola algum dia e nos dar o céu todo para voar, mas só daqueles que se comportarem bem quando estiverem presos.

 

 

Como nunca vimos esse Criador em carne e osso, muitos pássaros decidem fazer a festa dentro da gaiola, aproveitar o máximo que puderem, já outros pássaros ameaçam dizendo que se fizerem tudo o que querem, o Criador não irá liberta-los jamais. 

 

Mas eu acho que como não temos certeza da existência desse Criador, do que ele pensa, do que ele quer... Devemos nos limitar um pouco nessa gaiola, procurar seguir o que as crenças sugerem, até porque em muitas dessas crenças dizem que basta seguir o coração, amar ao próximo que já ta tudo muito belo e muito bom, e amar ao próximo não é uma coisa tão difícil assim, não é uma coisa que diminuir tanto assim a nossa liberdade já escassa, então não custa nada. Isto é, quero dizer que se Deus existe e criou tudo, então devemos ter muito apreço por todas as coisas que foram criadas por Ele, inclusive a nossa falta de liberdade, pois pode existir um propósito por trás de tudo que existe, de cada criação Dele, então devemos ter esse cuidado, esse apreço. Se Deus existe, e ele é bom, então a morte não deve ser uma coisa ruim (talvez realmente exista esse negócio de sair da gaiola e voar pelo céu para os pássaros que forem bons). Vamos viver saudáveis nessa gaiola chamada vida, e torcer para que exista mesmo um Criador que nos tire daqui para que possamos voar pelo céu algum dia. 



#8 bleach

bleach
  • Membros do Fórum
  • 1.164 posts

Postado 28/04/2016 - 12:00:48

Acho que essas pessoinhas que fazem leis só pensam em caquinhas pois quem é a pessoa que vai ficar dentro de uma casa 24hrs com apenas um passo de ir pra rua? pqp...



#9 Solister

Solister

    Yeah, I'm a fool for the Girls and the Parties...

  • Membros do Fórum
  • 3.456 posts
  • LocationCalifornia Noir

Postado 28/04/2016 - 14:27:53

Não concordo, se alguém cometeu um crime, seu lugar é na cadeia (Isso serve para você também Sr. Lula). Na minha opinião, o mais adequado, seria deixá-lo em uma creche, ou em uma escola. Talvez, pudesse até ser interessante, no caso de 2 ou 3 vezes ao dia, a mãe fosse liberada para poder ir ver o filho na creche ou escola, para não ocorrer nenhum tipo de problema, poderiam colocar uma tornozeleira eletrônica, ou se não, ser levada com escolta de policiais. Mas, não sou nenhum pedagogo, para saber se isso está certo e se pode causar algum problema mental na criança.

 



#10 El Afro Americano Locó

El Afro Americano Locó

    DOUBLE BUN HOTDOGS

  • Membros do Fórum
  • 1.013 posts
  • LocationUnknown

Postado 28/04/2016 - 17:12:01

Parece que não tem NENHUMA forma de isso dar errado.



#11 Thun the Forgotten

Thun the Forgotten

    The Drunken One

  • Membros do Fórum
  • 1.411 posts
  • LocationNenhum lugar em particular.

Postado 29/04/2016 - 00:49:30

Pega a constituição e taca fogo logo. Que porra.



#12 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 01/05/2016 - 01:29:37

Ricardo, abortar um amontoado de células incapaz de sentir qualquer dor física ou psicológica é diferente de matar pessoas. Não entendo o motivo dos contra abortistas insistirem nesse tipo de comparação. Não importa se o futuro será bom ou ruim, se a mulher chegar a conclusão de que não quer a criança, a vontade dela deve ser respeitada. É melhor que criar um filho fruto de uma gravidez indesejada.

#13 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 01/05/2016 - 04:46:26

Ricardo, abortar um amontoado de células incapaz de sentir qualquer dor física ou psicológica é diferente de matar pessoas. Não entendo o motivo dos contra abortistas insistirem nesse tipo de comparação. Não importa se o futuro será bom ou ruim, se a mulher chegar a conclusão de que não quer a criança, a vontade dela deve ser respeitada. É melhor que criar um filho fruto de uma gravidez indesejada.

 

Então se você se tornar incapaz de sentir qualquer dor física ou psicológica posso te matar? XD Esse é o questionamento que você deve fazer. Mas mesmo que você diga "posso", isso não significa que todo mundo deve morrer. A pessoa deve poder escolher se quer viver ou não. MAS no caso do feto, ela não pode escolher, porque é ainda um feto, mas quando ela crescer, se tornar uma criança, aí ela vai escolher, se ela não quiser viver, certamente vai se matar. É errado respeitar só a vontade da mãe apenas porque o feto ainda está impossibilitado de se expressar.

 

Além do que, não está cientificamente provado qual é o momento que a vida começa. Assim sendo, você tem 50% de chances de estar cometendo um assassinato. 50% porque o "amontoado de células" pode estar vivo, como pode também não estar vivo. Você banca que é 100% de certeza que não está vivo? 

 

Os "contra abortistas" são a favor da vida, faço essa leitura sabe, são a favor da oportunidade de viver. XD Se vai viver com qualidade ou não é outros 500, mesmo que a criança tenha dificuldades no começo não é 100% certeza que ela vai se tornar andarilha, marginal, etc.. Existem muitos casos de volta por cima na sociedade. Entende? 

 

O Ricardo vai te dar uma resposta melhor, eu ja vi que não sou muito bom com debates XD Abraço.



#14 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 01/05/2016 - 08:45:13

Flame Haze, mesmo que eu não sentisse dor física ou psicológica e além de ignorar minha vontade consciente de viver, me matar afetaria a vida da minha família e amigos. As células desse amontoado são todas vivas, elas possuem ciclo vital. Agora, se você se refere ao que é considerado um indivíduo com direitos, de fato não existe muita precisão, mas ninguém vai abortar no 8° mês de gestação. Se o aborto fosse legalizado, só poderia ser feito nas 10 primeiras semanas ds gestão, abortar com mais de meses é um risco para a vida da mulher. Você é a favor da vida de quem? Uma pessoa que engravida sem querer vai ter que sacrificar sonhos e ambições de vida para cuidar de um filho. Não me parece muito justo perder tudo por causa de uma camisinha que estourou.

#15 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 01/05/2016 - 12:32:38

Flame Haze, mesmo que eu não sentisse dor física ou psicológica e além de ignorar minha vontade consciente de viver, me matar afetaria a vida da minha família e amigos. As células desse amontoado são todas vivas, elas possuem ciclo vital. Agora, se você se refere ao que é considerado um indivíduo com direitos, de fato não existe muita precisão, mas ninguém vai abortar no 8° mês de gestação. Se o aborto fosse legalizado, só poderia ser feito nas 10 primeiras semanas ds gestão, abortar com mais de meses é um risco para a vida da mulher. Você é a favor da vida de quem? Uma pessoa que engravida sem querer vai ter que sacrificar sonhos e ambições de vida para cuidar de um filho. Não me parece muito justo perder tudo por causa de uma camisinha que estourou.

 

É nobre da sua parte pensar na sua família, então faça isso. Mas eu, se acontecer comigo, vou querer uma boa pessoa ao meu lado que nunca desista de mim porque eu amo viver, e enquanto eu tiver uma chance de me recuperar eu quero continuar tentando. Mesmo que eu não tenha mais chances, um milagre pode acontecer e eu voltar, então eu não pediria a minha família pra que me "abandonasse". Principalmente se fossem meus filhos, afinal eu teria dado a vida a eles, então nada mais justo e grato da parte deles me cuidarem até que eu morra de verdade, até porque minha herança vai ficar com eles depois que eu morrer. Me pergunto que tipo de filhos eu teria criado se escolhessem me matar mesmo com eu pedindo pra cuidarem de mim numa situação dessas, só pra ficar com a herança XD

 

 

Eu quis dizer q respeito tudo que existe vida. Uma planta por exemplo. E animais eu como, mas não sou eu que mato. E eu me tornar vegetariano não vai fazer o mundo parar de matar animais pra comer. 



#16 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 01/05/2016 - 19:03:58

Ricardo, sem tecido nervoso é impossível sentir dores físicas e sem consciência de vida é impossível ter dores psicólogicas. Os tecinos nervosos se formam no 2° mês de gestação e a consciência vem bem depois do parto. Em nenhum momento eu disse que não era uma vida, pelo contrário. Disse que um feto não é um indivíduo como eu e você. Esses vídeos sensacionalistas não adicionam nada aos seus argumentos. Você fala de falácias, poderia apontar alguma que eu usei? A única falácia aqui é seu apelo a emoção. Não é questão de responsabilidade, se a camisinha estourar, a culpa não é do casal. "Quanto se a a camisinha estourar, existe outros métodos contraceptivos caso esse falhe,tá, caso não tenha sido informado." Existe a pílula do dia seguinte. Mas, ué... Após a concepção não seria aborto? Você está sendo contraditório. Assim como existe trauma pós-aborto, também existe o trauma pós-parto(intenso em casos de gravidez indesejada). Assim como existem riscos no aborto, existem riscos no parto. Todo processo cirúrgico tem seu risco. Off: já fui assim igual a você, já fui um direitista bastante conservador. Eu conheço todos os seus argumentos pois já fui contra o aborto e defendia a causa bem melhor do que você.

#17 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 01/05/2016 - 20:06:02

Marmita, a vida é envolta de mistérios! A unica certeza que temos enquanto estamos vivos é que um dia não estaremos mais! Se a morte é uma coisa ruim ou não para o indivíduo nós não sabemos! Sabemos que é ruim para a família, mas para o indivíduo não. Será que existe vida a após a morte? Será que não existe? Pois bem. Também não sabemos a origem da vida, então nós não sabemos o quanto (ou se) a vida é Sagrada. Por não sabermos com 100% de certeza será que não devemos ser mais cautelosos e respeitar tudo o que surge na medida do possível? Você próprio afirmou saber que existe vida, mas pelo visto sua preocupação é mais com o indivíduo. Uma planta não seria um indivíduo, então é certo pisar em plantas? Desculpe se parecer bobo demais pra você, foi o que entendi do que vc disse. Tipo você me passou a impressão de que se importa mais com indivíduo do que com a vida, sendo que as duas coisas são importantes, e no caso dos seres humanos ainda mais, porque humano é o que somos. Você tem algum problema com emoções? Tipo, qual o problema de uma pessoa pensar que por ser humano, devemos respeitar ainda mais a vida desse ser? Afinal somos todos irmãos da mesma espécie. Os lobos fazem isso, os pássaros, os elefantes, os leões, quase todos os animais costumam se divertir e viver em harmonia com seres da sua própria especie, então não é digno que nós seres humanos também nos preocupemos, nos importemos mais com nossos semelhantes seres humanos? E quando você diz ''Existe a pilula do dia seguinte. Ué, após a concepção não seria aborto? Você está sendo contraditório'' eu acho que ele quis dizer sobre os outros inumeros meios, e não esse em específico, mas você pegou só esse em específico pra falar que ele está sendo contraditório não foi isso não? Mas sobre esse assunto eu vou até além, eu acho que as pessoas deveriam respeitar mais o sagrado matrimonio, parar de vulgarizar os relacionamentos afetivos entre duas pessoas, parar esse negócio de ficar, de experimentar, de troca troca, eu acho que é também por causa dessa libertinagem toda que vão surgir mais desses acidentes de percurso. A camisinha fura, é culpa da camisinha mas também é do homem que escolheu a libertinagem. Também não estou dizendo que sexo deve ser só para reprodução, mas sim, que se cada pessoa voltasse a se reservar só pra uma pessoa em vez de não ser de ninguém, esses problemas de abortar por gravidez indesejada diminuiriam e muito. Você não acha?  E você falar sobre riscos no parto como se fosse normal, e as sequelas psicológicas do aborto? A pessoa que aborta nunca mais é a mesma, de repente nem pode mais engravidar, nem quer mais engravidar, vai lembrar disso pra sempre, tornar-se uma vazia pessoa por dentro, tu não concorda que as consequências pra quem aborta tendem a ser bem piores, e com chances bem maiores de acontecer do que as consequências de dar a luz? Porque por mais que a criança vá dar trabalho pros pais que não querem te-la, muitos pais acabam mudando de idéia assim que nascem, e começam a cuidar da criança pelo menos de uma maneira digna. Só não faz isso a pessoa que for muito sem caráter ou psicopata. Tu não acha?



#18 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 01/05/2016 - 20:38:54

Flame, tente ser mais objetivo. Nós somos indivíduos com direitos, cidadãos. Também existem leis que protegem animais não humanos e plantas, mas eles não têm e nem precisam dos mesmos direitos(me referindo a constituição) que nós. Isso é irrelevante nessa discussão. "eu acho que ele quis dizer sobre os outros inumeros meios, e não esse em específico, mas você pegou só esse em específico pra falar que ele está sendo contraditório não foi isso não? " Não, ele deixou bem claro: "existem outros métodos CASO esse falhe." E caso a camisinha falhe, o único método do meu conhecimento é a pílula do dia seguinte. Não sou contra o uso dela, mas muitos a consideram abortiva, já que possa ter acontecido a fecundação antes do uso. Abortar pode gerar problemas pelo julgamento constante da sociedade. Fazer algo que o senso comum reprova é se preparar para levar pedrada. Dar a luz a uma criança que você não quer pode ser um peso para o resto da vida também. Não adianta, ambos os atos podem trazer consequências negativas. Educação sexual ajudaria sim a diminuir casos de gravidez indesejada, mas infelizmente não são todas as pessoas que tem acesso. Falar sobre sexo é um tabu, é muito difícil ver pais conversando sobre isso com os seus filhos. Não é libertinagem, é falta de informação.

#19 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 02/05/2016 - 19:20:02

Ricardo, qual o problema de matar um ser não senciênte? Se você vê algo moralmente ruim nisso sugiro que pare de tomar antibióticos ou matar insetos pelo caminho. Ninguém é assassino por matar bactérias ou insetos. Antes que diga que a comparação é invalida por se tratar de um "humano", um embrião nas primeiras semanas de gestação é um ser menos complexo que um inseto. Não quero discutir sobre os vídeos, mas o conteúdo do terceiro é duvidoso. Ninguém vai abortar fetos grandes e já formados como no exemplo apresentado pelo médico. A decisão de abortar ou não, teria que ser tomada logo na primeira semana de gestação. É óbvio que o exemplo citado pelo doutor trará complicações. Vídeo tendencioso. Não é o conteúdo um apelo à emoção, mas sim o contexto no qual você quer apresentá-los. " Olha, tem até bracinho e perninha. Como você é malvado. Ohh!". http://pt.aleteia.or...e-ser-abortiva/ A pílula do dia seguinte pode sim eliminar um embrião já nidado. Não é a função principal dela, mas é uma possibilidade. Eu mencionei a educação sexual em resposta ao Flame, leia o que respondi a ele. Se as pessoas fossem mais conscientes o índice de gravidez indesejada iria sim cair, mas e aí? Falar o que poderia ser feito no passado não resolve o problema do presente. A gravidez pode inclusive ocorrer logo na primeira relação, não precisa ser com um casal de jovens universitários e drogados. A gravidez não vai escolher um perfil do indivíduo para acontecer. O estilo de vida influencia, mas pode ocorrer com qualquer um. Se nós estivéssemos à merce da natureza estaríamos mortos! Como humanos podemos intervir no curso da natureza em prol do nosso bem estar. O aborto é só um passo a mais de uma longa caminhada. Eu disse que era um direitista conservador, se houvesse pleonasmo eu não teria usado as duas palavras. Realmente é como se você estivesse lendo um script, ideologias são assim. Quem está repetindo doutrinas é você, a maioria das pessoas é contra o aborto, tanto é que o mesmo ainda é ilegal! Você está apenas seguindo a maioria.

#20 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 02/05/2016 - 22:20:39

Ricardo, de novo... Não sinto pena nenhuma de um ser não senciênte. Você não vai me convencer com esse apelo emocional. Não importa se é "um indivíduo em potêncial", um embrião não é como eu e você. Não há falácia ou contradição alguma em dizer isso. O aborto só pode acontecer no início da gestação. Quem diabos em sã consciência esperaria até o 8° mês para finalmente decidir abortar? Se o aborto for legalizado, ele não será feito arbitrariamente como você provavelmente imagina, existiria um regulamento para ele determinando condições como, por exemplo, o tempo limite de gestação(é assim que fazem em países onde o aborto é legal). Fique tranquilo que a legalização do aborto não desequilibraria sistema algum. Suécia, Dinamarca, Islândia e outros países desenvolvidos têm o aborto legalizado e estão bem melhores que nós. Esse moralismo todo em cima do aborto é só um reflexo de como estamos engatinhando em relação ao resto do mundo. Me perdoe, não está seguindo não, eles não estão indo a lugar algum! Foi um equívoco. Só acho engraçado você heroicamente afirmar que está contrariando as "doutrinas socialistas" impostas pelo "comunismo" sendo que todos ao seu redor estão, teoricamente, fazendo a mesma coisa. Eu uso o viés científico para justificar o motivo de não poder ser considerado como um assassinato. Ao invés de refutar os argumentos, você simplesmente diz que é assassinato mesmo e tenta apelar para a emoção, repetindo os textos várias vezes esperando chegar a algum lugar. A questão da responsabilidade. Por mais cuidadoso e reservado que um casal possa ser, simplesmente acontece. A única maneira de zerar as possibilidades é não fazendo sexo, e seria impossível convencer alguém a isso.

#21 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 02/05/2016 - 23:32:50

off: desculpe atrapalhar o debate, é que caguei de rir com o "deputado squirtle" e o pior é que nesse exato momento tem um Jigglypuff visualizando o tópico XD

 

Imagem Postada



#22 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 03/05/2016 - 08:57:37

E lá vamos nós. Ricardo, "você vai matar um ser humano","isso é um absurdo"; me parece um apelo desesperado à emoção. Um embrião é apenas um embrião(ponto). Você ainda não me deu nenhum bom motivo para considerar isso moralmente errado. Se a pessoa não notar a gravidez antes do tempo limite estipulado por uma regulamento, perdeu a chance de abortar. É assim que funciona nos países onde o aborto é legal. Na maioria dos países onde o aborto é legal, se você for olhar os números, o índice de aborto é menor e cai constantemente. O fato de ser ilegal não significa que ninguém está cometendo, só que terá que ser feito clandestinamente, como já acontece a muito tempo no Brasil. A ideia de descriminalizar é justamente permitir que o processo ocorra de maneira controlada e seja realizado por um profissional formado. Ou seja, já estamos discutindo o aborto em solo abortista. Não é questão de forçar a maioria a fazer ou concordar com nada. Se o aborto for legal e não quiser fazer, não o faça. Não é relativizar a moral, é atualizar. Existe muitos comportamentos e maneiras de se vestir que hoje são vistos como normais e no passado eram considerados imorais. Para de tentar usar a palavra moral como um escudo e argumente, a legalização do aborto não afetará moral alguma. Eu não espero que os cientistas ou filósofos cheguem a consenso algum. É justamente a divergência de ideias que movem as descobertas. Não é necessário haver um consenso entre todos os cientistas e filosofos do mundo para se fazer qualquer coisa. De novo se voltando para responsabilidade... Ricardo, troca o disco.

#23 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 03/05/2016 - 22:15:28

Ricardo, você ainda não compreendeu. Você está atribuindo mais valor a vida de um embrião(sim, já havia dito anteriormente que é uma vida e você, novamente, diz que não há certeza de quando se inicia sendo que não existe dúvida alguma quanto a isso) do que a de um casal de jovens que engravidou sem querer. As pessoas fazem sexo por prazer, não importa o nível de informação e acesso a educação sexual, não existe método que zere as chances de engravidar. Na parte que toca a mulher, toda a obrigação cai sobre ela, não são poucos os casos em que elas são obrigadas a cuidar dos filhos sozinhas e mesmo que ambos assumam a responsabilidade, não dá pra ter certeza de que a condição financeira deles seja favorável à criação de um filho e é nesse ponto que a gravidez indesejada se ramifica entre o futuro bom e o ruim. Por isso que assumir uma criança não é uma simples questão de responsabilidade, mas sim de possibilidade. As pessoas vão abortar quer você queira ou não e se farão isso, que seja de uma meneira segura e controlada, como já acontece em países desenvolvidos. Se você quer falar de um futuro em potencial, tente sentir empatia pelos indivíduos e não pelas células sem dor e sentimentos. Tudo isso já foi dito por mim durante todo o debate e sua resposta se resume a: aborto é imoral. Para algumas pessoas a verdade é só aquilo que lhes convém.

#24 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 03/05/2016 - 22:58:26

 

O que mais me incomodou foi a falta de mais gente pro debate, com exceção de eventuais pulos do Flame Haze no tópico. Realmente esse fórum está no osso.

 

Há três razões pra eu ter dado só uns pulos em vez de participar mais XD

 

Primeiro, que eu acredito que tenho um poder de compreensão muito grande, mas expor o que penso não é muito meu forte, então quando eu vejo alguém com idéias muito fixas, que não demonstra nenhuma chance de se quer refletir sobre o tema eu tendo a cansar da conversa na mesma hora. Pra mim debate só funciona quando os envolvidos tem aquele 1% de duvida daquilo que pensa, se uma pessoa já tem 100% de certeza de tudo que ta dizendo não vale a pena. 

 

Segundo, que eu tendo a evitar debater quando estou em maior número ou em menor número, no caso, estamos em 2 contra 1 nas ideias, acho covardia. Eu sei que ninguém acha isso covardia, mas eu acho e pá XD

 

E terceiro, que também não disponho muito de tempo!

 

Mas eu concordo com tudo que você escreveu, acredito que temos visões muito parecidas.



#25 Lobito457

Lobito457
  • Membros do Fórum
  • 271 posts

Postado 03/05/2016 - 23:01:53

Ricardo, você ainda não compreendeu. Você está atribuindo mais valor a vida de um embrião(sim, já havia dito anteriormente que é uma vida e você, novamente, diz que não há certeza de quando se inicia sendo que não existe dúvida alguma quanto a isso) do que a de um casal de jovens que engravidou sem querer. As pessoas fazem sexo por prazer, não importa o nível de informação e acesso a educação sexual, não existe método que zere as chances de engravidar. Na parte que toca a mulher, toda a obrigação cai sobre ela, não são poucos os casos em que elas são obrigadas a cuidar dos filhos sozinhas e mesmo que ambos assumam a responsabilidade, não dá pra ter certeza de que a condição financeira deles seja favorável à criação de um filho e é nesse ponto que a gravidez indesejada se ramifica entre o futuro bom e o ruim. Por isso que assumir uma criança não é uma simples questão de responsabilidade, mas sim de possibilidade. As pessoas vão abortar quer você queira ou não e se farão isso, que seja de uma meneira segura e controlada, como já acontece em países desenvolvidos. Se você quer falar de um futuro em potencial, tente sentir empatia pelos indivíduos e não pelas células sem dor e sentimentos. Tudo isso já foi dito por mim durante todo o debate e sua resposta se resume a: aborto é imoral. Para algumas pessoas a verdade é só aquilo que lhes convém.

Meu jovem, nesse momento você está defendendo pessoas que fizeram algo totalmente errado, o adultério. Enquanto diz que o Ricardo dá mais atenção à um feto, você está dando mais atenção aos criadores de tudo isso. Você realmente acha que um feto, futuramente criança, ainda "inocente" e sem raciocínio lógico, não tendo a menor ideia do que é viver, pois praticamente não existe (mentalmente), merece ser abortado, morto, graças à pais que foram contra o que lhes foi concedido? (Casar-se primeiro, relacionar-se depois) Bem, isso aconteceu e não tem mais volta, mas é possível fazer com que não aconteça mais com outras pessoas. Se eles querem abortar ou não, sim, é algo que eles devem decidir, mas, independente do que fizerem, terão consequências adiante, ou cuidando de um filho não desejado, ou se arrependendo (e às vezes nem isso) por ter abortado. O que achas melhor? Ter matado um filho ou cuidar dele, mesmo sentindo o arrependimento de ter adulterado?

#26 Lobito457

Lobito457
  • Membros do Fórum
  • 271 posts

Postado 03/05/2016 - 23:06:22

Segundo, que eu tendo a evitar debater quando estou em maior número ou em menor número, no caso, estamos em 2 contra 1 nas ideias, acho covardia. Eu sei que ninguém acha isso covardia, mas eu acho e pá XD

3 contra 1, Flame, e eu terei tempo para expor minhas opiniões daqui pra frente.

#27 Flame Haze

Flame Haze
  • Guests

Postado 03/05/2016 - 23:35:55

Lobito, já que você me citou, aqui vai um conselho de amigo: as pessoas tendem a menosprezar opiniões pautadas em religiosidade. (exceto se for um debate entre pessoas da mesma religião).



#28 Lobito457

Lobito457
  • Membros do Fórum
  • 271 posts

Postado 03/05/2016 - 23:45:05

Sim, eu sei, mas esqueci. É que eu uso, além da lógica, ciência e de tudo o que sei, a religião porque é fundamental, pelo menos de vez em quando, pra posts como esse. Mas por respeito a você e aos outros, (porque sei o quanto é estranho ver mensagens de pessoas usando a religião no seu texto, e que são de outras religiões) eu vou maneirar nisso.

#29 Lobito457

Lobito457
  • Membros do Fórum
  • 271 posts

Postado 04/05/2016 - 00:02:14

Por isso tento evitar usar de raciocínios baseado na bíblia (não em religião ou dogmas) , porque logo você é taxado de burro por ter uma opinião fundamentada na bíblia, sendo que a mesma tem vários conselhos verídicos baseados em princípios, que sendo assim, podem ser aplicados indefinidamente em todos os casos possíveis que o resultado será o esperado. Mas religiosidade é burrice na opinião das pessoas modernas altamente politizadas e elevadas em sabedoria. O engraçado é que o conhecimento deles é baseado em informações de validade finita, mas os princípios do universo sempre funcionam e simplificam as coisas. Meu, eu uso esses princípios pra quase tudo e posso afirmar por experiência longa que dá certo. Quer verem um que eu já mencionei acima? "Por causa do aumento do que é contra a lei o amor da maioria se esfriará" - basicamente todo o ensino dos sábios gurus modernos nas universidades e meios de comunicação relativizaram um monte de assuntos, distanciando as pessoas, tornando as relações humanas mais frias e baseadas nas lógicas de mercado endeusadas. A merda está visível para quem quer ver, basta perguntar para seus avós como era antigamente.

Hoje em dia ter a Bíblia como base é algo ruim, religiosidade virou sinônimo de burrice.

#30 Marmita TH

Marmita TH

    berimbau

  • Membros do Fórum
  • 376 posts

Postado 04/05/2016 - 08:06:17

Lobito, que mané adultério, você nem sabe o quê a palavra significa. Sexo antes do casamento é fornicação, adultério é traição. Matar um embrião não é o mesmo que matar uma criança. Como eu já disse milhões de vezes, um embrião é um embrião, não um indivíduo. Não adianta argumentar com religião já que não engloba todas as pessoas. Ninguém é obrigado a concordar com suas crenças. Off: Como diz o ditado, se você não transa não venha destransar os transantes. Ricardo, não estou tentando reduzir a isso, um embrião nas primeiras semanas é isso. Aproveitando sua comparação, você não precisa ficar gordo para sempre, pode emagrecer e não há problema algum nisso! Na questão da responsabilidade, o embrião não é uma criança. Irresponsabilidade seria adotar uma criança e decidir não criar. Abortar um embrião antes que esse se torne uma criança soa como o oposto de irresponsabilidade para mim, principalmente quando não se tem condição para criar. Você fala de sexo por prazer como se isso precisase acontecer várias vezes para engravidar, tentando rotular qualquer transa como libertinagem para sustentar seu argumento e insinuar que eu concorde com isso. Na minha opinião engravidar é o menor dos problemas do sexo sem compromisso quando existem tantas DSTs. Como eu já disse antes, por mais consciente e reservado que seja o casal, há chance de engravidar. Laqueadura e vasectomia são definitivos, se não querem ter filhos agora não significa que tenha que ser sempre assim. Flame haze, fique a vontade para participar, mas se seus argumentos forem muitos metafóricos como da última vez, eu não responderei.




0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos