SONIC UNLEASHED

Falhas Técnicas (Bugs)  Dicas e Códigos Secretos  Sonic em Outros Games  Detonados  Resumo dos Jogos Previews Personagens Manuais de Instrução Página Inicial

 Após o fracasso imenso de Sonic The Hedgehog para Playstation 3 e Xbox 360, todos esperavam pela próxima tacada da Sonic Team nos dois consoles mais poderosos atualmente. Seja propositalmente ou não, o FTP da Sega estava completamente "aberto" trazendo algumas imagens de um game de Sonic que sequer foi mencionado. As fotos traziam um Sonic com visual um pouco diferente ao estilo radical da nova geração, mais voltado aos clássicos, correndo por cenários cheios de vida. O alvoroço foi enorme em sites relacionados ao ouriço. Tratava-se do mais novo game de Sonic: Sonic Unleashed, também conhecido por Sonic World Adventure no oriente. Com o mais tardar, as imagens finalmente foram utilizadas pela Sega para divulgar o título. O estilo 2D e 3D ao mesmo impressionou as pessoas por manter duas jogabilidades ao mesmo tempo. Mas, um dos fatores que foi o divisor de águas de Sonic Unleashed é uma nova forma que o ouriço recebeu, chamada de Werehog, aonde Sonic influenciado pela lua, se transforma num animal em alusão à história do famoso lobisomem. Esse personagem introduziu um tipo diferente de jogabilidade causando grande polêmica.

  O game foi desenvolvido com uma engine que demorou três anos para ser feita pela Sonic Team, batizada de Hedgehog Engine. Pouco após essa revelação, foi confirmado uma versão do game para o Nintendo Wii e Playstation 2, similares entre si. Elas, ao contrário das versões de Playstation 3 e Xbox 360 não trazem a Hedgehog Engine. A empresa Dimps ficou encarregada de fazer algo similar em questão de jogabilidade. Este review irá analisar as versões de Playstation 2 e Wii.

Novidades

   Sonic Unleashed traz para a saga Sonic dois novos conceitos de jogabilidade. O primeiro conceito é mesclar a jogabilidade 2D dos games mais clássicos com uma jogabilidade 3D dos novos games...De uma só vez! Em cada fase, o jogador irá presenciar momentos em que a perspectiva da câmera mudará entre o 2D e o 3D, tornando as fases com uma experiência muito divertida. Apesar da comparação da jogabilidade 2D fiel aos games antigos, Sonic Unleashed soa mais como uma junção entre o estilo de Sonic Rush e Sonic Secret Rings.

  A perspectiva em 3D, presente em maior parte do game, traz a jogabilidade muito similar ao game Sonic Secret Rings de Nintendo Wii. Enquanto o jogador corre em alta velocidade com Sonic, ele deverá desviar de obstáculos presentes no caminho, optar por utilizar atalhos ou não que estarão espalhados durante as fases e atacar os inimigos. Tudo flui de uma forma exatamente parecida. A forma de utilização dos ataques, como o Homing Attack, dispõe-se exatamente igual ao Secret Rings: Chegando próximo de um inimigo, uma mira vermelha aparecerá dentro dele. Executando o Homing Attack, Sonic irá como um raio em direção ao inimigo, não importando a distância. A diferença entre tudo isso é que Sonic é controlado pelo analógico e pode também retornar o caminho, algo que não era possível em Secret Rings. Outras diferenças também se aplicam às suas habilidades novas, que fazem com que os caminhos em 3D sejam bastante dinâmicos e rápidos.

  Já a perspectiva em 2D é similar à serie Sonic Rush. Sonic ficará mais limitado quanto aos seus movimentos em relação ao 3D. Mesmo assim, ele possui um controle melhor e mais nostálgico. O desafio aqui centra-se mais em evitar quedas no abismo ao invés de desviar dos obstáculos. A construção de fases é bem semelhante ao estilo Sonic Rush, trazendo rails aonde Sonic poderá subir e executar grinds junto de caminhos que deixam a jogabilidade um pouco "automática", pois Sonic faz uma sucessão de loops e outras tarefas com o auxílio de dash pads, esteiras que adicionam uma velocidade maior ao personagem. Também é fácil encontrar grandes quedas, seguidas de algum caminho logo abaixo, dando a sensação que o jogador irá cair no abismo e perder uma vida, mas é salvo por um caminho alternativo. Além disso, Sonic possui a habilidade de Boost, que foi criada em Sonic Rush, para deixar o game ainda mais rápido, o que não é diferente em Sonic Unleashed.

  Esses dois tipos de perspectiva implementam uma novidade no mundo do Sonic: As QTE's. Abreviação de Quick Time Event. As QTE's se resumem em apertar uma seqüência de botões que o game pede em determinado espaço de tempo, desencadeando alguma ação diferente caso o jogador erre ou acerte esta seqüência. Quando Sonic estiver correndo em alta velocidade, ou pulando algum abismo, o jogo sofrerá um slowdown proposital e alguns comandos serão introduzidos na tela. Acertando todos os comandos, será possível pegar um atalho. As QTE's nasceram num antigo game da Sega para Mega CD chamado Dragon's Lair, mas ganhou mesmo fama com a franquia Shenmue, game aclamado do console Dreamcast. A partir daí, muitos games implementaram esse tipo de elemento e não está sendo diferente com a franquia Sonic The Hedgehog

  O segundo conceito que causou grande polêmica ao título é a introdução de uma nova forma para Sonic, junto de uma nova jogabilidade para o universo do ouriço, que se assimila à games como God Of War e Devil May Cry. Werehog, uma forma alternativa do ouriço que se parece com um lobo, é focado em uma jogabilidade conhecida por Beat N' Up. As fases rápidas de Sonic entram em contraste com um clima mais explorador de Werehog. O jogador deverá percorrer por uma fase derrotando inimigos, pulando diversas plataformas e resolvendo pequenos puzzles. Esse tipo de jogabilidade causou uma polêmica ainda maior, por estar presente mais que a jogabilidade de Sonic.

  As fases de Sonic Unleashed são divididas em atos de duração um tanto quanto injusta em relação ao Sonic e Werehog. São fases com cerca de dois à cinco minutos com Sonic contra fases de quatro à seis ou sete minutos com Werehog. Completando algum ato, outro surgirá. Com Sonic, o esquema de atos é relativamente parecido: Em uma missão é preciso terminar uma fase normalmente, em outra é preciso coletar determinado número de argolas e em uma outra é preciso terminar a fase sem quebrar certos tipos de objeto pelo caminho. As vezes, com a introdução de alguma habilidade nova que será preciso a partir de uma fase em diante, poderá existir uma missão que servirá somente para um conhecimento melhor sobre aquela habilidade. Com Werehog, todos os atos serão focados em terminar a fase, sem alguma missão específica, como pegar determinado número de Rings. Algumas vezes, seu ultimo ato consiste em derrotar um grande chefe. O principal problema é que ao longo de Sonic Unleashed, suas fases ficam mais difíceis e maiores em relação ao Sonic.

  Ao final de cada ato, será possível ver a performance obtida do jogador. Dentro dessa performance, um Rank será obtido. Dependendo do Rank, algumas medalhas poderão ser ganhas. Essas medalhas servirão para abrir áreas secretas em um templo do jogo que dá acesso as fases pela primeira vez, chamado de Gaia Gate. Após o resultado do Rank, uma tela irá mostrar todos os itens secretos obtidos durante o ato. Esses itens secretos estão espalhados pelas fases de Sonic e Werehog em formato de monitores com um ponto de interrogação dentro. Quebrando esses monitores, um aviso mostrará que um item foi habilitado. Ao terminar o ato, será possível saber qual item foi habilitado e depois vê-lo na parte de extras do game.

  Para que o jogador prossiga na história e vá habilitando mais fases, ele precisa buscar informações em cidades que estarão disponíveis no game. Logo no começo do jogo, é possível ver o planeta rachado em diversas partes. É possível girar o planeta com o analógico. Em alguns pontos dele, pequenos globos com bandeiras dentro são visíveis, junto do nome do local. Entrando nesse local, é possível escolher em entrar na vila, selecionar as fases daquele local e entrar no Gaia Gate. Essas duas ultimas opções não são disponíveis quando se é a primeira vez que o local é visitado. O esquema utilizado na versão de Playstation 2 e Nintendo Wii para buscar por informações na ilha é semelhante ao esquema feito para entrar em localidades do planeta. Escolhendo a opção "Village" em um local, uma tela aparece com a vila ao fundo vista de longe. Em alguns pontos da vila, é possível encontrar novamente pequenos globos coloridos, com a indicação do local. Os globos que nunca foram visitados ou possuem informações novas, ficarão marcados pela palavra "New". Visitando cada globo, algum cidadão da vila irá informar algo sobre a história. Visitando a vila toda, um dos cidadãos do local irá entregar à Sonic ou ao Werehog uma espécie de chave. Ganhando essa chave, o Gaia Gate aparecerá na vila e poderá ser selecionado tanto nela quanto no mapa principal do game, aonde fica o planeta. Entrando no Gaia Gate, é possível finalmente jogar as fases daquele local.

  O sistema de fases de Sonic Unleashed é um pouco mais complexo que os outros games de Sonic. Será preciso voltar a alguma localidade mais de uma vez para fazer fases diferentes. Um grande exemplo é o local chamado Chun-Nan, aonde inicialmente só será possível jogar com Werehog e ao longo da história, o local terá de ser visitado novamente para jogar com Sonic. Apesar de parecer impossível ou complicado demais, na tela principal aonde fica o planeta, uma pequena tarja logo abaixo dele explica para aonde o jogador precisa ir. As vezes, ele poderá escolher mais de um local para visitar, o que deixa o sistema de fases menos linear. Prosseguindo na história ou completando as fases com Sonic ou Werehog em determinado local, mais missões poderão ser habilitadas. Quando isso acontece, a palavra "New" aparece no local em questão. Selecionando-o e depois indo na opção "Stages", uma lista aparece mostrando todas as fases já feitas e as novas missões que servirão para ganhar mais medalhas.

 

Enredo  

  Uma grande frota de naves estava sobrevoando o espaço. Todas elas pertencentes ao Dr.Eggman. Seu plano, não explícito no game de começo, esta prestes a ser interrompido por Sonic...como sempre! O ouriço mostra sua velocidade alucinante, desviando de robôs e destruindo outros até que finalmente é pego por Eggman, utilizando uma potente máquina. Sem pensar duas vezes, Sonic utiliza o poder das Chaos Emeralds e se transforma em Super Sonic, destruindo a máquina em poucos segundos e começando uma grande perseguição contra Eggman.

  Sem ter por onde ir, Eggman para numa sala com sua nave e é abordado por Super Sonic. Eggman tenta fazer um pedido de desculpas um tanto quanto esfarrapado para o ouriço, que já está cansado de toda essa situação. Mas o que Sonic não sabia é que tudo fazia parte de um grande plano. Eggman sorrindo desarma sua armadilha e cria um campo de força no qual Sonic não consegue fugir, mesmo estando em sua forma super. Após tentativas sem sucesso, Eggman aperta um botão e inicia talvez um de seus processos mais malignos: As energias das esmeraldas revertem a forma super de Sonic para uma forma parecida com um lobo, chamada de Werehog. Além disso, a arma destrói a terra em sete pedaços e dentro do núcleo dela aparece um gigantesco e maligno mosntro: Dark Gaia. Werehog tenta segurar-se com força diante de uma porta aberta na nave de Eggman, mas falha e cai na terra dividida em pedaços.

  Apesar da queda gigantesca, por incrível que pareça, Werehog fica vivo. Após a queda, a poucos centímetros de distância dele, junto das esmeraldas, um pequeno ser está desacordado. Ao abrir os olhos e ver Werehog, a primeira reação do pequeno bicho é fugir. Mas depois de perceber que Werehog não queria comê-lo, os dois acabam conversando e o ser revela que sofreu uma amnésia, não lembrando seu nome e porque estava deitado naquele local. Os dois prometem ajudar um ao outro para descobrir uma forma de reverter o que aconteceu com Sonic e descobrir quem o pequeno bicho realmente é. Pouco tempo depois, o sol começa a raiar e algo inusitado acontece: A maldição de Sonic passa e ele volta ao normal. Mais tarde ele irá descobrir que sua maldição apenas o afeta de noite. Além disso, descobrirá também uma forma de fazer o planeta voltar ao normal, com a ajuda de seu pequeno amigo, apelidado de Chip, que possui um grande mistério e importância em relação a toda essa tragédia que Eggman cometeu.

Análise Técnica

 Sonic Unleashed foi um game esperado por muitos jogadores, pois ele estendeu-se em diversas plataformas. No caso do Playstation 2, Sonic Unleashed é o game que parece fechar definitivamente a passagem do ouriço no console. Trazendo dois estilos de jogabilidade, seria Sonic Unleashed o game esperado por tantos e tantos anos?

  A apresentação do game é bem simples, trazendo um visual moderno nos menus. Apesar disso, ele poderia ser um pouco melhor organizado. Após a tela principal e as cenas do começo do game, o jogador irá deparar-se com o globo dividido em sete pedaços, todos separados do núcleo. Apertando os botões "L1" ou "R1", é possível entrar nas opções do game ou acessar a parte de extras com várias informações de Sonic Unleashed. O que complica é a disposição das localidades espalhadas pelo globo, o que pode fazer o jogador se acostumar depois de um tempo. Mas além da disposição dessas localidades, nada consegue ser tão complicado quanto o menu de fases de Sonic Unleashed: Ao entrar em alguma fase com Sonic ou Werehog apenas uma vez, ela poderá ser acessada também na parte "Stages" ao selecionar uma localidade no mapa, sem precisar entrar nos Gaia Gates. Essa tela mostra o nome da fase, junto do Rank e o número de medalhas obtidas pelo jogador, com uma pequena imagem de Sonic ou Werehog, representando quem é o personagem jogável naquele estágio. Tudo começa a ficar complicado quando missões novas aparecem e mais fases são acessadas naquela localidade. Apesar da indicação "NEW" nas missões que ainda não foram visitadas, o jogador terá que ficar procurando-as. E as imagens de Sonic e Werehog são bastante parecidas, o que acaba confundindo quem será jogável naquele estágio.

  Além dos menus um pouco complicados de começo, o excesso de loadings e de vezes que o game salva automaticamente irrita bastante, até porque a tela de loading possui um barulho parecido com um beep, que toca até que a tela seja carregada por completo. Pode até parecer pouca coisa, mas logo no começo, aonde o jogador terá de passar por um tutorial com Chip ensinando como fazer certas ações no game, que são bem evidentes, as telas de loading irão abusar com a paciência de qualquer um até o final do tutorial.

  Passando agora pela jogabilidade, ela pode ser dividida entre duas partes: Sonic e Werehog. As duas jogabilidades apresentam seus pontos fortes, principalmente a do Sonic e seus pontos fracos, principalmente a do Werehog. Começando pelo Sonic, sua jogabilidade é incrivelmente rápida e divertida. Fato é que suas fases são bastante lineares, mas a variedade de caminhos obtidos usando suas habilidades é bastante grande e aumenta muito o fator replay nas fases. Muitos caminhos não são possíveis de ser acessados na primeira vez que o jogador experimentar a fase, pois o reflexo para alguns desses caminhos tem de ser preciso demais. Todos os caminhos alternativos estão presentes nas perspectivas 2D e 3D. Outra coisa que pode ser notada logo no começo do game é que a extensão das fases de Sonic é absurdamente grande devido à grande quantidade de caminhos possíveis. Enquanto o jogador escolhe um caminho em uma fase, as vezes é possível ver o outro caminho não optado, passando aquela sensação que a fase é muito extensa.

   Diferentemente da versão de Xbox360 e Playstation 3 aonde as perspectivas mudam com bastante freqüência, as fases da versão Playstation 2 e Wii possuem em maior parte a perspectiva 3D. As partes em 2D acontecem em poucos tempos, mas ainda sim são bastante rápidas e divertidas, dando um pouco mais de "segurança" ao jogador. A construção das partes 2D são bem feitas, pois o jogador terá tanto de correr quanto pular obstáculos e pegar caminhos alternativos, assemelhando-se com as partes de Sonic Rush. O que desaponta nesta assimilação à Sonic Rush é que os caminhos 2D são repletos de abismos. Assim como no game portátil, o jogo parece pecar na parte bem pensada dos games clássicos aonde o jogador morria para seqüência de espinhos ou num mar de lava, coisa que não acontece em Unleashed, até porque Sonic passa por dentro de texturas como água e lava quando cai num abismo.

  As partes 3D que lembram bastante Sonic Secret Rings trazem um maior aproveitamento das habilidades de Sonic e possuem uma construção muito rápida divertida. O jogador conseguirá chegar numa grande velocidade em pontos da fase, mas também terá de se preocupar com curvas acentuadas e caminhos alternativos. Novamente, cair no abismo é o mais próximo da morte para Sonic, mas ainda sim, todas as fases trazem uma forma bem interessante para o ouriço percorrer nas mesmas. Uma das coisas mais estranhas no jogo é correr com o ouriço próximo das paredes nas fases. Ele irá soltar faíscas...literalmente! O que realmente parece é que Sonic foi tratado como um carro, nesse quesito.

  O Boost tem de ser usado com precaução em muitas áreas, pois a grande velocidade adquirida pode causar problemas próximos de abismos. Diferentemente de Secret Rings, em Sonic Unleashed é possível voltar a fase. De qualquer forma, com o grande número de abismos, o jogador não poderá voltar tão longe, mas ainda sim é algo necessário caso algum item tenha ficado para trás. Apesar de ser possível dar a volta, a sensação que o game passa é sempre querer ir para frente. Mesmo assim, é andando devagar que o jogador percebe o quão torto Sonic se movimenta. É realmente difícil fazer o ouriço andar em linha reta numa velocidade baixa. E mesmo quando a velocidade é alta, ainda sim ele deslizará  bastante. Isso irá causar uma dor de cabeça em fases que necessitam de um comando mais correto.

  Um dos fatores que deixa a desejar são os inimigos. São poucas as variedades de inimigos e nenhum deles são interessantes como em maioria dos games de Sonic. Os inimigos servem mesmo para carregar a barra de Boost, com o sistema de Action Chain do game ao invés de causar problemas. Para ter uma idéia, mesmo correndo em alta velocidade e encostando num dos inimigos normais do game, o máximo que acontecerá com Sonic será trombar com força e voltar um pouco sem perder Rings. Aliás, as Rings também facilitam um pouco o trabalho, pois dessa vez elas são perdidas pela metade. Ou seja, se você tiver 50 Rings, ao tomar algum dano, elas cairão para 25 e assim por diante. Voltando aos inimigos, os que mais podem oferecer problemas são pequenos ventiladores que jogam fogo e outros robôs que podem atirar. Fora isso, os inimigos estão simplesmente no meio do caminho para serem derrubados sem problema algum, ou para chegar em caminhos alternativos. Já os chefões de Sonic trazem uma dificuldade um pouco maior. Eggman sempre aparecerá com uma máquina gigante, tentando acertar Sonic de qualquer jeito. O objetivo infelizmente é homogêneo: Acertar o Cockpit de Eggman quando ele não estiver protegido por um escudo. Mesmo assim, como Sonic enfrenta os chefes sempre correndo, seus ataques podem pegar o jogador de surpresa, e o número de Rings que é mais escasso que o normal trará problemas algumas vezes. As vezes, é possível notar uma queda brusca de slowdown por poucos segundos, o que pode prejudicar a jogabilidade em pontos críticos dos chefes.

   Em relação à câmera, dessa vez ela não irá atrapalhar o jogador. Ela consegue focar todas as perspectivas de uma forma que torna possível enxergar sem problemas o que vem pela frente e o que está ao seu redor. Quando o personagem vira, diferentemente de alguns games do ouriço, a câmera irá acompanhar. Mesmo assim, ela demora um tempo relativamente alto para virar, até porque a tarefa parece um tanto quanto difícil pro ouriço, que demora um bom tempo trocando de lado. Além desse problema, outro pode ser notado. O Boost de Sonic é usado pelo ângulo de câmera. Ou seja, mesmo virado para trás, caso a câmera esteja virada para frente da fase, Sonic irá mandar seu Boost nessa direção. Fora isso, ela faz seu trabalho muito bem, principalmente em mostrar o jogador a sensação que ele está mudando a perspectiva 3D para 2D e vice-versa, sem confundi-lo na hora de usar o controle.

  Apesar da sensação de velocidade que o game traz, ela só é possível mediante o auxílio dos inúmeros Dash Pads pela fase e com sua barra de Boost. Sem ela, Sonic corre lentamente e de maneira ruim para controlar.

  Com Werehog, a sensação é que a sua jogabilidade poderia ser vezes mais trabalhada em aspectos que são simples, mas que podem irritar bastante o jogador, devido suas fases com longa duração. O sistema utilizado para que o personagem corra lembra muito os games Beat N' Ups antigos, aonde o jogador apertava duas vezes uma mesma direção para correr. Porém, o sistema não cai nada bem nas fases de Werehog, pois elas não se resumem somente à batalhas contra monstros e sim partes que lembram bastante um game de aventura. Werehog terá de pular por diversas plataformas encarando abismos em maior parte do tempo. O principal problema em relação as partes aventura é que o jogador acaba sem querer fazendo o lobo-ouriço correr além da conta. Talvez o exemplo mais fácil são fases que apresentam uma câmera um pouco distante, fazendo com que o jogador tente alinhar Werehog para pular corretamente nas plataformas. O que geralmente acontece é que enquanto tenta alinhar o personagem, o jogador acabe apertando e segurando o direcional na mesma direção, deixando o personagem cair no abismo. O pulo duplo seria a solução nesses casos, mas aí entra um outro problema: Werehog desliza muito enquanto corre com as 4 patas. Seus pulos nesse modo são de maior alcance, mas o controle sobre eles é muito incerto.

  Outro problema fica por conta dos objetos em que o lobo-ouriço pode ou não agarrar. Segurando R1 em objetos específicos, é possível ficar agarrado em postes, marquises ou em canos que fazem Werehog girar e pular para diversas direções, ao gosto do jogador. As vezes, no modo de batalha, fica difícil mirar o que realmente deve-se agarrar. E um outro problema são com os postes: Eles em maioria das vezes estão em locais que possuem abismos. Ao segurar o analógico para baixo, Werehog desce numa velocidade rápida e sai  do poste em questão. O problema é que muitas vezes o jogador acaba executando isso sem querer, devido à sensibilidade do analógico.

  As batalhas contra os inimigos são bem divertidas. Apesar de parecerem repetitivas as vezes, o número de vezes que elas aparecem em cada fase é bem distribuído. Os inimigos oferecem uma dificuldade relativamente boa, diferentemente dos inimigos de Sonic, e tiram uma boa quantidade de sangue. Eles também possuem uma barra de vida que tem uma duração razoável dependendo do inimigo. A estratégia é sempre abusar dos golpes especiais ou da barra Unleash, que dá ao Werehog uma força maior que o normal. A única coisa que o modo de batalha ficou devendo foi um botão para travar a batalha em um inimigo específico. Sem isso, é irritante atacar alguns inimigos de menor porte, ou os que ficam flutuando. Já os chefes, são bem divertidos e interessantes, mas sem muita dificuldade. Em maioria dos chefes, o objetivo é enfraquecê-lo de alguma maneira para depois atacá-lo sem parar. Algumas vezes, cenas podem aparecer, com o sistema de QTE, que trata-se de apertar os botões indicados na tela. Fazendo tudo corretamente, é possível dar um dano maior nos chefes.

  A câmera com Werehog é mediana. Ela foca bem a batalha em muitos pontos, mas em outros deixa a desejar, justamente pela distância ou proximidade. Em alguma batalhas aonde o jogador luta em pequenos pedaços de plataformas, a câmera acaba próxima demais, fazendo o jogador não ter muita noção do tamanho da área aonde está. Além disso, alguns inimigos cismam em ficar atrás de alguns objetos. Como a câmera não pode ser movida pelo controle, fica difícil saber o que tem de se fazer as vezes para derrotar o inimigo, ou para continuar a própria fase.

  Fora os erros citados de Werehog, suas fases são boas de ser jogadas, principalmente para quem curte o estilo Beat N' Up e aventura. A variação de combos não é grande, mas ainda sim é o suficiente para as batalhas em todo o game. E o jogador terá também de fazer algumas provas, como encontrar pequenas orbs negras para abrir passagens, apertar interruptores que revelam passagens e armadilhas e destruir paredes falsas.

  Os erros de Werehog podem até ser pequenos, mas irão estressar o jogador diversas vezes, pois ele é o personagem mais jogável em Sonic Unleashed. É uma pena porque de fato, as fases de Sonic são mais divertidas e dinâmicas. Infelizmente elas são relativamente pequenas. E ao terminar as fases, o jogador terá de fazer algumas missões são obrigatórias e repetitivas, como coletar Rings ou não destruir objetos no caminho. Não que elas sejam ruins, mas o cenário a fase é justamente a mesma, só que menor ainda. Mesmo assim, algumas missões não obrigatórias de Sonic em possuem fase e cenários completamente diferentes. Já Werehog, possui diversos atos com duração longa. E todos seus atos são áreas diferentes das outras e em maioria das vezes mais difíceis. Elas irão pedir um controle melhor em relação ao Werehog, algo relativamente difícil. E é aí que os problemas com a jogabilidade começam, pois os erros simples serão repetidos demasiadamente, deixando o jogador cansado.

  Para fechar o quesito jogabilidade, a versão de Sonic Unleashed para Playstation 2 e Wii não oferecem o Adventure Field como as versão do game para Xbox 360 e Playstation 3. Ao entrar numa cidade, o jogador terá a visão dela de longe e visitará pontos dela para conversar com pessoas. Infelizmente, isso é obrigatório e nada divertido. Para ter idéia do tamanho improviso, ao longo do jogo, Werehog terá de salvar Amy e pessoas que ficaram controladas pela energia do Dark Gaia em Spagonia à noite. Na versão Xbox 360 e Playstation 3, os inimigos são enfrentados numa determinada área da cidade. Na versão de Playstation 2 e Nintendo Wii, a batalha é estática. Fotos de três inimigos aparecem com comandos abaixo para serem executados. Executando todos corretamente, um inimigo é derrotando dando vez ao inimigo que estava atrás.

  Após conversar em todos os pontos, novos pontos aparecerão na cidade, prosseguindo com a história naquele local, até que alguém entregue algum Tablet e indique à Sonic ou Werehog a localização do Gaia Gate. Existem três tipos de tablets: Sun, Moon e Star. Ao entrar no Gaia Gate, é possível explorar o pequeno local com Werehog e abrir as portas com o tablet, para entrar na fase daquele país. O Sun Tablet corresponde as fases de Sonic, o Moon Tablet corresponde as fases de Werehog e o Star Tablet corresponde aos chefes que Sonic ou Werehog irão enfrentar. Terminando as fases e enfrentando os chefes de cada país, é possível ganhar novas missões, que não são obrigatórias e habilitar novos países para prosseguir com a história. As vezes, será preciso voltar nesse mesmo país para fazer outras fases.

  Graficamente, Sonic Unleashed é um game muito bonito no Playstation 2. Ele apresenta uma ótima iluminação, cenários bastante coloridos, principalmente nas fases de Sonic e efeitos bonitos. Ainda sim, alguns cenários parecem mais trabalhados em relação aos outros, mas o conjunto é muito bom, principalmente as fases de Werehog, que possuem fundos muito bonitos, como uma cachoeira enorme, por exemplo. O modelo de Sonic é muito bem feito em contrapartida com o modelo de Werehog, que ficou um pouco mais estranho devido a tentativa de tentar deixar o personagem com uma textura parecida com pêlos. As cidades, apesar de serem estáticas, trazem cidadãos com diversas fotos. As cenas do game, algumas pré-renderizadas da versão Xbox 360 e Playstation 3, possuem uma qualidade muito bonita e detalhada. Ainda sim, existem objetos com aquele "serrilhado" e texturas dentro do game que são meio estranhas, como a própria pele do Werehog que já foi citada, algumas paredes que ficam estranhas e o céu de algumas fases que são totalmente estáticos e apresentam uma textura de baixa qualidade. Também é fácil de ver Sonic ou Werehog passando por dentro de texturas quando cai em abismos como se elas não existissem.

  A parte sonora do game trás um diferencial após anos dos games de Sonic: As músicas tentam trazer o estilo clássico, com poucas faixas contendo guitarras e riff's parecidos com as trilhas dos games da geração 128 Bits do ouriço. Dessa vez, músicas com clima mais alegre e místico tomam lugar em Sonic Unleashed, jogando com o ouriço. Boa parte das músicas captam bem a atmosfera de cada fase.Já as músicas de Werehog, em grande parte possuem uma duração bem longa e trazem samples das músicas de Sonic com um clima um pouco mais voltado ao Blues e Jazz. Ao deparar-se com um monstro jogando com Werehog, a música é imediatamente trocada para o tema de batalha, que lembra mais fases relacionadas à Cassinos. Infelizmente a música tema de batalha não irá mudar por fase, ou seja, ela tocará a cada vez que um inimigo aparece, deixando ela ainda mais irritante. A música tema, "Endless Possibility", traz uma letra que retrata bem a situação de Sonic no game. Mais uma vez, a banda Crush 40 ficou de fora dessa vez, dando lugar ao artista Jaret Reddick. Apesar da música ter um clima Rock/Pop bem homogêneo de bandas americanas, é um tema que combina bem com o game. Enfim, a parte musical do Unleashed teve uma mudança drástica em comparação com os games antecessores do ouriço da geração 128 Bits e dividiu bastante a opinião de alguns fãs. Apesar de músicas legais por parte de Sonic, temos em contrapartida Werehog que possui músicas longas e nada memoráveis e que em momento algum lembram o clima clássico e sônico. O trabalho é bom, mas ainda ficou devendo bastante, justamente pelas músicas de Werehog.

  Ainda na parte sonora, a versão de Playstation 2 e Nintendo Wii infelizmente não traz a opção de escolha do audio inglês e japonês nas vozes dos personagens. Isso significa que jogando o título "Sonic Unleashed" as vozes serão somente em inglês e jogando o título "Sonic World Adventure" as vozes serão somente em japonês. Como o review retrata mais a versão ocidental, as vozes comentadas serão as do idioma inglês. Em geral, a dublagem americana sempre cumpre o seu trabalho...desta vez, todas as vozes ficaram muito boas. O dublador de Sonic fez um trabalho um pouco mais sério, parecido com seu trabalho em Sonic The Hedgehog 2006. A voz de Chip, diferentemente da versão japonesa, é relativamente grossa para o aspecto do personagem. Sua voz apesar de estranha no começo, cai bem ao personagem. Werehog, que também é feita pelo mesmo dublador de Sonic, possui um pouco do jeitão do ouriço azul com o Shadow. O trabalho com o Werehog acaba ficando bastante forçado em relação a voz japonesa do lobo-ouriço. Além desses personagens, Amy, Tails, Eggman e alguns cidadãos da vila possuem alguns diálogos que também cumprem bem o papel no game.

  Os efeitos sonoros, diferentemente das músicas, não são tão parecidos com o clima clássico dos games do ouriço. Tirando o som das rings coletadas, o som das molas, dos inimigos derrotados e entre outros apresentam o mesmo estilo de som de Sonic The Hedgehog 2006. Já com Werehog, seus golpes e os golpes do inimigo também apresentam som com uma qualidade ótima. E todos eles possuem um nível de audição bom, que não se confunde com as músicas e muito menos deixam elas tão baixas.

  A diversão está bastante presente em Sonic Unleashed, junta ao fator replay. O game traz bastantes fases e inúmeras missões que devem ser feitas com os dois personagens jogáveis e milhares de conteúdos habilitáveis, procurando monitores especiais pelas fases ou conversando com alguns cidadãos das vilas. Apesar de Tails e Amy aparecerem no game, eles não são jogáveis. Então, com somente dois personagens jogáveis, cada um com seu estilo diferente de jogabilidade, Sonic Unleashed não apresenta um modo Multiplayer. De qualquer forma, dois jogadores podem tentar quebrar recordes nas missões de Time Attack com os personagens.

  Infelizmente, o game parece tentar ser clássico em muitos pontos, mas peca em vários outros, principalmente pela falta de elementos mais que carimbados no universo Sonic. Não existem monitores de vidas e muito menos de Rings. O que existe são grandes argolas com um número dentro delas, correspondente ao número de rings que o personagem coletará ao encostar na mesma, algo herdado da franquia Sonic Rush. Os Checkpoints também foram removidos, Sonic e Werehog voltarão em um ponto pré-determinado dependendo de onde eles perderam vida. Isso também é herdado de outra franquia nova, Sonic Secret Rings. No caso de Werehog, se ele perder alguma vida durante as batalhas, ele retornará no mesmo ponto. Além do mais, Werehog é um personagem que caiu  do nada no universo Sonic Unleashed. Eggman usa Sonic como armadilha, transformando-o em Werehog, mas não diz em momento algum que isso seria parte de seu plano e ignora completamente a forma alterada do personagem.

Personagens e Habilidades

 Sonic Unleashed envolve dois tipos de jogabilidade diferentes: As fases com Sonic, centradas em velocidade com presença de jogabilidade 2D e 3D e as fases com Werehog, centradas em exploração, aventura e batalhas contra inimigos. As fases de Sonic sempre se passam de dia e as de Werehog sempre se passam à noite.

Sonic The Hedgehog: Sonic possui velocidade de início ao fim. Suas fases são bastante lineares, mas a variedade de caminhos quebra esse ritmo com atalhos que poderão dificultar ou ajudar ao longo de cada ato. Para que Sonic ganhe o Rank S, que garante três medalhas, será necessário terminar a fase em um tempo estipulado. Esse tempo estará visível sempre ao canto superior esquerdo da tela, com o desenho da letra S. Caso ultrapasse o tempo determinado, o seu número de medalhas será diminuído e um outro tempo será estipulado. Isso acontece sucessivamente enquanto o nível do Rank desce de S para A, de A para B e de B para C. Adquirindo o Rank C, nenhuma medalha será ganha ao final da fase.

  A estratégia com Sonic é tentar abusar dos caminhos alternativos. Muitos deles serão acessados destruindo inimigos e pegando impulso para acessar plataformas mais altas. Outros caminhos possuem a adição de um elemento novo no universo Sonic e altamente influenciado pela franquia Shenmue, também da Sega: trata-se das QTE's. Enquanto estiver correndo, ou saltando em pleno ar, a tela foca em Sonic e uma seqüência de botões aparece. Apertando a seqüência corretamente num determinado tempo faz com que o jogador consiga o acesso a um caminho mais rápido ou que poderá revelar itens secretos. Errando a seqüência, o caminho acessado será um pouco mais longo ou difícil.

  Sonic também enfrenta alguns chefes ao longo do game. O estilo adotado lembra um pouco de Sonic Advance 2 com Sonic Secret Rings, pois Sonic não para de correr em nenhum minuto. Novamente, o game irá abusar das perspectivas 2D e 3D nos chefes.

Pulo: apertando o botão "X", Sonic poderá pular para desviar de obstáculos. Apertando o botão "quadrado" enquanto Sonic estiver no ar, faz com que ele caia numa velocidade bem grande. Essa habilidade serve para quebrar alguns obstáculos e abrir passagens secretas.

SpinDash: Sonic executa o SpinDash de uma forma superficial em Sonic Unleashed. Ao começar a fase, uma contagem aparece. Quando Sonic gritar "GO!", ele começa a correr e pegar impulso. Apertando o botão "bola" justamente na hora que a palavra "Go" for pronunciada, Sonic executa um Spin Dash, adquirindo maior velocidade na partida. Caso o jogador aperte o botão cedo ou tarde demais, Sonic cairá e perderá um pouco de tempo. Quando o Sonic faz um Boost em cima de um Speed Pad, ele também faz um SpinDash, mais longo dessa vez.

Quick Step: As partes 3D do jogo são carregadas em grande vezes de armadilhas ou caminhos falsos. Como Sonic corre rapidamente, e a precisão que o jogador tem com o Sonic controlando-o pelo o analógico não é muito exata, o Quick Step foi criado para acabar com alguns problemas. Apertando os botões "L1" e "R1", Sonic deslizará um pouco para a esqueda (apertando "L1") ou para a direita (apertando "R1"), fazendo manobras e desviando de obstáculos com maior precisão. Essa habilidade pode ser usada para pular de um Rail para outro em alguma fase.

Homing Attack: Apertando o botão "X" enquanto Sonic estiver no ar faz com que ele execute o Homing Attack. Habilidade mais que conhecida, ajuda o jogador atacando os inimigos ou pegando um pouco de impulso. Ao chegar próximo de inimigos, uma mira vermelha aparece nos mesmos. Utilizando o Homing Attack, Sonic desfere um forte ataque na direção dos inimigos. Alguns robôs só estão em locais específicos para que o jogador utilize o Homing Attack e encontre algum caminho alternativo ou carregue sua barra de Boost. Nas versões de Xbox/360 e Wii o Homing Attack é um botão a parte.

Boost: Possui uma função parecida com o Spin Dash, mas muito mais eficiente. Apertando o botão "bola", Sonic será envolto por uma aura azul adquirindo uma velocidade imensa. Todos os obstáculos no caminho, como caixas e inimigos serão jogados para longe. É possível também utilizar o Boost em veículos ou no ar, tanto na perspectiva 2D quanto 3D. Mesmo assim ele não estará disponível direto: Existe uma barra localizada no canto inferior da tela, que corresponde à barra de Boost. Para enchê-la, é preciso coletar anéis ou destruir inimigos e fazer certos tipos de ações numa seqüência, o que é chamado de Action Chain no game. Coletando um certo número de argolas, sua capacidade de armazenar mais barras para a execução do Boost aumenta, enquanto a barra enche completamente. Apesar de ser uma ótima técnica, alguns cuidados precisam ser tomados, principalmente utilizando o Boost próximo de abismos e em frente à grandes paredes. No caso das paredes, Sonic irá colidir com elas e cair de forma bastante engraçada, lembrando um desenho animado.

Sonic Drift: Na perspectiva 3D com Sonic, existem algumas curvas bastante acentuadas que não podem ser feitas em alta velocidade sem a utilização do Sonic Drift. Segurando o botão "quadrado" junto de alguma direção no analógico faz com que Sonic coloque as mãos no chão e gire rapidamente para o outro lado. Ele desliza enquanto faz a técnica, o que torna um pouco difícil a execução das curvas que são ainda mais difíceis.

Light Speed Dash: Apertando o botão "bola", próximo à uma fileira de Rings, Sonic usa o Light Speed Dash. Útil para pegar grande impulso e coletar rings para aumentar a barra de Boost. Alguns atalhos só são acessados com o Light Speed Dash.

Wall Jump: Na perspecitva 2D com Sonic, algumas paredes podem ser "escaladas" utilizando a habilidade do Wall Jump, aquela habilidade que Mighty já tinha em Knuckles' Chaotix. Ao se aproximar de duas paredes especiais para o Wall jump e pular, Sonic irá ficar grudado por um curto tempo numa das paredes. Apertando rapidamente o botão de pulo mais uma vez, faz com que Sonic pule mais alto para o outro canto da parede. Executando isso num ritmo certo, Sonic irá subir toda a parede e possivelmente encontrará um caminho mais rápido que o normal. As paredes em que o Wall jump pode ser utilizado geralmente possuem argolas que parecem estar posicionadas em forma de zig-zag.

Werehog: A principal polêmica de Sonic Unleashed traz uma jogabilidade que volta a fazer sucesso: Os Beat N' Ups. Com Werehog, o jogador terá de percorrer fases à noite derrotando inimigos e chegando ao Goal Ring. O lobo-ouriço possui diversos atos em cada país do globo, ou seja, ao final de uma fase, outra irá iniciar com um desafio ainda mais difícil. A forma de Rank de Werehog se baseia no número de rings coletadas, junto do número de orbs coletados e no tempo demorado para terminar a fase. Completando a fase em tempo exato ou menor e adquirindo um numero igual ao maior de Rings e Orbs, o rank S será obtido. Conseguindo somente dois requerimentos, o Rank obtido é A. Conseguindo um requerimento, o Rank é B e caso nenhum requerimento seja atingido, o Rank obtido é C.

  Como a cada fase os inimigos ficam mais difíceis, a jogabilidade de Werehog possui um sistema de level up parecido com o game God Of War. Em suas fases, caixas e monitores trarão uma espécie de energia vermelha que pode ser coletada. Ao final de cada ato, após a tela de Rank, uma outra tela aparece mostrando uma roda gigante com a face apresentando um "tubo" em sua borda. Esse tubo enche com a quantidade de energia vermelha coletada durante a fase. Quando ela chegar num ponto exato, Werehog poderá ganhar novos ataques, aumentar seu sangue e sua força, além de outros. Ainda existem outros dois tipos de energia: A verde e a azul. A energia verde, que é extraída ao derrotar certos inimigos, irá recuperar a vida do personagem. Também é possível recuperar a vida coletando Rings. Já a energia azul serve para ativar o modo Unleashed. Esse modo deixa Werehog envolto por uma aura azul, concebendo-o novos ataques além de uma maior força e resistência. A barra possui uma duração limitada e pode ser carregada novamente, ao encontrar monitores ou destruir caixas com energia azul.

  Os chefes de Werehog serão em maior parte monstros controlados pela energia de Dark Gaia. Todos eles possuem uma certa estratégia, pois os chefes não serão enfrentados em alta velocidade, ao oposto de Sonic.

Pulo: apertando o botão "X", Werehog poderá pular para desviar de obstáculos e alcançar plataformas. Apertando o botão de pulo enquanto Werehog estiver no ar faz com que o personagem execute um pulo duplo.

Correr:
Werehog não corre tão rápido quanto Sonic, mas ainda sim adquire uma boa velocidade. Para que isso aconteça, é necessário apertar e depois segurar a mesma direção no analógico. O lobo-ouriço irá correr com 4 patas e deslizar bastante. Tome cuidado pois ao executar o pulo enquanto Werehog corre com 4 patas, ele sairá com maior altura e distância, mas com uma direção difícil de controlar.

Ataques: Para derrotar os inimigos presentes em massa nas fases de Werehog, o jogador poderá utilizar seqüências de socos e golpes com as garras. O botão "quadrado" faz Werehog atacar com seu braço esquerdo e o botão "bola" faz com que ele ataque com seu braço direito. Ao utilizar os botões de formas alternadas, os ataques ganharão variações. Atacando com o botão "quadrado" ou "bola" enquanto Werehog estiver correndo com 4 patas faz com que ele tome um grande impulso e utilize suas garras, deixando os inimigos tontos. É possível atacar também enquanto estiver pulando, apertando qualquer um dos dois botões.

Ataques Especiais: Apertando o botão "triângulo", Werehog utilizará seus ataques especiais. Eles poderão ser executados de diferentes formas. Essas diferentes formas significam apertar o botão "triângulo" combinado com algum outro botão, ou enquanto Werehog estiver no meio de algum combo. Mais ataques poderão ser ganhos ao completar a barra com a energia vermelha no final da fase.

Defesa: Werehog pode defender dos ataques de seus inimigos segurando o botão "L1", tampando o seu próprio rosto. É uma habilidade altamente recomendada na luta contra os inimigos gigantescos que atacam com a ajuda de um porrete de madeira.

Agarrar-se: Werehog poderá agarrar objetos específicos no game, esticando o máximo possível seus braços. Objetos como postes e marquises luminosas poderão ser agarrados pelo lobo-ouriço, segurando o botão R1. Para ter certeza, uma mira aparecerá no objeto desejado e um balão com uma foto do botão "R1" é iluminado. Também é possível agarrar em alguns inimigos e algumas caixas que servirão de arma. As caixas e alguns inimigos podem ser arremessados apertando o botão "X".

Unleash Power: Werehog poderá utilizar seu poder Unleash apertando os botões "R1" e "L1" ao mesmo tempo. Isso cria uma aura azul no personagem, deixando seus ataques com uma força descomunal. Além disso, sua força, agilidade e resistência é bem maior. Os ataques especiais executados por Werehog na forma Unleash são diferentes e mais potentes. Além disso, novos ataques especiais nesta forma Unleash poderão ser adquiridos coletando as energias vermelhas.

Localidades

   Sonic Unleashed possui um sistema diferenciado para as localidades presentes no game. Na versão Xbox 360 e Playstation 3, Sonic visita todas as localidades do planeta como Adventure Fields, resolvendo alguns puzzles para acessar fases. A desvantagem é ter de coletar as Sun e Moon Medals que são obrigatórias para abrir as fases e continuar com a história. A versão Playstation 2 Nintendo Wii possui um esquema um tanto quanto diferente. No caso, este review é focado na versão de Playstation 2 e Nintendo Wii.

  Logo no começo do game, o jogador terá à disposição o planeta Terra, dividido em sete pedaços. Movimentando o analógico faz o planeta girar também. Dentro do planeta, em alguns pontos do continentes, existem alguns pequenos globos com um nome acima deles. Esses nomes indicam a localidade. Escolhendo a localidade, um sub-menu aparece com três opções: Village, Stages e Gaia Gate. Entrando nessa localidade pela primeira vez, só é possível escolher a opção Village. Entrando na opção, uma foto da vila vista de longe aparece. Em cada ponto da vila, existe novamente os pequenos globos, representando os locais da vila aonde Sonic ou Werehog poderão visitar. Ou seja, diferentemente da versão Xbox 360 e Playstation 3, as vilas se resumem em visitar os pequenos globos em busca de informações.

  Escolhendo o local dentro da vila, algum cidadão irá conversar com Sonic ou Werehog. Após toda a conversa, é preciso visitar outro localidade na vila. Os lugares não visitados possuem a frase "NEW!" em cima do pequeno globo. Ao conversar com todos na vila, geralmente é preciso visitar novamente outro lugar. Após seguir a história do local, algum morador entregará ao Sonic ou Werehog um Tablet que será usado nos Gaia Gates, locais de acesso as fases do game. O Gaia Gate poderá ser selecionado dentro das cidade também. Após visitar o Gaia Gate pela primeira vez, ele poderá ser selecionado no sub-menu de algum país. Ou seja, escolhendo algum país e entrando no Sub-Menu, a opção Gaia Gate estará disponível e o jogador não precisará entrar novamente nas cidade daquele país. O mesmo vale para as fases, que podem também ser acessadas pelo sub-menu daquele país.

  Concluindo as fases daquele local e prosseguindo com a história, novos países podem aparecer no mapa. Para ter acesso, é preciso mover o planeta com o analógico e encontrar a localidade. Algumas vezes é necessário voltar num país já visitado, para jogar as fases do personagem oposto ao jogado anteriormente. Após enfrentar o chefe do local, Werehog ou Sonic restaurarão o local. Recuperando um pedaço do planeta, o país que está naquele lugar também será recuperado. Entrando nas cidade, será possível mudar entre noite e dia, para conversar com outros moradores e ganhar itens extras com eles.

Gaia Gates

  Em Sonic Unleashed, para ter o acesso pela primeira vez em fases com Werehog e Sonic, é preciso passar pelos chamados Gaia Gates, que estão localizados em países do planeta. Ao entrar numa vila e conversar com os cidadãos dela, seguindo a história, será possível ganhar alguma Tablet, que são divididas entre Sun, Moon e Star Tablets. Elas darão o acesso ao Gaia Gate que será criado no mapa da vila logo em seguida.

  Ao entrar no Gaia Gate, o jogador terá comando de Werehog e poderá explorar o pequeno local, com exceção do Gaia Gate de Apotos, que é visitado somente por Sonic. Em cada Gaia Gate existe um grande número de portas. As portas principais se localizam ao final, cada uma com uma cor diferente e um piso diferente à frente da porta. Cada piso traz o desenho da lua, sol, e estrela, respectivos ao tablet ganho na vila. Ou seja, caso tenha ganho o Moon Tablet, o jogador só terá acesso à porta que possui o desenho da lua, para acessar as fases com Werehog. O Sun Tablet pertence as fases de Sonic e o Star Tablet pertence aos chefes enfrentados por Sonic. Uma vez visitada as fases, não será preciso entrar no Gaia Gate para poder visitá-las. Na tela principal de Sonic Unleashed, aonde possui o planeta, será possível escolher a localização desejada e acessar a opção Stages, para jogar as fases novamente e encarar novas missões.

  Além das portas que dão acesso as fases, outras portas também poderão ser acessadas. Aproximando-se delas, Chip informa o número de Moons e Sun Medals necessário para abri-las. Essas medalhas são adquiridas por Sonic e Werehog, terminando as fases em determinado Rank e fazendo missões. Abrindo as portas, elas poderão conter pequenos desafios até que o jogador encontre o que interessa: geralmente monitores que habilitam conteúdos na seção de Extras do game. Também é possível encontrar monitores que dão uma vida a mais para Sonic e Werehog permanentemente e monitores que adicionam missões em localidades do planeta. Nessas áreas, em alguns trechos é possível ver brechas no teto que dão passagem para a luz. Parando em cima dessa luz por um momento, Werehog transformará em Sonic por um determinado tempo. Isso será necessário para fazer alguns desses desafios. O principal problema é que Sonic tem uma movimentação muito complicada nessas áreas, fazendo o jogador perder chances diversas vezes. Conseguindo achar todos os monitores daquela porta, um pequeno balão de cor amarelada avisará ao jogador que aquela área foi completada, não existindo mais itens para coletar naquela porta.

  Além disso, é possível acessar o Gaia Gate de outro país, logo no começo do templo, logo à esquerda. Vários portais estarão disponíveis. Cada um deles irá levar Werehog a um Gaia Gate específico. Só é possível acessar os outros Gaia Gates pelos portais caso eles tenham sido visitados pelo menos uma vez.

Fases

  Sonic Unleashed possui um sistema de fases um pouco diferente. No esquema do game, as fases de dia serão todas jogadas com Sonic e as fases de noite serão todas jogadas com Werehog. Após entrar no Gaia Gate e abrir a porta respectiva ao personagem, suas fases começarão. Elas são divididas em vários atos por fase. As fases de Sonic se resumem geralmente em terminá-las normalmente no primeiro ato e após isso, os outros atos se resumem em coletar Rings ou terminar a fase sem quebrar determinados objetos, tudo isso num determinado tempo, passando pela mesma fase em alguns determinados pontos. Já as fases de Werehog apresentam atos mais prolongados, todos eles diferentes dos anteriores mas com a mesmo objetivo de completar a fase somente. Infelizmente, nessa versão de Sonic Unleashed, Sonic e Werehog não possuem fases em Empire City e Mazuri. Ainda sim, Mazuri é uma localidade presente na história do game e uma batalha contra Eggman é feita no país.

  Ao final de cada fase com os dois personagens, um Rank será obtido dependendo de seu tempo, com Sonic, ou performance, com Werehog. A cada Rank, um número de medalhas será ganho. As Moon Medals são obtidas com Sonic e as Sun Medals são obtidas com Werehog. Visitando a fase pelo menos uma vez, será possível entrar nas mesmas direto pela tela principal do game. Jogando o game normalmente, mais missões serão habilitadas nas fases para que o jogador possa coletar mais medalhas.

  Existem algumas missões antes de fases no game, em que Chip irá ensinar como funciona determinadas habilidades. Ele poderá fazer isso em fases específicas, sem alguma missão antes. Quando isso acontece, é um pouco irritante, pois quebra o clima de velocidade para que Chip de uma explicação que o jogador acaba descobrindo antes na maioria das vezes.

  No caso de Sonic Unleashed, as vezes será necessário voltar em um país para jogar fases com o personagem oposto ao jogado antes. Também existirá a possibilidade de escolher algum país para jogar as fases primeiro que o outro. Como o jogador deverá visitar algumas localidades mais de uma vez, todos as fases listadas nesse review estarão na ordem correta do game. As fases com Werehog possuem a letra "W" e as fases com Sonic possuem a letra "S". A seguir da letra, o país respectivo à fase e o nome da fase.

As fases de Sonic Unleashed são:


Apotos - Windmill Island: Primeira fase, após o tutorial.
Primeira fase, baseada em cidades turísticas da Grécia, é uma das fases mais fases, as missões são meio que um modo Tutorial, essa zona não tem chefe. Aqui será possível conhecer um pouco mais das habilidades de Sonic no game. Fase bem fácil que traz poucos inimigos e um bom número de atalhos. O clima é muito bonito já trazendo grande velocidade, principalmente as partes 2D que trazem vários Rails. Windmill Island é a única fase no game que possui duas missões de chegar até o final da fase, trazendo fases diferentes.

Apotos - Moolight Town/Moonsoaked Alleys/Hill Beneath Starry Skies: Primeira fase de Werehog, após o tutorial. Nada tão complicado, o jogador não terá problemas com excesso de abismos ou monstros. Mesmo assim, deve-se tomar cuidado com os inimigos, já que o nível de energia de Werehog não é tão grande assim no começo do game.

Mazuri - Chefe - Egg Beetle: Lembra um ambiente africano. Primeiro chefe do game. Não precisa de muita estratégia, apenas desvie de seus lasers quando Eggman estiver à sua frente e quando puder, use o Boost no Cockpit de Eggman. Ele irá passar para o fundo, obrigatoriamente na perspectiva em 2D, jogando mísseis em direção ao Sonic. Desvie novamente e tente acertá-lo assim que ele retornar à frente de Sonic.

Spagonia - Aleys Of Spagonia/Jet Black Back Streets/The Great Aqueduct: Fase baseada na Europa, de noite lembra Londres e de dia lembra Santiago, localização do primeiro laboratório do Prof° Pickle. As fases de Werehog em Spagonia começam a apresentar bastante pontos com quedas e principalmente plataformas estreitas. O jogador deverá tomar cuidado principalmente com as seqüências de postes na qual Werehog pode agarrar-se, aonde abaixo encontra-se nada além de abismo, quando for coletar as orbs negras para abrir passagens.

Holoska - Cool Edge: Fase baseada no Alasca. Fases no gelo sempre trazem um clima nostálgico por culpa da Ice Cap. Em Cool Edge, não é muito diferente, justamente pela grande diversão! Sonic começará na fase numa espécie de trenó, sendo possível utilizar boost dentro dele. Antes da fase começar, uma pequena missão começará e Chip explicará um pouco da habilidade que Sonic usa para poder quebrar certo tipo de blocos de gelo na fase.

Chun-Nan - The Sacred Shrine/Rising Dragon Falls/Path To The Darkness: Essa fase lembra a China e na versão do PS3/360 corre em cima de um dragão representando a grande muralha. Existe bastantes pontos com água nas fases em Chun-Nan com Werehog. Mas diferentemente do ouriço, Werehog não poderá surfar por cima delas, o que deixa alguns pedaços mais complicados. Ao final do terceiro ato, tome cuidado com o grande inimigo com porrete, que tira grande parte da vida do lobo-ouriço.

Chun-Nan - Chefe - Dark Gaia Phoenix: Uma Phoenix difícil de encarar, pois ela está toda em chamas! Para acertá-la, é preciso primeiro subir as plataformas existentes na área e segurar um carregado com água. Quando a Dark Phoenix estiver próxima, jogue-a um barril para que o fogo em volta apague por um tempo. A Phoenix ficará no centro da arena tentando recuperar-se. Enquanto isso, desfira seus ataques mais potentes. Quando ela tentar atacar, uma QTE aparecerá. Fazendo-a corretamente, Werehog ataca o chefe de um jeito muito interessante, tirando bastante dano. Quando o corpo da Phoenix estiver pegando fogo novamente, repita o processo de jogar o barril cheio de água em cima dela. Será preciso jogar mais barris que o normal.

Spagonia - Rooftop Run: Ótima fase do ouriço. O jogador irá percorrer por campos com curvas mais fechadas, forçando o uso do Drift. Além disso, existem diversos atalhos que são pegos subindo por cima dos tetos de algumas casas! É uma fase bem curta e rápida ao mesmo tempo.

Spagonia - Chefe - Egg Devil Ray: Chefe bastante interessante com Sonic. Egg Devil Ray lança uma seqüência de lasers que poderão confundir o jogador. Tente não ficar tão próximo ou distante de Eggman, para ter maior precisão quanto à tarefa de desviar de seus lasers. Quando ele der uma brecha, seja na perspectiva 2D ou 3D, ataque-o sem dó. Em alguns pontos, a câmera ficará acima dos dois personagens. Eggman fará uma seqüência de lasers e tiros. Novamente, não é aconselhável ficar muito próximo do chefe. Espere até que sua proteção no Cockpit termine para atacá-lo novamente.

Chun-Nan - Dragon Road: Uma das fases mais divertidas, Dragon Road traz partes aonde Sonic irá literalmente andar por cima da água! Além disso, vários caminhos mostram o quão extenso é o level design do game. Só tome cuidado para não pular enquanto Sonic estiver andando por cima da água, pois será morte na certa.

Holoska - The Aurora Snowfields/The Ice Floe/The Temple Of Ice: As fases com Werehog em Holoska são bem complicadas, devido ao fator do personagem escorregar bastante enquanto corre, adicionando o chão que faz ele derrapar mais ainda. Partes com plataformas e abismos irão pedir do jogador grande paciência para não gastar vidas à toa.

Holoska - Chefe - Dark Moray: Chefe bastante fácil para derrotar com Werehog. Dark Moray é um monstro gigante que está dentro de um escudo de proteção. Para destruir o escudo, será preciso destruir antes alguns geradores que ficam abaixo da plataforma na qual Dark Moray está. Alguns inimigos tentarão dificultar sua tarefa, mas de resto é tudo bem fácil. Destruindo os geradores, o escudo some por pouco tempo, sendo possível subir a plataforma. Desvie dos ataques do chefe para que Werehog não se machuque e perca tempo e depois dê uma série de golpes em Dark Moray. Ele cuspirá cápsulas de gelo. Aproveite para pegá-las e jogá-las novamente no chefe, congelando-o. Assim, o dano causado nele é vezes maior.

Shamar - Arid Sands: Fase que lembra a Índia. A fase que lembra muito o estilo Sonic Secret Rings de Sonic Unleashed, justamente por seu cenário desértico. Em Arid Sands, a habilidade Light Speed Dash com Sonic será mais utilizada para alcançar caminhos alternativos ou até mesmo prosseguir sem perder a vida. Tome cuidado no final, com a grande seqüência de rails. Caso não consiga pegá-las, o caminho por terra possui alguns abismos.

Adabat - Starry Night/Restless Coastside/Deep Jungle/Heavenly Ruins: Fase baseada nas Arábias. Uma selva à noite é sempre mais perigosa. Com Werehog, o jogador irá enfrentar inimigos bem fortes além de vários momentos aonde plataformas bem estreitas são encontradas. Tome cuidado na segunda zona, aonde um grande rodamoinho de água se forma no meio da fase. Apesar da zona não ser tão longa, esse pedaço pode tirar bastante vida do jogador.

Shamar - The City Of Sand/The Scorched Rock/Valley of Spirits/Altar Of Oblivion: Fase baseada na Oceania. A partir de Shamar, as fases de Werehog começam a ganhar mais atos e uma duração ainda maior. Como não é diferente, o desafio também fica ainda maior. Tome muito cuidado nas fases de noite em Shamar, pois diversas plataformas estreitas acabam estressando o jogador devido aos erros na jogabilidade com o Werehog. Além disso, em vários pontos das fases será preciso utilizar os barris carregados de água para abrir passagens que estão bloqueadas pelo fogarel.

Shamar - Chefe - Dark Guardian: Dark Guardian é um chefe relativamente fácil com Werehog. Você irá enfrentar um monstro de estatura um pouco maior que o lobo-ouriço numa espécie de arena. O que deixa tudo mais fácil é que existe diversas Rings gigantes que podem ser coletadas para recuperar a vida. O jogador precisa somente acertá-lo e defender de seus ataques normais. A tarefa pode ficar um pouco chata, pois o chefe desloca-se de um lugar para outro com bastante facilidade.

Adabat - Jungle Joyride: Uma das fases mais frenéticas com Sonic e uma das mais bonitas. Jungle Joyride conta com vários momentos em que o jogador precisará usar o Homing Attack para encontrar caminhos alternativos. Além disso, cipós estão espalhados pela fase. Tome cuidado na hora de usá-los, pois é fácil cair de um cipó para o outro.

Adabat - Chefe - Egg Lancer: Chefe bastante interessante com Sonic: Egg lancer começará correndo numa grande e espaçosa pista. Desvie de seus tiros e lases e acerte-o quando o cockpit estiver sem proteção. Em alguns momentos, a perseguição contra Eggman será com Sonic correndo em alta velocidade na parede! Em alguns momentos de todo o percurso, uma QTE aparece. Fazendo-a corretamente, será possível atingir Eggman mais uma vez.

Eggmanland - Eggmanland: A fase mais difícil com o ouriço. Será impossível não cair direto em curvas acentuadas na primeira vez ao visitar a fase! Além de ser bastante demorada, Eggmanland traz vários momentos aonde o jogador precisará passar por uma série de obstáculos em cima de abismos. O trenó da fase Cool Edge também estará presente em Eggmanland, e diversos outros aparelhos. Tome bastante cuidado no final, pois pequenas plataformas irão exigir o uso do Quick Step.

Eggmanland - Infiltration/Robot Factory/Beyond The Factory/To Zero Point: Em Eggmanland, as fases com Werehog são repletas de pontos com bastantes lutas contra os monstros mais fortes do game, aqueles que possuem porretes ou que cospem outros inimigos. Maior parte das lutas serão feitas em espécies de elevadores, que só continuam descendo após derrotar todos os inimigos. Existe um elevador em especial que não tem proteção. Evitar usar ataques enquanto corre é essencial para não perder vida. Usar a barra Unleash também é uma boa tática. Além das lutas, existem diversas partes aonde o jogador terá de se agarrar em várias estruturas para não cair no abismo, como habitual nas fases de Werehog.

Chefe - Egg Dragoon: O única vez que Werehog enfrenta Eggman! Lutando em uma pedra que está caindo na lava, Eggman irá flutuar com sua nave, rodeando esta pedra aonde Werehog fica. O objetivo é desviar de seus ataques e correr para acertar Eggman quando ele estiver próximo à pedra. Quanto mais acertar, mais golpes ele fará de uma só vez. Tome cuidado com seus tiros rápidos, se tiro de gelo que poderá congelar o lobo-ouriço por pouco tempo e por uma série de lasers. Após acertar algumas vezes, a arena fica ainda menor. Mas também será possível coletar rings que estarão espalhadas pelo local.

Chefe -Dark Gaia: Um chefe bastante estranho. O jogador terá comando de uma grande estrutura de cidades (Gaia Gates) que toma forma de uma pessoa. A tarefa lembra bastante um antigo jogo da Sega de boxe. O jogador deverá desviar das garras de Dark Gaia e socá-lo quando o chefe der uma brecha. As vezes ele ficará protegido por uma barreia. Socando-o no exato momento em que Dark Gaia também tenta socar, o ataque será contado como um Counter, tirando uma maior vida do chefão. É possível socar com os dois punhos, o que leva mais tempo, mas tira muito mais dano.

Chefe - Dark Gaia Continued: A tarefa é agora feita com Sonic: Correndo pela grande estrutura de cidades, Sonic terá de acertar os três olhos de Dark Gaia. Esse chefe é como uma fase, o jogador irá percorrer um caminho, desviando das energias malignas e pulando de uma estrutura para outra até chegar à rampa final. Chegando nela, uma seqüência QTE terá de ser feita para que Sonic pegue impulso e acerte um dos olhos de Dark Gaia. Após fazer isso, outra "fase" terá de ser feita para acertar outro olho de Dark Gaia. Uma dica: Evite usar boost quando estiver na ultima rampa antes da QTE aparecer. Caso use o Boost, Sonic irá ignorar a rampa e a QTE, caindo no abismo.

Chefe - Dark Gaia Perfect: Dark Gaia consegue sua energia completa. O trabalho fica para Super Sonic! O esquema do chefe final é um tanto quanto estranho: O jogador precisa coletar Rings que estão flutuando no local girando em torno de Dark Gaia. Após coletar 10 Rings ou mais, será possível desferir o ataque supersônico. Ficando próximo de um dos olhos de Dark Gaia, um balão com a figura do botão "bola" aparece. Apertando corretamente, Super Sonic voará em direção ao olho de Dark Gaia. Para deixar a tarefa mais difícil, grandes pedras estão no caminho. Desvie de todas e acerte o olho de Dark Gaia. A tarefa pode parecer fácil, mas Dark Gaia também ataca enquanto o jogador tenta coletar Rings. Quando ele for atacar com suas garras, preste atenção na marca que ele faz antes de atacar. Essa marca é o local aonde a garra tentará bater em Super Sonic. Ele também carrega e solta uma espécie de energia maligna para cima de Super Sonic. A tática é a mesma, mas o alcance da energia pega toda a tela. O jogador deverá ficar no centro da tela corretamente, para não sofrer dano. Caso seja atingido, ele perderá Rings. Existe também um terceiro ataque em que Dark Gaia joga bolas elétricas. É possível refletir todas apertando o botão "X" na hora certa. Quando refletida, a bola paralisa Dark Gaia, facilitando a tarefa do jogador de acertar mais uma vez seu olho. Caso o número de Rings chegue a zero, a transformação supersônica termina e o jogador perde uma vida.

Extras  

  Sonic Unleshed possui uma grande variedade de extras. Logo na tela principal com o globo, ao apertar o botão "R1", a tela de extras aparece. Nela, é possível assistir vídeos, ver artworks e obter outras informações sobre o game. Todos os extras começam desabilitados. Para habilitá-los é preciso rodar o mundo em busca deles.

  Os extras podem ser encontrados durante as fases de Sonic e Werehog, num pequeno monitor com um ponto de interrogação dentro. Esses monitores geralmente estão escondidos em diversos caminhos, possuindo mais de um por fase, fazendo com que o jogador tenha de passar pela mesma fase caso queira encontrá-los. Ao finalizar a fase, uma tela mostra quais foram os extras coletados. Vale ressaltar que é preciso terminar a fase para que o extra seja coletado corretamente. Existem monitores que estarão somente em determinadas missões do game, que não são obrigatórias.

  Também é possível adquirir extras com os cidadãos das vilas. Conversando com alguns deles na cidade após ter restaurado uma parte do planeta, por exemplo, alguns cidadãos entregam extras. Geralmente, os extras são CD's contendo faixas da músicas presentes no game. Após restaurar algum pedaço do planeta, junto com a vila, o jogador tem a liberdade de trocar entre manhã e noite dentro da vila. Ao trocar o horário, novos cidadãos ficam na vila. Tente conversar com todos de manhã e de noite para ganhar algum extra.

  Outra forma de obter itens extras é no Gaia Gate. Existem algumas portas em cada Gaia Gate que precisam de um número exato de medalhas com Sonic e Werehog. Obtendo o número exato ou maior de medalhas, a porta abre revelando um pequeno desafio para ser feito. No final de cada desafio, é possível aumentar o número de vidas permanentemente, ou achar mais uma vez pequenos monitores com os extras. Para ganhar medalhas do Sol e da Lua, o jogador deverá fazer as fases tirando um bom Rank, derrotar os chefes e também fazer missões novas que surgem pelas diversas localidades do planeta.

As galerias que podem ser visitadas na parte de Extras do game são:

Art: Galeria que trás diversas imagens de artes conceituais dos inimigos, personagens e localidades do game.
Music: Galeria que trás todas as músicas do game para o jogador escutá-las.
Movies: Galeria que trás todas as cenas do game par ao jogador assistí-las.
Secret Files: Galeria que traz textos dando dicas e contando alguns segredos do game.

Curiosidades

Localidades: Todas as localidades de Sonic Unleashed são baseadas em lugares reais. Por exemplo, Apotos foi baseada na Grécia. É possível notar uma absurda semelhança na construção das casas que são bem parecidas em alguns pontos da Grécia, além de todo o clima da região. Mazuri tem como alusão a Africa. Toda a vegetação do local é pertencente a diversos países africanos. O único lugar que não foi baseado em lugar real foi evidentemente Eggmaland, por ser algo fictício.

The Golden Compass: A SEGA ultimamente tem feito games de várias produções no cinema, como Hulk e Ironman. Não foi diferente com o filme "The Golden Compass". Apesar de não ter nada relacionado ao universo Sonic no game, a jogabilidade de Werehog parece ter saído da mesma engine de The Golden Compass. Neste game, o jogador tem o controle de um grande urso, num sistema de jogabilidade Beat N' Up que é extremamente similar ao de Werehog. O game foi lançado nos quatro consoles que Sonic Unleashed também foi lançado. Provalmente, toda a Engine de Werehog deve ter sido retirada deste game em cada console.

Night Of The Werehog: A Sega investiu bastante em Sonic Unleashed, também tentando trazer uma certa afinidade com o lobo-ouriço ao público. Dando certou ou não, ela fez uma ótima animação em seu mais novo estúdio voltado para esse tipo de atividade. A animação se chama Night Of The Werehog, trazendo em mais ou menos dez minutos uma pequena história que não segue linha ao game. Chip e Sonic entram numa casa mal assombrada. Dentro dela, existe uma fantasma que adora olhar fotos de crianças assustadas pelas travessuras de outros dois fantasmas, que tiram essas fotos. O dono da foto mais engraçada é presenteado com um beijo da fantasminha, o que gera uma competição entre esses dois fantasmas. Eles tentam fazer de tudo para assustar Sonic, mas quem acaba morrendo de medo é Chip. Ao longo da história, os dois se unem para tentar derrotar Sonic, que acaba virando Werehog ao ver a lua cheia. O mais interessante é que não existe diálogo, o que torna o pequeno curta fácil de entender para todas as pessoas. O curta metragem será exibido também nos cinemas japoneses, mas pode ser visto diretamente pelo seu site oficial ou no YouTube.

Cutscenes exclusivos de Xbox 360/PS3: como se sabe, a versão do Xbox 360/PS3 é a mais completa de todos. Alguns cutscenes não estão presentes no PS2 e Wii.

Fase perdida: a versão de XBOX 360 do game Sonic Unleashed possui alguns arquivos entitulados Crey Castle. Ocorre que não existe nada parecido com isso no jogo. Alguns crêem ser uma fase perdida, já outros acreditam ser referente à animação Night of Werehog.

Chao Garden? Existe uma curiosidade na fase Empire City. Uma das placas da cidade, contém a indicação de Chao Garden! Evidentemente não tem, foi apenas um easter-egg. (Somente na versão PS3/Xbox 360).

Eggman joga Dreamcast. Em uma das cutscenes, Dr. Eggman aparece em sua nave com um controle do Dreamcast, como pode ser visto neste vídeo no YouTube.

Super Sonic diferente: em Sonic Unleashed o Super Sonic não perde anéis. O sistema é diferente, você pode ir coletando os anéis durante o chefe final, em que se joga o Super Sonic e para usar o ataque especial, o Super Sonic gasta os anéis. Porém não se começa com 50 e não se perde com o tempo.

Ficha Técnica

  Capa do jogo  Ficha técnica

Nome: Sonic Unleashed (Ocidente) / Sonic World Adventure (Oriente)
Plataforma: Playstation 2 / Nintendo Wii / Playstation 3 / Xbox 360
Gênero: Ação / Aventura
Distribuidora: Sega
Desenvolvedora: Sonic Team / Dimps
Idioma: Inglês/Japonês
Data de Lançamento: 15/11/2008
 
  Avaliação  Prós/Contras
Gráficos: 8,0
Som: 7,0
Jogabilidade: 6,0
Diversão: 9,0
Nota Geral: 7,5

Prós: Game traz velocidade do Sonic junto de um ótimo design de fases. Ótimo nível de diversão. Perspectiva 2D e 3D com Sonic é muito original e funciona perfeitamente. Variedade de caminhos por fase, junto da sua extensão são grandes. A câmera melhorou notavelmente. Adição do elemento Quick Time Event. Diversos combos com Werehog. Fator replay é bem alto, fazendo o jogador tentar habilitar os extras. Modelo de Sonic e gráficos bonitos. CG's de ótima qualidade.

Contras: Inimigos quase inexistentes com Sonic. Idéia de jogabilidade de Werehog é interessante, mas os erros presentes são inaceitáveis. Divisão dos personagens é desigual, pois Werehog possui muito mais fases que Sonic. As fases de Empire City e Mazuri não existem nessa versão de Sonic Unleashed. As missões obrigatórias de Sonic são até divertidas, mas trazem sempre a mesma fase.  Exploração na cidade é obrigatória e muito tediosa. Apesar do gráfico bonito, algumas texturas ficam relativamente estranhas e com aspecto serrilhado. Menu um pouco confuso. Game tenta trazer estilo clássico as vezes, mas esquece de algumas coisas.

Review Por: Dark Fou-Lu
Agradecimentos:
Uchii Daisuke, Zero Kitsune e Ultimate
Colaboração de: João Victor e Ian Dias