SONIC CD

Falhas Técnicas (Bugs)  Dicas e Códigos Secretos  Sonic em Outros Games  Detonados  Resumos/Reviews Previews Personagens Manuais de Instrução Página Inicial

  Em 1992 o jogo Sonic the Hedgehog 2 foi o game mais esperado do ano. A todo momento revistas divulgavam mais e mais fotos até o ponto do protótipo do jogo ter se espalhado por todo o mundo. Foi neste contexto que foi divulgada a notícia de que o jogo teria viagens no tempo, de modo que o Sonic poderia ir ao passado e ao futuro. Sonic 2 foi lançado e os fãs viram que não havia nada disso, embora ainda houvesse um ótimo game. O projeto talvez teria sido adiado para um ano depois em que, com maior desenvolvimento e empenho, a idéia foi concretizada e serviu como o grande pretexto para o lançamento de um jogo do ouriço nas incríveis mídias digitais, ainda novidade na época. Assim nascia Sonic CD para Sega CD, trazendo consigo o mundo de Sonic dentro de um CD. O jogo veio a ser relançado no ano de 2011 em uma versão para Steam (PC) e algumas plataformas mobile (Android e iOs) e Xbox Live e PSN.E desta parceria em 2011 foi relançado Sonic CD, desta vez para uma infinidade de dispositivos: iOS (iPod Touch, iPhone e iPad), Android, Windows Phone (2012), Ouya (2013), Xbox 360, PlayStation 3 e PCs (Steam).

Novidades

  O Sonic é um ouriço azul de incrível velocidade. A vida do ouriço é tão agitada quanto ele: a todo momento Dr. Robotnik, um cientista terrível, está a arrumar planos para detê-lo. Mas Sonic sempre se salva com sua esperteza e agilidade. O plano de Robotnik é sempre o mesmo: enquanto ele inventa alguma engenhoca à prova de Sonic, ele utiliza um exército de robôs - badniks - para darem um jeito de segurar o Sonic. Não sendo suficiente, o confronto é no mano-a-mano. Nesta nova aventura o Sonic deve voltar ao passado para destruir o Transportador de Robôs. Quando isso acontecer todos os badniks serão destruídos. Com isso o ouriço vai salvar o futuro. Mas se não conseguir achar esse transportador, o futuro estará para sempre comprometido.

  Em 2009, a Sega decidiu perguntar aos usuários de iOS qual jogo de Mega Drive eles queriam ver relançado na App Store. Diversos jogos haviam sido relançados até o momento, porém todos rodavam como uma versão emulada, cheia de problemas de instabilidade e quedas de frames. Um dia depois, Christian Whitehead (também conhecido pelo seu nick, “The Taxman”) expôs sua idéia, com um vídeo demonstrando Sonic CD rodando no iOS a 60fps e sem quaisquer engasgos ou problemas de instabilidade, algo que na época causou muita comoção dos fãs. Christian é bem conhecido na comunidade Sonic Retro por ter desenvolvido sua própria engine, destinada à criação de jogos em 2D, com grande fidelidade aos jogos clássicos de Mega Drive, chamada de “Retro Engine”.

  Algumas semanas depois, o vídeo foi removido e muitos acharam que a Sega não havia permitido que o projeto continuasse. Dois anos depois, em 2011, a Sega anunciou que uma versão remasterizada de Sonic CD seria lançada no final do ano para Xbox Live Arcade, PSN, iOS, Android e PC. Esta versão foi criada do zero, utilizando a Retro Engine, o que permitiu que fossem feitas uma série de melhorias ao game original, incluindo suporte a widescreen, gráficos otimizados em HD, funcionalidades online e mais.

  O jogo é composto de 7 fases divididas em três atos cada. O objetivo é juntar o máximo de anéis possíveis e voltar ao passado para salvar o futuro. Os anéis servem para evitar que o Sonic morra quando for atingido por um obstáculo ou badnik. Quanto mais anéis o ouriço estiver, mais invulnerável ele estará. Quando for atingido, porém, o Sonic perderá todos os anéis, mas é sempre possível resgatar alguns.

  Além dos anéis, ao longo das fases você encontrará também inúmeros monitores. Eles escondem itens secretos, que vão desde anéis extras a invencibilidade, velocidade extra e muito mais. Para poder pegar estes itens, basta estourar os monitores, que são:

 Super Rings (Super Anéis): dá 10 anéis extras;

 Invencibilidade: deixa o Sonic 100% protegido, basta encostar nos inimigos que eles serão destruídos automaticamente. Você só morrerá se cair de um abismo, for esmagado ou se for afogado na Tidal Tempest.

 Life-Up (Vida Extra): dá uma vida extra.
 Shield (Escudo): deixa você protegido, de modo que quando você for atingido não perde anéis ou se não tiver nenhum, não morrerá;
 Power Sneakers (Super Velocidade): deixa o personagem ainda mais rápido temporariamente;

  O progresso do jogo poderá ser salvo por meio de checkpoints, que são postes espalhados ao longo das fases. Quando você morrer, você voltará diretamente neles. Ao longo das fases estão espalhadas várias placas que contêm a indicação "Past" ou "Future". Aqui começa a grande novidade do game. Tocando essas placas, o Sonic poderá viajar no tempo quando atingir altas velocidades. Quando isso ocorrer, várias estrelas acompanharão o ouriço que numa explosão romperá a barreira do tempo. Você sempre começa jogando no presente. Primeiro deve pegar uma placa de Past, para poder viajar ao passado. Lá, é preciso deter as Máquinas Transportadoras de Robôs. Após destrui-la, você pode concluir a fase no passado ou se preferir pode pegar uma placa Future para ir ao presente. Do presente a placa Future te levará ao futuro, que poderá ser Bom (se você destrui o Transportador de Robôs) ou Ruim (se você não destruiu). No ato 3 você enfrentará o Robotnik diretamente no futuro, que poderá ser bom ou ruim, dependendo se você destruiu os transportadores dos atos 1 e 2.

  Metal Sonic raptou todos os animais do planeta e os aprisionou em algum lugar do passado. Para salvá-los você deve procurar um holograma do Metal Sonic no passado. Após destrui-lo os animais serão libertados em todos os tempos. No passado e no futuro, tendo destruído o holograma ou não, os badniks liberam sementes de flores. O final dos atos 1 e 2 é representado por uma placa. Após ela é feita a contagem de pontos. No ato 3 haverá uma Cápsula de Aprisionamento, que após destruída liberam as sementes das flores. Assim, os elementos principais do jogo são (deixe o mouse parado para ver a legenda):

 

 A tela do jogo é composta de quatro elementos básicos: Contador de Ponto (Score), Contador de Tempo (Time), Contador de Anéis (Rings) e Contador de vidas. Todos os badniks destruídos ao longo das fases resultam em pontos extras. Ao final de cada fase haverá uma bonificação baseada no tempo de conclusão de fase e anéis coletados. A cada 50 000 pontos acumulados, ganha-se uma vida extra. Cada fase deve ser concluída em 10:00 minutos, que quando atingido dá a tela de Time Over e você perde uma vida. Contudo, se você ficar 1 minuto e 28 segundos parado, o Sonic pulará fora dizendo: "I'm outta here!" e o jogo reiniciará. Cada anel coletado ao final do jogo vale 100 pontos. Nos primeiros 100 e 200 anéis coletados você ganhará uma vida extra. O jogo começa com 3 vidas, que após zeradas darão a tela de Game Over. O game não tem Continue por uma simples razão: o game utilizará o sistema de memória natural do Sega CD para salvar o progresso do jogo, por fase. Assim, se der Game Over no Ato 3 da fase 2 você terá que voltar ao ato 1 para continuar o game. O jogo apresenta um sistema de registro próprio: o RAM DATA. Com ele ativado, você começa pela primeira vez o jogo em New Game e prossegue nele em Continue.

  Na versão mobile, a tela do jogo é composta de quatro elementos básicos: Contador de Pontos (Score), Contador de Tempo (Time), Contador de Anéis (Rings) e Contador de vidas. Os três primeiros elementos ficam no canto superior esquerdo da tela, já o contador de vidas é o elemento cujo símbolo é a carinha do Sonic (e que também faz as vias de “pause” nas versões para smartphones). Além disso nos dispositivos com tela de toque temos os controles de jogo, na parte inferior da tela, como dá para notar na imagem a seguir nos itens destacados.

  Ironicamente, o Sonic CD de 2011 não foi lançado em CD, mas sim através de download nas lojas de aplicativos dos dispositivos lançados, não  havendo versão física.

Os menus foram refeitos utilizando o plano de fundo do antigo “Visual Mode”

  Os menus também foram todos redesenhados e modelados para facilitar o manejo em dispositivos touchscreen, como smartphones. O novo jogo (nas versões de console e PC) também dá a opção de filtros de imagem para que o jogo possa parecer mais pixelado ou mais “suave”, conforme o gosto do jogador. Só a tela inicial que, em vez de aproveitar a mais bela e colorida da versão de PCs, reutilizou a do SEGA CD. Na versão mobile, nas configurações (Settings), há a opção Haptic FX, que ativa ou desativa o vibracall.

Enredo

  A ação do jogo se passa no misterioso no Little Planet. Este planeta abriga as sete Pedras do Tempo: quem as possui pode controlar o tempo. Com o controle do tempo nada poderia conter o Dr. Robotnik. O malvado cientista, é claro, armou o seu plano para dominar o pequeno planeta onde se passa o jogo através das Pedras do Tempo, para que o futuro ficasse para sempre comprometido. Para isso, Robotnik criou Metal Sonic, um robô metálico baseado no Sonic, mas que possui muito mais habilidades. Além diso, o vilão ainda por cima seqüestrou a ouriça Amy Rose, a maior fã do Sonic. Robotnik retirou todos os limites do tempo do pequeno planeta e colocou máquinas-robô no passado para poder controlar o futuro. Essas máquinas impedem que o futuro seja bom, por isso chamado de "Bad Future". Agora Sonic tem que destruir as máquinas-robô, coletar as sete Pedras do Tempo, salvar a Amy e lutar contra Metal Sonic no minúsculo planeta onde o tempo não tem sentido...

Análise Técnica

  Esta versão do jogo se destaca pelas melhorias e adições ao game de 1993, possibilitadas pela nova engine. Os gráficos foram remasterizados em HD e agora o jogo roda com uma taxa constante de 60 quadros por segundo, o que deixa o game mais fluido em geral. Tal mudança deixa os controles mais responsivos e efetivos do que na versão de Sega CD. O jogo agora suporta resoluções widescreen nativamente, e inclui funcionalidades online, como um sistema de leaderboards e achievements.

  O game inclui os raws originais das animações de abertura e encerramento, ao contrário do port da versão de Sega CD. O jogador também tem a possibilidade de escolher a trilha sonora. Quando Sonic CD foi lançado, a Sega of America não gostou da trilha sonora japonesa, portanto decidiu criar a sua própria versão. O remake inclui ambas as trilhas e é possível trocá-las no menu inicial. Alguns problemas com os direitos autorais das letras na versão japonesa impediram a utilização das músicas cantadas, portanto a abertura e o encerramento usam versões instrumentais.

  O jogo é sensacional. O padrão gráfico segue o estilo do Sonic 1. A razão é o fato de o jogo ter sido produzido pela Sega of Japan, os mesmos produtores do primeiro jogo. São gráficos limpos e com belas construções. Os gráficos de Sonic CD 2011 continuam belos como na década de 90, só que agora a tela de jogo foi adequada aos dispositivos modernos: os aparelhos com tela widescreen agora têm mais espaço para a ação rolar solta em HD, e isto vale tanto para as versões de console quanto as para smartphones.

 

Toda a beleza de Little Planet, agora em Widescreen

  As músicas são o grande forte do jogo: com a tecnologia do CD não há limitação quanto ao uso das músicas. Por este motivo, as músicas são compostas em altíssima qualidade. Muitas possuem fundo vocal. A música-tema do jogo na versão Americana - Sonic Boom - é totalmente cantada, algo simplesmente incrível. À tela-título segue-se um vídeo animado em que o Sonic tenta seguir Dr. Robotnik. O desenho animado de apenas 1 minuto foi feito pela Toei Animation, a mesma produtora de Digimon. O encerramento do jogo também é em desenho animado.

  Assim como a trilha sonora, as cutscenes de abertura e de encerramento do game mantêm as músicas das duas versões, com uma triste baixa: a versão da abertura japonesa não é mais cantada, pois a SEGA não detém o direito autoral da letra da música, então utilizou-se uma versão instrumental da mesma no vídeo. As imagens das cutscenes são coloridas e bonitas, rodando sem as limitações do SEGA CD, parecendo com a versão de PC (1995) só que em widescreen. Veja a comparação:

Personagens e Habilidades

  O jogo possui cinco personagens: Sonic, o protagonista do jogo e o nosso conhecido herói; Amy the Rose, uma ouriço rosa que é a fã número 1 do Sonic. Ela deu um jeito de atrapalhar a aventura do Sonic para dar-lhe uns beijos, o ouriço consegue fugir. A pequena ouriça não desiste e acaba sendo raptada por Metal Sonic, um robô baseado no Sonic feito por Dr. Robotnik para ajudá-lo a derrotar o Sonic e pegar as Time Stones. Dr. Robotnik é o grande vilão, um cientista de QI 300, mas que não consegue ser tão ágil quanto seu desafeto, o Sonic. Nesta versão, também houve a adição de Tails como personagem jogável, além de Sonic. Para poder jogar como ele, porém, é necessário zerar o jogo primeiro. Essas são as habilidades de Sonic e Tails:

 Pulo: quando o Sonic pula, ele vira uma verdadeira bola, que devasta com tudo que há pela frente! Basta pressionar A, B, X ou Y. Serve para o Tails.
Giro Supersônico: quando o personagem estiver com velocidade, aperte para baixo e ele fará essa habilidade, com a qual ganha velocidade e destrói inimigos facilmente. Serve para o Tails.
Spin Dash: segure para baixo, e com ele segurado, segure A, B ou C. Após isso basta soltar para o Sonic sair girando destruindo tudo o que aparece pela frente. É bem útil antes de loopings para você atingir o "boom" para viajar no tempo. Diferente dos outros jogos do Sonic, no Spin Dash do Sonic CD nativo não se pode ficar apertando os botões de pulo várias vezes. Basta segurar direto o botão que quanto mais tempo você segurar, mais rápido o Sonic vai ficar. Serve para o Tails. Nas configurações da versão 2011 é possível optar pelo Spin Dash clássico, que é igual aos demais jogos do Sonic.
Pell Out: Em qualquer momento do jogo, com o Sonic parado, segure para Cima e aperte um dos botões de pulo. Por meio dessa habilidade, sem virar Spin Dash o Sonic gira as suas pernas tão rápido que basta usar essa habilidade para ganhar muita velocidade, bastante necessária para virar o Boom. Exclusiva do Sonic.

Tails Fly: Para voar com o Tails, aperte várias vezes o botão de pulo para que ele use suas caudas como um helicóptero. Porém, é possível voar por apenas oito segundos seguidos. Após isso, ele irá perder o fôlego e pousar. É possível destruir inimigos com suas caudas atacando por baixo enquanto voa. Habilidade exclusiva do Tails.
 

Tails Swim: com sua habilidade de raposa, Tails consegue nadar muito bem. Quando estiver na água, basta apertar repetidamente os botões de pulo para sair nadando no estilo cachorrinho com Tails. O fôlego do garoto também não é ilimitado aqui: são os mesmos oito segundos. Habilidade exclusiva do Tails.

Fases

  As fases lembram muito as de Sonic the Hedgehog. A Palmtree Panic lembra a Green Hill; a Tidal Tempest lembra a Aquatic Ruin; dentre outras. São ao todo 7 fases, divididas em 3 sub-atos. Nos dois primeiros parte-se do presente. No ato 3 parte-se do Futuro e você enfrenta Dr. Robotnik. Em Metallic Madness você enfrenta uma difícil corrida contra o Metal Sonic.

Palmtree Panic: bela fase tropical com muitos loopings e túneis. Eles serão bastante úteis para você fazer a viagem no tempo. No Ato 1 Amy tentará dar um abraço no Sonic. Para isso ocorrer basta ir em direção contrária a ela e ela dará um abraço com muito amor. Chefe: é possível pegar invencibilidade e após isso ficará bem fácil enfrentá-lo. Para detê-lo, você tem que deixá-lo sem as garras de defesa. Para isso, espere ele ir andando até um dos cantos e aí ataque-o por cima. Detone as duas garras e acerte-o mais uma vez.

Collision Chaos: a fase lembra Spring Yard de Sonic 1. Nela você terá um misto de elementos de pinball com muitos desafios. É uma das fases mais chatas. Logo no começo Amy será raptada por Metal Sonic. Dica: para usar os rebatedores de Pinball, use o botão de pulo e mire o personagem no local desejado. Quanto mais na ponta, mais reto e alto você joga o personagem. O chefe é relativamente difícil. Você ficará diante de uma mesa gigante de pinball e precisará usar as habilidades adquiridas em Sonic Spinball para chegar até o chefe e acertá-lo quatro vezes. Confira o mapa do chefe nesta reportagem da Revista Super Game.

Tidal Tempest: agora Sonic cai num belo mundo aquático onde será preciso pegar um fôlego nas bolhas de ar. A fase lembra muito a Labyrinth Zone. Dica: evite de ir ao futuro nesta fase porque o nível da água estará muito acima do presente. Chefe: é bem difícil. Assim como em Labyrinth Zone, você terá que seguir o chefe. Mas, diferentemente de Labyrinth Zone, não há fim. Você precisará acertar o chefe quatro vezes. Após fazer isso, você chegará a um nível submerso onde Robotnik ficará com bolhas ao seu redor. Quando ele soltar as bolhas, use-as para pegar fôlego. Após o chefe ficar sem proteção acerte-o uma vez mais.

Quartz Quadrant: repleta de pedras especiais e minerais, esta fase conta com belos gráficos. Você encontrará muitos encanamentos e esteiras. Tome cuidado com elas para não morrer. Chefe: siga o ato 3 pelo caminho natural da fase. O chefe morrerá sozinho através do atrito. Para começar a enfrentá-lo, acerte-o por baixo e fique correndo contra a esteira. Depois, tome cuidado com as bombas. Com o tempo, o chefe se auto destruirá. Dica/Chefe: não use o ataque de velocidade ou será pior.

Wacky WorkBench: agora Sonic caiu numa fase cujo chão é formado de molas. Quando você pular nele ganhará um impulso gigantesco. A fase segue pela parte de cima. Cuidado com os congeladores. Após o Sonic ser congelado e descongelado, os anéis serão perdidos. É uma fase bem complicada. No presente, será possível ver as cores das molas oscilando. Quando ele parar de piscar o chão ficará normal, sendo que funciona como que uma mola estática. Dica: cuidado com as esferas de eletricidade. Chefe: siga pelo topo no canto extremo à direita. Depois, siga por baixo e você acessará o chefe. Acerte Robotnik e ele subirá quebrando o teto; neste momento fique encostado em um dos cantos, cairão do teto quatro blocos de pedra, suba rapidamente em um deles, um campo elétrico aparecerá no chão ligando-o, isso arremessará os blocos para cima. Quando perceber que a velocidade está diminuindo pule para o bloco ao lado e pule para cima, chegando em outra plataforma de molas, mas cuidado o centro desta está quebrado, se você cair voltará para a tela de baixo, agora repita o processo, acerte o Robotnik, ele subirá, quebrará o teto, os blocos cairão, suba neles, passe de um para o outro e chegue no terceiro e último andar. Quando você o acertar, ele subirá e quebrará o teto, mas antes dos blocos de pedra caírem, cairão espinhos do teto, desvie deles e assim que terminarem de cair, virão os blocos, desta vez suba em um dos blocos do centro, assim que você subir encontrará a nave do Robotnik no alto da tela, pule e acerte-o pela última vez, curta a explosão e corra para a direita. Ufa!

Stardust Speedway: zona de alta velocidade, onde você encontrará aceleradores pela fase. Possui muitos caminhos diferentes. Na primeira vez você vai quebrar a cabeça um pouco para conseguir chegar até o final. Há inúmeros obstáculos ao longo dos atos e pedaços onde você poderá ficar preso em salas. Chefe: uma dificílima corrida contra Metal Sonic. Não é para você acertá-lo, mas apenas correr, correr, correr e correr até chega ao final da fase. Amy será libertada.

Metallic Madness: última fase do jogo, cujo padrão gráfico lembra a Scrap Brain. Não há mais os Hologramas de Metal Sonic, mas apenas os Transportadores de Robôs. Dica: cuidado com os esmagadores. Um raio deixará o Sonic bem pequeno, para você passar em salas especiais. Chefe: último chefe do jogo e curiosamente não é o mais difícil. Chefe: atravesse a porta pegue o escudo e passe pelo cilindro que te leva para trás do cenário, fique por aí mesmo, espere a parede de espinhos passar, volte pelo mesmo cilindro e ande para a direita, depois da porta a tela ficará escura e você enfrentará um mini chefe, é coisa bem simples, espere com que as luzes parem, o vaga-lume aparecerá e atirará para baixo, acerte-o neste meio tempo, depois de destruir os três vaga-lumes a porta da direita se abrirá e finalmente você chegará ao chefe final. Para derrotar o Robotnik faça o seguinte: logo de início se abaixe encostado em qualquer um dos cantos da tela, ele então descerá e andará para os dois lados, fique abaixado para que ele não o acerte com suas pás afiadas, ele então subirá e depois de um tempo jogará as suas pás para o alto, elas cairão do teto, desvie delas, agora tenha cuidado, ele descerá em cima de você, corra para o outro lado, ele estenderá as pás abrindo espaço para você pular entre elas e acertá-lo, como na foto 1 abaixo. Robotnik subirá, depois de um tempo descerá em um dos cantos, corra para o outro e espere, quando ele subir ficará a meia altura, depois de um tempo jogará as pás para cima novamente, desvie delas, Robotnik descerá outra vez em cima de você, se afaste, ele estenderá as pás novamente, acerte-o, ele subirá, jogará as pás, descerá em cima de você e estenderá as pás, acerte-o pela terceira vez. Muito bem agora é o tudo ou nada, Robotnik mudará sua estratégia de ataque, um pouco, ele jogará a sua última pá para cima, porém esta cairá pela diagonal, desvie, Robotnik voará mais um pouco para os lados, encostará em um dos cantos e usará sua última pá como pula-pula, como na foto 2 abaixo, observe sua trajetória e acerte-o pela última vez. Game Over!

Special Stage

  Em Sonic CD os estágios especiais dão uma Time Stone e não uma Esmeralda. Times Stones são as pedras do tempo, que Robotnik quer pegar para controlar o tempo. Sonic precisa coletá-las e salvá-las do perigo do vilão. Para acessar o estágio encerre os atos 1 e 2 com mais de 50 anéis e entre no anel gigantesco que se forma ao final da fase, da mesma forma que no primeiro jogo do Sonic. O Estágio é um enorme campo onde você correrá por todas as direções. Você precisa destruir os Ufos. A tela do estágio apresenta o contador de ufos, que decresce até zerar. Para fazer isso você tem 99 segundos. Mas atenção: cada segundo na água faz descontar 10 segundos no jogo. Jamais pule nela. Aproveite os ventiladores para conseguir detonar facilmente os ufos. Quando o tempo chegar a 20 segundos, um ufo azul surgirá e quando você o detonar ele dará 30 segundos. Os outros ufos concedem itens especiais, como anéis e velocidade. Para fechar o game com o verdadeiro final, é possível coletar o Good Future em todas as fases, ou coletar as sete Time Stones. Como não há as esmeraldas do Caos, não haverá o Super Sonic.

  Nesta nova versão a engine das fases especiais foi totalmente remodelada, dando uma sensação muito mais natural de movimentação do Sonic na fase e com menos serrilhado, deixando esta parte do game mais fluída e gostosa de se jogar, mas sem perder a dificuldade. Além disso agora os UFOs são coloridos de acordo com o item que se ganha ao destruí-los: azul para ganhar Power Sneakers (Super Velocidade) e roxo para ganhar 10 anéis. Veja nos vídeos a seguir como eram antes e como ficaram os special stages:



  Porém, para quem estava acostumado com a antiga engine, a nova se tornou mais difícil, exigindo uma certa adaptação.

Time Attack

  O jogo também possui um modo chamado Time Attack. Este modo serve para você utilizar as fases para bater o melhor tempo. Neste modo vale apenas o tempo. Então, não perca tempo coletando anéis, itens ou destruindo badniks. Apenas siga as fases procurando o melhor caminho e o melhor tempo. O contador geral começa com 105'00"00 (15'00''00 para cada fase) e vai decrescendo à medida que você vai gravando tempos. Se você fechar as fases do Time Attack com pouco tempo, poderá liberar quatro menus secretos.

  A grande novidade do remake é que o Time Attack é integrado a um placar online dos melhores tempos e placares, chamado LeaderBoard. Nele é possível comparar tempo de suas fases ou a sua pontuação final do game com a de amigos das redes online e com o de outros jogadores de todo o mundo. Isso dá ao jogo um novo fator replay, pois assim sua missão vai muito além de salvar Little Planet das mãos de Robotnik...

Menu do Time Attack

Os LeaderBoards marcam os melhores tempos e placares também de seus amigos online

Menus Secretos  (Extras)

  Para quem já zerou o jogo e deseja curtir mais um pouquinho do que o game tem a oferecer, existe um menu chamado “Extras” com o seguinte conteúdo:

D.A. Garden: Desbloqueado para quem termina o modo Time Attack em menos de 25 minutos. É um modo onde pode-se ouvir as músicas do jogo e, também, brincar com uma representação de Little Planet que fica girando na tela e pode ser controlada pelo jogador (ampliar ou diminuir e rotacionar para uma ou outra direção). O legal é que, se escolher uma música do futuro bom ou ruim, o mapa de Little Planet muda para representar esta escolha. Também aparecem voando UFOs, Tails em seu avião, Robotnik e Metal Sonic, além do tempo que vai se modificando (amanhecer, tarde, anoitecer, etc.).

Visual Mode: também desbloqueado conseguindo-se um tempo menor do que 25 minutos no modo Time Attack. Neste modo é possível rever as cutscenes de abertura e encerramento (bom e ruim) do game, além de um vídeo do Sonic rabiscado no papel correndo alucinadamente.

Stage Select: desbloqueado terminando o modo Time Attack dos estágios especiais em menos de 5 minutos. Nesta tela pode-se escolher qualquer fase do jogo, mas diferentemente do modo Time Attack aqui você pode ir ao passado, presente ou futuro dos atos 1 e 2 das fases.

Eis o menu do Stage Select. Simplista ao extremo

Sound Test: desbloqueado terminando o modo Time Attack dos estágios especiais em menos de 4 minutos. Dá para ouvir praticamente todos os sons, músicas e efeitos sonoros do jogo selecionando em um menu bem simples. Porém, por detrás dessa simplicidade toda se escondem diversos segredos, descobertos se o jogador tocar os sons e músicas em determinadas combinações:

Tela do menu Sound Test, com o mesmo padrão da tela do Stage Select

Tudo parece simples, porém caso determinadas músicas e efeitos sonoros são selecionados em conjunto...

... pode-se desbloquear imagens especiais e até mesmo um Special Stage secreto

Curiosidades

Letras dobradas: Em Sonic CD, todas as fases têm nomes com duas palavras iniciando com a mesma letra. Por exemplo, Collision Chaos, Wacky Workbench, Tidal Tempest, etc.

Manual: Como o relançamento foi somente via mídias digitais, obviamente a SEGA não pode enviar junto ao jogo manuais de instrução físicos contando o enredo e como jogar, como fazia no passado. Porém, para não perder a tradição disponibilizou dentro dos menus do jogo um “manual de instruções à moda antiga”, bem detalhado e contando inclusive detalhes da personalidade dos personagens, como pode-se ver nas imagens a seguir:

Fases canceladas: Durante o desenvolvimento do remake, Christian Whitehead havia planejado duas novas fases: Desert Dazzle (uma fase de deserto) e Final Fever (um chefe exclusivo para quem conseguir coletar todas as Time Stones). Porém, devido à falta de músicas, a ideia foi deixada. Imagens de como essas fases seriam podem ser acessadas por meio de códigos no Sound Test.

Green Hills Remixada? A música You Can do Anything foi baseada na música da fase Green Hills do game Sonic 2 do Master System. A mesma música ainda foi utilizada também de forma semelhante em Sonic Drift, na música de invencibilidade.

Monitores secretos: na versão Beta do jogo original havia 4 monitores que não foram usados na versão final: um anel azul, um relógio, um S e um Óculos. No remake, é possível inserir alguns deles nas fases por meio do Debug Mode.

Errinhos corrigidos: diversos errinhos foram corrigidos ao longo do jogo. Um dos mais notáveis está na Metallic Madness Act 2. Lembra dessa curiosidade que dizíamos na versão Sonic CD clássica?

Parte Inacessível: na Metallic Madness Ato 2 na versão Sega CD o passado existe uma mola mal programada que não leva a lugar algum. Por isso a fase é interminável no passado. O local é logo depois do Transportador de Robôs. Para sair de lá, você tem que voltar ao Presente. Para isso, pode-se seguir num túnel que levará a uma placa entre duas molas. Na versão de PC (foto acima), o erro foi corrigido e a mola dá impulso suficiente para prosseguir na fase. Engraçado que na versão do Sega CD no Debug Mode nota-se que o trecho está construído, o erro foi apenas na programação da mola. Agradecimentos ao Super Solaris pela indicação."

  Esse foi um dos trechos corrigidos!

O último chefão: Christian Whitehead também planejou, além da fase Desert Dazzle, um novo chefão final para quem coletasse as sete Time Stones: um novo robô quase invencível no futuro, mas que poderia ser derrotado apenas quando Sonic voltasse ao passado e atacasse os pontos-fracos durante a construção da enorme engenhoca. Uma novidade seria o fato de que, por já ter todas as Time Stones, Sonic não precisaria de placas de tempo para voltar ao passado, ele voltaria simplesmente correndo e na própria fase iria sendo demonstrado esta volta, tanto com o cenário quanto com o robô. Uma pena que a SEGA vetou esta ideia, pois poderia ser uma grande surpresa para os fãs do ouriço. O que restou do que seria esta fase (Final Fever) foi este mockup que o desenvolvedor fez e disponibilizou em seu site:

Bad Future no Good Future: No chefe da Stardust Speedway (o Metal Sonic), às vezes mesmo tendo salvo o futuro, o jogo processa o gráfico e trilha da Bad Future apesar de você estar no Good Future. Quando isso acontece, inclusive, ao final é mencionado que o Sonic fez um Bom Futuro, de modo que o Bad Future aparece apenas como a fase e a trilha sonora. Semelhante bug ocorre na Wacky Workbench e Metallic Madness.

Achievments

  Assim como os jogos modernos, Sonic CD 2011 possui algumas missões. São elas:

88 milhas por hora (88 miles per hour – 5 pts): Com uma divertida referência ao filme De Volta para o Futuro, esta conquista é para quem conseguir viajar no tempo, tanto serve para o passado quanto para o futuro.

Apenas um abraço já é suficiente (Just One Hug is Enough – 5 pts): Ganhe um abraço de sua ‘fã – quase namorada’ Amy e Sonic desbloqueia mais uma conquista.

Paraíso encontrado (Paradise Found – 5 pts): para conquistar, basta concluir um ato de qualquer fase no futuro bom.

Rei dos anéis (King of the Rings – 10 pts): essa conquista é desbloqueada caso consiga coletar em um ato de fase 200 anéis.

Pegando a estrada (Take the High Road – 10 pts): essa conquista é para quem terminar o segundo ato de Collision Chaos pelo caminho de cima.

A estátua do salvador (Statue Saviour – 10 pts): quem descobrir onde encontra-se a estátua secreta do anjo em Wacky Workbench (dica: fica no Act 1 no passado) desbloqueia esta conquista.

Heavy Metal – 15 pts: Essa conquista é casca grossa: só para quem conseguir vencer o Metal Sonic sem levar um dano sequer.

Zerar o game (All Stages Clear – 15 pts): O nome já diz tudo, basta terminar o game como Sonic no futuro bom que se desbloqueia esta conquista.

Doutor Eggman ‘dançou’! (Dr. Eggman got Served – 20 pts): Destrua a última máquina do doutor Ivo Robotnik para conquistar.

Caçador de relíquias (Treasure Hunter – 30 pts): É uma conquista para quem conseguir coletar as 7 Time Stones.

Justo a tempo (Just in time – 35 pts): essa conquista é desbloqueada para o jogador que terminar o modo Time Attack em menos de 25 minutos.

Salvador do planeta (Saviour of the Planet – 40 pts): Para conquista-la basta ‘apenas’ destruir todos os hologramas do Metal Sonic e Transportadores de Robôs no passado das fases. DICA: ao conquistar todas as Time Stones, os transportadores são destruídos, basta então destruir os hologramas do Metal Sonic até o segundo ato da fase Stardust Speedway.

Ficha Técnica

  Capa do jogo  Ficha técnica

Nome: Sonic CD
Plataforma: Android, iOS, XBLA, PSN, Windows Phone, Ouya, Steam (PC)
Gênero: Ação
Distribuidora: Sega
Desenvolvedora: Christian “The Taxman” Whitehead
Idioma: Inglês
Data de Lançamento: 2011 (iOS, Android, XBLA, PSN, Steam); 2012 (WP); 2013 (Ouya)
 
  Avaliação  Prós/Contras
Gráficos: 9,2
Som: 10,0
Jogabilidade: 9,0
Diversão: 9,0
Nota Final: 9,3

Prós: gráficos muito bons, vários menus secretos e telas secretas, modo de Time Attack, trilha sonora espetacular. Em relação à versão clássica: Gráficos remasterizados, taxa de quadros constante, ambas as trilhas sonoras inclusas, muitos segredos e Tails jogável. Manteve tudo de bom do jogo original e o atualizou para os novos tempos, duas soundtracks, leaderboards, Tails jogável, gráficos wide e em HD.

Contras: havíamos apontado na versão clássica como contra o fato de só ter um personagem jogável. Aqui podemos talvez questionar se era necessário mudar a engine do Special Stage. Para quem era viciado na versão clássica, sofre-se muito nessa nova versão. Já que o Tails está presente, faltou um modo 2 player ou ao menos o Tails acompanhando o Sonic, como em Sonic 2. Cutscenes japonesas com som somente instrumental.

Diga não ao plágio, cite a autoria!
Por: HKº
Com as atualizações da versão 2011 por: Gabriel Yanni e Rodrigo Garcia
Atualizado em: 24/03/2018