a a
 
 
 
 

 Protótipos dos Jogos    Fotos secretas    Sprites Perdidos    Mistérios    Teorias    Página Inicial

a
TEORIAS DA SÉRIE SONIC
 

    Aqui nesta seção, temos uma teoria bastante divulgada pelas pessoas que investigam os jogos do Sonic à busca de respostas dos mistérios. Por isso mesmo, não podem ser ditas como verdadeiras, e podem ser contestadas. Na realidade, há várias, mas incorporamos algumas teorias como divisões de outras. Temos aqui também algumas teorias dos visitantes, sem qualquer relação com o site. Caso você tenha sua própria teoria, ou conheça uma outra, mande para nós, e nós analisaremos e se for possível, colocaremos aqui. Nosso e-mail: powersonic@gmail.com

1. Uma nova ordem de jogos da série Sonic

    Segundo essa teoria, os jogos do Sonic estariam em uma outra ordem cronológica, na qual não haveria alguns jogos e outros viriam em ordem diferente. Esta teoria é totalmente aceitável. A princípio temos o Sonic 1, com todas as suas características que já conhecemos. Logo depois, viria o Sonic CD. Depois do Sonic CD, viria o Sonic 3, que seria o jogo Sonic 3 & Knuckles possivelmente sem o Tails. O Tails poderia surgir também em Sonic Crackers, que seria o Sonic 4, no qual o Sonic e o Tails estão presos por um anel eletrostático, que os mantêm unidos. Assim, teríamos 4 apenas fechando a saga Sonic the Hedgehog, que na realidade é formada por Sonic 1, Sonic CD, Sonic 3 e Sonic & Knuckles. Não existiria, aparentemente, no caso, o Sonic 2 e o Sonic & Knuckles (este seria parcialmente incorporado ao Sonic 3).

Definindo melhor

Sonic 2 = Sonic CD?: originalmente ao que tudo indica o segundo game da série Sonic seria o game que acabou sendo transformado em Sonic CD. Como assim? O segundo jogo da série Sonic provavelmente não seria o Sonic CD tal como conhecemos e nem o seu beta, CD Sonic. Mas todas as idéias que resultaram no Sonic CD haviam sido originalmente elaboradas para o Sonic 2. Quer ver só? Confira esses scans de revistas da época:

  Essas duas revistas são quentíssimas. A priemria é de fevereiro de 1992 e é da super conceituada revista SuperGame, a melhor da época. Interessante notarmos que ele menciona a possibilidade do jogo sair para Sega CD, o que confirma que o que se transformou no Sonic CD possivelmente seria o Sonic 2. A revista menciona o Sonic mudar de tamanho, o que talvez seja uma referência à Stardust Speedway, em que um raio encolhe o Sonic. Mas a mais impressionante é a segunda revista, sem dúvidas. Ela simplesmente liquida tudo. Ela deixa bem claro que todos achavam que o Sonic 2 teria viagens no tempo, ainda que na versão do Game Gear. Esse scan é da Ação Games. Juntas, essas revistas comprovam que na época todos cogitavam duas possibilidades: do Sonic 2 ter viagens no tempo e do Sonic 2 sair para Sega CD. Logo, provavelmente a Sega não conseguiu concluir o projeto há tempo, portanto, ou o projeto foi adiado para se transformar no atual Sonic CD, ou se não, a Sega of America foi convocada para fazer o Sonic 2 já partindo das idéias do primeiro projeto, feito pela Sega of Japan.

  Agora, vamos explorar melhor este item. O jogo Sonic 2 que foi lançado realmente é um jogo contrastante demais ao Sonic 1. Acontece que o Sonic 1 foi feito pela Sega of Japan, ao passo que o Sonic 2 foi feito pela Sega of America. Tudo isso, decorre do fato que o jogo que a Sega of Japan na teoria estaria fazendo o projeto do Sonic 2, com as viagens no tempo e nos moldes do primeiro scan acima, mas isso seria muito grande para caber num cartucho ou não sobrou tempo, por isso o projeto foi engavetado e cancelado. A Sega of America, por sua vez, teve que seguir um projeto à parte, baseado no da Sega of Japan, para atender ao mercado com o novo jogo do Sonic (vide apêndice abaixo). E aí teríamos o Sonic 2 com as características que conhecemos. Logo, as duas empresas estariam desenvolvendo um jogo: a do Japão seria o jogo que virou o Sonic CD e a da América o jogo que virou o Sonic 2. O projeto de lançar o Sonic 2 para CD não foi possível de ser concluído. Logo, o projeto do Japão foi definitivamente abandonado e adiado para mais tarde.

  Assim, a Sega of America teria adaptado o projeto do Japão, mas na correria provavelmente o tempo ficou escasso. Agora não dava mais tempo de fazer o jogo também com viagens no tempo. Era preciso retirar esse recurso de viagem no tempo do Sonic 2 final (para não estragar a surpresa que seria lançada um ano depois), e no meio disso, cortou algumas fases (Genocide City, Wood Zone, Hidden Palace) e acrescentou um novo personagem, o Tails, além do Super Sonic. A Sega of Japan reassume a titularidade dos jogos após lançar o Sonic CD, e logo em 1993/1994, lança o Sonic 3.

APÊNDICE

Viagens ao Tempo no Sonic 2: é bem provável que o Sonic 2 da Sega of America fosse ter também viagens ao tempo. Isso pode ser comprovado, quando se percebe que algumas fases estabelecem um elo de ligação entre elas. No próprio Sonic 2 encontramos evidência disso: além de Hidden Palace secreta, tem uma fase que é acessível do mesmo modo que Hidden Palace (ambas por códigos Genie, porém eu não me recordo de qual seja o código desta outra fase). Esta fase é muito parecida com Emerald Hill, o que poderia significar Emerald Hill em outro tempo. Esta fase, pode, dependendo do código, ter a mesma paleta de Emerald Hill ou uma outra totalmente diferente, com outro som tocando.

    Voltando ao Beta, a fase Wood Zone é uma de uma floresta, que seria o passado de Metropolis, que no futuro se tornaria o laboratório de Eggman. Outro par de fase, é Hidden Palace, que seria o passado do que no futuro seria Oil Ocean, o que daria um enredo interessante: a Wood Zone teria sido devastada por Eggman para erguer o seu laboratório, e o místico Palácio Perdido teria sido explorado e destruído por Eggman à busca de Petróleo.

Sonic 3 & Knuckles - Sonic 3: este é muito provável! Quase que uma certeza. Quem diz tudo isso é o próprio jogo, em sua tela de Seleção de Fases. Nela, temos algumas fases do Sonic & Knuckles. Os fãs na época ficaram sem saber o que eram essas fases. Se analisado bem, o Sonic 3 final por si é um jogo muito fraco, muito curto e sem muito sentido. Sentido este que seria complementado em Sonic & Knuckles. Visto que o enredo de Sonic & Knuckles é a continuação do enredo do Sonic 3. Logo, provavelmente o Sonic 3 seria um único jogo, com muito mais fases e justamente por isso haveria a bateria. A tela de seleção de fases do Sonic 3 não esconde isso, e acrescente-se a isso o fato de que o jogo apresenta as chamadas das fases de Sonic & Knuckles escondidos dentro dele, sendo acessíveis por hack do jogo.

  A divisão do jogo em 2, com alguns incrementos em Sonic & Knuckles, seria uma jogada estratégica de marketing, pois assim Sonic & Knuckles pôde vir com a tecnologia Lock-On, possibilitando o surgimento de novos jogos. Logo, o Sonic 3 foi cortado ao meio e dividido e acrescentado ao Sonic & Knuckles. Outros dizem que talvez o jogo não caberia num cartucho, o que é um pouco improvável, haja visto que um cartucho de Mega Drive agüenta tranquilamente 32 Megabits de memória.

Sonic Crackers - Sonic 4: Sonic Crackers é um protótipo de jogo perdido no meio do tempo, e que rolou nas locadoras em 1994. O game traz Sonic e Tails presos por um anel eletrostático, assim como em Knuckles Chaotix. Ao final o game serviu como protótipo para o Knuckles Chaotix. Até mesmo músicas do Knuckles Chaotix estão em Sonic Crackers.

  A teoria é que o Sonic Crackers seria o quarto jogo da série, em seqüência a Sonic 3. É a teoria menos plausível dessas que foram expostas até agora. Mas existem muitas evidências que mostram isso. O jogo Sonic Crackers apareceu em algumas locadoras de games com o título Sonic 4, o que despertou a atenção de todos pelo seu diferencial. O seu padrão gráfico o liga ao Sonic 2 do Mega, o que se torna confuso, pois o Sonic 2 não existira segundo essa ordem. O jogo Sonic Crackers em si, não é terminado, ficou apenas no projeto, por isso não se pode conhecer o fim do jogo, tão menos o seu enredo. Neste jogo Sonic e Tails são unidos por meio de um anel eletrostático. O jogo possivelmente serviu como teste para a Sega lançar futuramente o game Knuckles Chaotix.

Opinião dos visitantes

André the Echidna -  Estive falando com um colega a respeito de como seriam as fases no Sonic 2 do projeto da América, caso não tivesse sido abandonada a idéia de viagem no tempo, e me lembrei de uma coisa: a Aquatic Ruin é a Neo Green Hill do Sonic 2 Beta. Então:

Green Hill Zone (passado) (é como Emerald Hill é chamada em Sonic 2 Beta) - Neo Green Hill (presente) NÃO DÁ CERTO!

     Apesar do nome, não tem sentido. As fases não se parecem nem um pouquinho! Bem, reparei então que primeiro vem Neo Green Hill em Sonic 2 Beta. Depois dela, vem CHEMICAL PLANT. Então eu pensei assim...

Neo Green Hill Zone (passado) - Chemical Plant Zone (presente) (Robotnik achou as ruínas aquática, constriu sobre elas uma usina e poluiu e usou a água do lugar para dar energia à usina! Tudo se encaixa!)

Green Hill Zone (passado) - Genocide City Zone (presente) (Explicação: Robotnik destruiu Emerald Hill e robotizou todos os habitantes de lá, tornando o lugar um GENOCÍDIO! Ele construiu uma cidade nos restos de Emerald Hill, formando assim a CIDADE GENOCÍDIO. Além disso, ele robotiza os habitantes de Green Hill em Sonic 1 também. E como Emerald Hill no Beta chama Green Hill...)

Wood Zone (passado) - Metropolis Zone (presente) (vocês sabem o porquê... Robotnik devastou a floresta para construir seu laboratório...)

Dust Hill Zone (passado) - Casino Night Zone (presente) (esta é meio idiota: Robotnik destruiu a caverna mística e por cima construiu um cassino para sua diversão! Mas faz sentido, pois Casino Night está depois de Dust Hill em Sonic 2 Beta...)

Hidden Palace Zone (passado) - Oil Ocean Zone (presente) (vocês sabem...Robotnik destruiu o palácio subterrâneo para procurar Petróleo..)

    Só Death Egg e Wing Fortress não tem par (faz sentido isso, pois estas duas fases juntas são a base do Robotnik, que é no ar. Qual fase é no ar? Qual fase é num lugar alto?... Ei, peraí... HILL TOP! É isso! Hill Top! Isso é meio insustentável, mas pode ser isto! No Sonic 2 Beta, Death Egg está com os gráficos deletados! E Wing Fortress não existe em Sonic 2 Beta, apesar de sua música estar lá! Ninguém sabe como elas seriam! Poderia ser uma base com fogo, assim como a Launch Base é uma base com água! ISSO!)

Hill Top Zone (passado) - Wing Fortress e Death Egg Zones (presente)

     Sky CHase fica de fora, também não tem par. Por quê? Oras, Sky Chase é o céu, céu era céu no passado e é céu no presente, Robotnik só colocou os inimigos...

Hexadecimais -   A equipe que produziu o Sonic CD era uma equipe TOTALMENTE diferente da Equipe de Sonic 2, nem o Yuji Naka participou de Sonic CD, e sim, eles não tiveram nenhum contato, a SoA queria fazer o Sonic CD sem a interferência da SoJ... Mas sim, existiu a idéia da Viagem no Tempo no Sonic 2, foi abandonada e ninguém sabe por quê, e pelo que se parece, surgiu bem próxima da conclusão de Sonic 2...

  Eu não concordo que Neo Green Hill seja o bom passado de Chemical Plant... é mais lógico "Genocide City" ser uma versão destruída de Chemical Plant. (Chemical Plant parece ter sido baseada em Chernobyl, entende por que a relação? Isso sem falar que Chemical Plant tem uma cidade em Seu BackGround...)

Guilherme the Hedgehog - Foi descoberta uma nova relação entre as fases do Sonic 2 Beta - Sonic 2 Final, observe as diferenças que existem entre ela e as antigas teorias:

NOME PRÉ-PRODUZIDO -- NOME BETA -- NOME FINAL
[none] -- Green Hill Zone -- Emerald Hill Zone
[none] -- Wood Zone -- [deletado]
Hill Top Zone -- Hill Top Zone -- Hill Top Zone
[none] -- Hidden Palace Zone - [deletado]
[none] -- Oil Ocean Zone -- Oil Ocean Zone
[none] -- Dust Hill Zone -- Mystic Cave Zone
[none] -- Casino Night Zone -- Casino Night Zone
Chemical Factory Zone -- Chemical Plant Zone -- Chemical Plant Zone
[none] -- Genocide City Zone -- [deletado]
[none] -- Neo Green Hill Zone -- Aquatic Ruin Zone
[none] -- Death Egg Zone -- Death Egg Zone
[none] -- Sky Chase Zone -- Sky Chase Zone
[none] -- Sky Fortress Zone - Wing Fortress Zone
Desert (Sabaku) Zone -- [deletado] -- [deletado]
Rock Zone -- [deletado] -- [deletado]
Fase de gelo sem nome ("Winter Hill"?) --[deletado] -- [deletado]

  Notaram algumas esquisitices, como Chemical Factory, Rock Zone, Desert (Sabaku) Zone e Fase de Gelo sem nome? Vou explicar:

Chemical Factory: Era o nome planejado para a atual Chemical Plant. Como, no jogo Sonic 2, o limite de cada Title Card (o nome da fase) suporta pelo menos até 15 caracteres, conforme configurado, o nome foi modificado. Possuía 16;

Desert (Sabaku) Zone: Diferente do que muitos acreditam, a fase do deserto não possui nenhuma relação com Mystic Cave. Mystic Cave era antes nomeado Dust Hill, mas Dust Hill não tem nada a ver com a fase do deserto. Tal fase do deserto seria na verdade a Sabaku Zone (o nome, como visto em vestígios da produção, estava em japonês), que traduzindo "Sabaku", teríamos "Desert" em inglês. Foi feita apenas uma reconstituição artística da fase, que é aquela conhecida foto em caixas piratas do jogo Sonic & Knuckles. No entanto, a fase em si nunca foi produzida;

Rock Zone: Concordando com o planejamento da viagem do tempo no Sonic 2, Rock Zone seria o passado de Desert Zone. Essa idéia, porém, nunca saiu do papel. E nem Rock Zone.
Fase de gelo sem nome: Referido por alguns como Winter Zone, a fase teria grandes semelhanças com Desert Zone. Alguns gráficos foram feitos por Brenda Ross, uma dos artistas que trabalharam em Sonic 2. Os cactus seriam substituídos por árvores de natal, e a paleta quente (amarelo e vermelho) de Desert Zone seria fria (azul e branco). Fonte: Sonicology

Casper Eark - Se examinarmos bem o Sonic 2 Beta e o Sonic 2 final, tirando as fases deletadas, algumas músicas modificadas e algumas mudanças nos cenários, não existem tantas diferenças entre um e outro. A única hipótese racional que existe é que a Sega simplesmente alterou o enredo do jogo às pressas por causa do vazamento do Sonic 2 Beta na SoJ.

  A Sega of Japan vinha desenhado o jogo normalmente, e aí, alguém consegue roubar o protótipo de distribuí-lo antes do lançamento. As revistas da época, embaladas pelo sucesso de Sonic 1, começam a entregar o enredo de Sonic 2 bem antes do lançamento, se a Sega of Japan continuasse, o jogo perderia a graça. (Ninguém iria assistir a algum filme no cinema se conhecesse em mínimos detalhes o seu final). Então a Sega of Japan com medo de um novo vazamento, transferiu o projeto para Sega of American, que deletou e modificou o jogo e o lançou. A tal viagem no tempo de Sonic 2 Beta não passa de uma "viagem", pois primeiro, com exceção de uma ou outra tela, as relações de viagem no tempo que existe em alguma teorias são infundadas, pois cada tela de Sonic 2 tem um enredo diferente e segundo, a Sega não seria tão burra de desenhar um jogo (no caso Sonic CD) que não é compatível com o console ou que não coubesse no cartucho (é a mesma coisa de um programador criar um programa para o Linux de 50 MB e esperar que o mesmo funcione no Windows a partir de um disquete de 1,44MB!) e por último, mesmo que fosse uma viagem no tempo, no protótipo roubado teria uma evidência explícita da mesma (algum objeto ou monitor com ícone, algum portal ou alguma coisa que fizesse mesmo num beta, um transporte de uma fase a outra como no CD Sonic ou Sonic Crackers) e em Sonic 2 Beta não tem tal evidência.

  A Sega of American revisou o enredo de Sonic 2 Beta (original) e definiu-se por critérios próprios as fases que alterariam o jogo, as fases que tinha esta função seria a Wood, a Genocide City, a Death Egg com dois acts e as deletaram, e ao mesmo tempo eles refizeram a ordem do jogo para ficar mais coerente. Só que pouco antes do lançamento (às pressas) eles perceberam que a Hidden Palace ficaria sem sentido no jogo (pois a ordem original era Hidden Palace - um palácio subterrâneo), Dust Hill (o deserto), Oli Ocean (uma plataforma de petróleo no próprio deserto) e por ultimo a Mystic Cave (descendo mais um pouco encontraria um mina). E a Hidden Palace foi deletada. Daí se explica os erros que ficaram (como a música 10 do Sound Test).

  As fases deletadas em Sonic 2 Beta foram completamente redesenhadas e seriam colocadas em Sonic 3, porém com intuito de faturar mais, o Sonic 3 foi dividido e deu origem ao Sonic 3, Sonic & Knuckles e Sonic 3 & Knuckles. Todas as telas deletadas em Sonic 2 beta têm alguma relação com todas as telas de Sonic & Knuckles, assim teríamos:

Wood Zone => Murshroom Hill (Valey): ambas se passam numa floresta, apesar de estranho, os cenários de fundo e vários elementos permite que seja possível.

Flynging Battery => Wing Fotress: Na verdade elas são a mesma tela, a Sega projetou a Wing Fortress para um jogo a frente de Sonic 2, porém com a mudança de rumos ela foi para Sonic 2 e em Sonic & Knuckles ela está no futuro (o único caso coerente de "viagem no tempo").

Dust Hill Zone => Sandópolis Zone: ambas são um deserto, o início da provável Dust Hill e da Sandópolis são parecidos; como as épocas são diferentes a Sega redesenhou a Dust Hill até chegar a Sandópolis.


  Observe as foto acima, lógico que há diferenças cruciais entre os cenários e titles das duas fases, mas ambas têm uma galeria no início (parte na direita), onde faz as duas telas terem um relação em comum.

Hidden Palace: Esta não dá nem para comentar, até seu nome foi mantido, as duas são tão diferentes entre si porque se fossem parecidas a Sega acabava assumindo os erros. Porém ambas têm a mesma função: redefinir a saga Sonic.

Death Egg: Em Sonic 2 Beta ela está em branco, ou que faz ela se aproximar da Death Egg de Sonic & Knuckles é que ambas têm (ou tinham no caso de Sonic 2) dois Acts, ou seja, mesmo tendo tantas diferenças nos cenários e nos titles entre Sonic 2 Final e Sonic & Knuckles, provavelmente a mesma tela.

The Doomsday => Genocide City: É o mesmo caso acima, o que faz aproximá-las são seus nomes (em português: The Doomsday é "Julgamento Final" e Genocide City é "Genocídio da Cidade", o que nos lembra que poderia ser algo semelhante).

  Lava Reef e Sky Sanctuary foram criadas para ligar e mudar a o enredo de Sonic & Knuckles. A ordem original das fase de Sonic 2 seria a mesma ordem do Sonic 2 Beta se o jogo não sofresse alterações. Podemos comprovar isto na música dos créditos do Sonic 2 final (quandos as músicas das fases são reprisadas, a primeira e da Emerald Hill a segunda é da Metropolis, igualzinho a ordem das fases no Level Select do Sonic 2 Beta).

  No final, as fases deletadas em Sonic 2 Beta foram originalmente redesenhadas para Sonic 3 que foi divido e as mesmas fases foram novamente redefinidas e foram para um novo game. Que salada! O que um incidente pode causar, por isso as empresas de informática sempre estão desenvolvendo maneiras e sistemas de segurança para evitar estas "tragédias".

  A ordem da Saga Sonic para o Mega iria ser originalmente:

Sonic 1
Sonic 2 Beta (completo)
Sonic 3
Sonic 4 (Crackers)

Hexadecimais - "A única hipótese racional que existe é que a Sega simplesmente alterou o enredo do jogo às pressas por causa do vazamento do Sonic 2 Beta na SoJ." > Improvável, pois o Sonic 2 Beta só foi mundialmente vista em 1998, com a aparição de seu formato digital na Internet, infelizmente ninguém sabe de onde realmente veio, dizem que foi uma editora que despejou na Internet. E várias versões do Sonic foram ao público. A versão "Nick Arcade" foi lançada bem recentemente, alguns meses antes do lançamento de Sonic 2. Várias revistas mostravam fotos das fases, e nem por isso Green Hill, Chemical Factory (nome mais recente de Chemical Plant), Hill Top, Metropolis Zone foram cortadas, e note que MUITAS fotos, muito mais que Hidden Palace, foram mostradas a respeito dessas zonas.

"...começam a entregar o enredo de Sonic 2 bem antes do lançamento, se a Sega of Japan continuasse, o jogo perderia a graça..." > A própria SoJ/SoA levaram ao público as fotos, há várias Entrevistas com Yuji Naka com várias fotos do Sonic 2. Isso é jogo de marketing.

"...a Sega não seria tão burra de desenhar um jogo (no caso Sonic CD) que não é compatível com o console ou que não coubesse no cartucho... " > Exato! Muito Bem! A Sega simplesmente não é burra o suficiente para desenhar um jogo enorme e caber num cartucho de Mega Drive certo? Já Havia disponível o Sega CD na época do Sonic 2, e Sonic 2 estava planejado para Sega CD.

"ao mesmo tempo eles refizeram a ordem do jogo para ficar mais coerente" > A Ordem das fases nunca teve sentido, é coerente passar por uma mina e sair numa plataforma de óleo? Sair de um Campo Verde e do nada cair numa Usina Química? Além do Mais, Hidden Palace tem gráficos muito bons para ser descartada, muito bela para ser destruída por "falta de coerência".

  A propósito, os jogos não conseguem fugir muito da Natureza, tem muitas coisas parecidas, Gelo, Desertos, Florestas, Lava... é muito difícil escapar da natureza. (Exemplos de coisas originais são Metropolis Zone, Chemical Plant e Oil Ocean.)

Felix the Katness: Minha teoria, que nada viajada é, sugere algo um pouco diferente, porém bem próximo ao que todos dizem. Sem mais delongas aqui está uma ordem cronológica que encaixaria perfeitamente os games, com mais exatidão até do que a própria saga que foi lançada pela Sega. Na realidade, é uma idéia que desenvolve um outro modo de narrar os jogos do Sonic, a partir dos elementos dos Betas:

 
Sonic The Hedgehog
Sonic CD
Sonic Crackers
Sonic The Hedgehog 2
 

  Os motivos são óbvios. Tudo se resume em: gráficos. Sonic CD era para ser Sonic 2 por causa dos gráficos idênticos e das fases relacionadas (todo mundo sabe que a continuação de um jogo, mesmo indireta, é sempre muito parecida). Até ai, todos já sabem. Sonic Crackers é como se fosse o cruzamento entre Sonic 1 e 2 (peguem alguns gráficos, e em principal, sprites do Sonic e comparem a Sonic 1 e 2. Irão ver que Crackers é muito parecido com os dois).

  Mas aí que a teoria começa a esquentar. Seriam muito plausíveis as teorias que estabelecessem uma ligação entre os jogos no sentido da história. Vejam só: em Sonic 1, tudo se inicia. Depois em Sonic CD, o novo plano de Eggman é distorcer o tempo e o espaço. Sonic consegue derrotá-lo e tal, mas algumas "seqüelas" prevalecem. Depois disso, em Sonic Crackers, que por sua viria antes de Sonic 2, poderia ter contado, de alguma maneira como Sonic e Tails se conheceram, já que em Sonic 2 o jogo já começa sem nem contar como o ouriço e o raposinha se uniram. A história de Sonic Crackers seria bem diferente, envolvendo outras coisas. Após as aventuras de Sonic Crackers, aí vem Sonic 2. Eu penso que o no final de Sonic Crackers, Sonic convidaria Tails a participar de suas aventuras, aí começa Sonic 2, com Sonic, agora com a ajuda de Tails, tentam "apagar" as seqüelas deixadas pelo plano de Robotnik em Sonic CD.

 
  É algo mais ou menos assim. Farei um resumo simples disso:
 
Sonic 1 - A história se inicia.
Sonic CD - Eggman distorce o tempo e o espaço, como seu plano. Sonic o derrota, salva Amy, porém algumas "sequelas" do plano dele ainda afetam Little Planet e alguns lugares da Terra.
Sonic Crackers - De volta para a Terra, Sonic conhece Tails (Como? Seria explicado no jogo) e se envolve em várias aventuras. No final, Sonic convida Tails a ajudá-lo em suas aventuras.
Sonic 2 - Na história, Sonic vai até uma Ilha, onde as distorções no tempo e espaços causados pelo plano de Eggman ainda a afetam. Isso "daria pé" a todas essas teorias de viagem no tempo que discutem.
 
  No final das contas, tudo se encaixa! É só observar! E segundo a minha teoria, a história verdadeira de como Sonic e Tails se conheceram seria contada em Sonic Crackers (caso este não fosse hack). Mas como o jogo foi cancelado e ainda a muito a ser desvendado, o que nos basta é criar teorias de como o nosso herói ouriço conheceu o garoto raposa (você sabe, Tails foi encontrado por Sonic ainda bebê, Tails seguiu Sonic, essas fan-teories que nos já conhecemos de cor...).

2. O Nível perdido de Sonic CD

Por: Master Emerald

  Eu fiz essa teoria e ela explica bem vários aspectos atualmente inexplicáveis do CD Sonic Beta 510 então, vamos começar! Se você ver o vídeo não editado do ending do Sonic CD presente nos extras do Sonic Jam, as seguintes cenas aparecem:

  Isso (essa é a minha teoria) é a R2, já que está entre a Palmtree Panic (R1) e a Collision Chaos (R3). Podemos ver que é um lugar abandonado quase em ruínas (pode se ver que o piso quebra quando Sonic anda sobre ele). É possível ver que a ordem das fases do Sonic 1 é muito similar à do Sonic CD.

Sonic 1

Sonic CD

 

 

Green Hill

Palmtree Panic

Marble

R2

Spring Yard

Collision Chaos

Labyrinth

Tidal Tempest

------------

Quartz Quadrant

------------

Wacky Workbench

Star Light

Stardust Speedway

Scrap Brain

Metallic Madness

  Já que PPz foi baseada em GHz, CCz foi baseada em SYz e TTz foi baseada em Lz, vê-se que R2 encaixa perfeitamente em Mz, reforçando assim a idéia na qual R2 foi baseada em Mz. Isso é um fato e pode ser confirmado graças a muitas pesquisas de outras pessoas. A pergunta é: O que aconteceu aos gráficos de R2? Eu fiz a teoria abaixo para tentar respondê-la.

  Eu não sei quais as razões exatas para R2 ter sido deletada mas as conseqüências desse ato podem ser deduzidas através de raciocínio lógico. Para mim os gráfico foram fundidos com os da Tidal Tempest e isso pode ser provado devido à presença de vários aspectos da Marble na Tidal Tempest que veremos abaixo:

Arte remixada:

Conceitos reutilizados (Em vídeo):

Sonic 1 - Objeto Original

Tidal Tempst Zone (Beta) - Objeto do Sonic 1 Remixado

Ao jogar na TTz Beta você verá vários problemas de paletas, e há uma explicação para tal. Se a R2 foi fundida com a TTz, a paleta da TTz pode ter sido editada para “aceitar” melhor os novos (e provavelmente ainda não editados) gráficos. Vamos vê-las (as paletas!):

TTz Present

TTz Past

TTz Good Future

TTz Bad Future

 E é isso! Vale ressaltar que em Sonic CD há vulcões no Little Planet, mas não há uma fase com vulcão no jogo. Os vulcões podem ser vistos no fundo de Tidal Tempest. (Colaboração de Ranter)

OBS: O assunto ganhou novos contornos em 2014, com a descoberta de que Taxman estava elaborando uma fase de deserto para o Sonic CD, o que foi vetado pela Sega. Em breve atualizaremos esta seção.

3. Teoria dos Jogos do Sonic (por Aldeiasouza)

Comentário da Power Sonic: O conteúdo abaixo foi feito pelo Aldeiasouza e narra um pouco das informações relativas aos jogos do Sonic, inclusive uma heróica tentativa de estabelecer a ordem dos jogos do Sonic (um verdadeiro desafio) e depois falando sobre alguns segredos da série. Não deixe de acompanhar!

Primeira etapa: O INÍCIO: SONIC THE HEDGEHOG (16-BIT E 8-BIT)

OBS: Essa etapa serve apenas para ser uma introdução à teoria, apenas ressalta a questão da Marble Zone no Sonic the Hedgehog (8-bit) e a decisão inicial da Sega.

  Foi divulgado há pouco tempo que a Marble Zone estaria na versão original de Sonic 8-bits, devido a descoberta da música da mesma no jogo. Sabemos, no entanto, que algumas fases do Mega Drive ainda repetiram-se no Master System / Game Gear:

- Green Hill Zone (inclusive com a mesma música);
- Labyrinth Zone (na mesma ordem em ambas versões);
- Scrap Brain Zone

  Certamente a versão 8-bit apenas reproduziria a 16-bit (o nome “hedgehog” em ambas versões, vejam isso...). Há espaço para a Spring Yard e Star Light na versão para Master System / Game Gear, talvez substituindo, respectivamente, Jungle Zone e Sky Base Zone. A Sega poderia ou não mudar as posições das fases, menos a Green Hill e Scrap Brain. Ou seja, a Marble Zone talvez não entraria no lugar da Bridge Zone, por exemplo.

  Todavia, por uma questão de marketing, a empresa lucraria mais se tivesse algumas fases diferentes da versão do Mega Drive, mas, ainda sim, o jogo acabou não tendo nenhuma conexão com a versão 16-bit.

  É lógico que a Sega ainda queria tirar proveito dos seus antigos consoles, ainda mais com um personagem de boa aceitação. Do contrário, não faz sentido a empresa ter lançado uma série paralela à principal (16-bit / Mega Drive). Ainda se o Sonic tivesse surgido na era 8-bit e ter dado continuação, como o Mario... Portanto, quanto aos primeiros jogos, não há o que discutir.

--

Segunda etapa: SONIC THE HEDGEHOG 2 (16-BIT) A CAMINHO

  A partir dessa etapa a teoria começa a ficar um pouco complicada. Ela foi baseada em dados divulgados em revistas especializadas sobre games, começando pela SuperGame lançada em fevereiro de 1992, que nos dá detalhes de como seria o segundo jogo do Sonic e para qual console sairia.

  Pelo fato de ter uma menção à Metallic Madness (Sonic poderia, também, aumentar de tamanho na fase), de não relatar se ele teria um companheiro em suas aventuras, o Tails, talvez nos dando uma pista de viagem no tempo, ainda que de forma dissimulada (Escape From Ring Zone, seriam os anéis que dão acesso às pedras do tempo???), e o mais importante, de que sairia para o Mega CD, fica claro que o segundo jogo do ouriço- azul seria o Sonic CD como conhecemos hoje.

  Logicamente seria nomeado como Sonic the Hedgehog 2, pois a necessidade de ter a denominação “CD” atualmente é que, mesmo sendo da série principal, o jogo não segue uma ordem cronológica, o que reforça ainda mais que era para ter sido lançado em 1992.

  E qual seria o motivo para ter sido lançado somente em 1993? Resposta: Mega CD.

  O aparelho seria lançado nos Estados Unidos só em novembro. Até aí tudo bem, pois bate com o mês previsto para o lançamento do segundo jogo do Sonic. Entretanto esse mesmo aparelho só chegaria no restante do mundo a partir de abril de 1993.

  Resultado: a Sega Technical Institute tinha mais é que se intrometer mesmo. Seguir com uma franquia incipiente como Sonic, mas já com um grande potencial, em um console “inovador”, mas arriscado, era de uma ousadia extrema.

  A divisão da Sega nos Estados Unidos queria um jogo do Sonic ainda em 1992 no mundo todo, tendo o detalhe mais importante: a busca insaciada da empresa em conseguir um espaço cada vez maior no mercado, e a causa disso: Mario. Ou seja, os dois fatores cruciais para uma empresa: conseguir rapidamente um lucro alto e garantir uma base firme e sólida para manter a competitividade. Era preciso lançar logo o segundo jogo do Sonic e, é claro, que fosse para o Mega Drive, console esse que já tinha conquistado vários jogadores. Pronto, era só manter as coisas do jeito que estavam que a Sega conseguiria lograr com sucesso os dois fatores citados acima. E realmente foi o que aconteceu...

  Temos aí uma curiosa situação quanto ao intrometimento dos Estados Unidos em jogos: assim como o Mario teve o seu segundo jogo modificado, Sonic teve o mesmo destino, mas com um diferencial: os estadunidenses fizeram um trabalho bem melhor no ouriço-azul do que no encanador bigodudo.

  Os caras souberam ser visionários, sabiam que a fórmula era permanecer no Mega Drive, e não se aventurar em um console duvidoso, fora a questão do preço inicial... Eu, particulamente, nunca ouvi falar desse tal Mega CD antes de ter acesso à internet. Aliás eu só fui jogar o Sonic CD tempos atrás... Talvez devemos agradecimentos à Sega of America...

  Não que projeto do segundo jogo do Sonic feito pelos japoneses fosse ruim (Sonic CD é um ótimo jogo), tanto é que, inicialmente, a viagem no tempo era para ser inclusa em Sonic the Hedgehog 2, assim como várias ideias dos nipônicos foram recicladas. O problema mesmo era o console em que o jogo sairia... O que nós sabemos hoje? Que o Mega CD foi um fracasso e Sonic the Hedgehog 2 foi o jogo mais vendido do Mega Drive.

  Não há como fugir disso: a Sega of America desviou o rumo que o ouriço-azul estava tomando, leia-se Mega CD, e o colocou nos eixos novamente, leia-se Mega Drive. Isso resume tudo que foi explicado.

--

Terceira etapa: PROBLEMAS, CONFUSÕES, MAS NADA PRONTO AINDA

  É importante ressaltar que nem sempre as revistas traziam informações verídicas, como a Ação Games de 1992, que noticia que o jogo do Taz Mania seria lançado em julho, sendo que o mesmo só foi lançado em dezembro. É nessa revista que as coisas começam a ficar confusas.

  Pelo que é publicado, a Sega tomou as devidas providências, pois Sonic the Hedgehog 2 não sairia mais para o Mega CD. O problema agora era elaborar um novo projeto para o Mega Drive, esquecendo completamente o que os japoneses estavam pensando ou até já estavam realizando.

  Mas a questão do tempo tinha uma pressão tão grande que era preciso elaborar rapidamente um novo projeto, e uma das maneiras era reciclar algumas ideias do Sonic CD. Essa corrida contra o tempo levou inicialmente a Sega misturar tudo em um único jogo: viagem no tempo, o plano do Dr. Robotnik com o seu Ovo da Morte (detalhe que na revista foi colocado no plural), a presença de Tails, enfim... Essa confusão toda acabou sendo refletida na versão 8-bit, já que é mencionado o console Game Gear (consequentemente o Master System também).

  É agora que entra a questão da primeira etapa desse texto. Lembram-se que a intenção da Sega era apenas fazer os jogos 8-bit baseado nos 16-bit? Pois bem, sem algo concreto em Sonic the Hedgehog 2, a versão para os consoles 8-bit também não tinha algo pronto ainda, por isso as mesmas especulações levantadas pela revista em ambas versões.

  Mas então por que o jogo aparentemente não baseou-se na versão 16-bit, se, no final das contas, acabou não tendo também viagem no tempo? Pode parecer estranho, mas a versão 8-bit estava sendo feita baseando-se em nada mais nada menos que no Sonic CD

  Sim, isso mesmo, pois se era o Sonic CD que estava sendo feito para ser o segundo jogo do ouriço-azul, Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) era para ter algumas características parecidas com o jogo do Mega CD, que, por incrível que pareça, algumas permaneceram! Basta observarmos:

- Qual é a música da fase Green Hills Zones? “You Can Do Anything”, do Sonic CD!
- Qual é o chefe da fase Underground Zone? O mesmo inimigo que é mostrado na suposta fase perdida R2, que aparece no encerramento original de Sonic CD!

  São semelhanças que não se devem negar, ponto final! Mas ainda há alguns detalhes que devem ser mencionados:

- A questão dos Flickies que saem da árvore na fase Sky High não seria algo parecido com o holograma de Metal Sonic, em Sonic CD, quando o mesmo é destruído?
- O segundo ato da fase Aqua Lake possui tubos parecidos com os canos/esteiras da fase Quartz Quadrant.

  Fora que ambos possuem detalhes influenciados pelos primeiros jogos do ouriço-azul.

Quarta etapa: OS VERDADEIROS SONIC 2 (16-BIT E 8-BIT)

OBS: Para quem não quiser se confundir, pulem da terceira etapa para a Etapa A. A partir dessa será mostrado como seria a ordem dos jogos do Sonic.

  Se Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) era para ter sido completamente baseado em Sonic CD, então quem o nosso herói tinha que salvar era a Amy, não? Antes é preciso dizer que, certamente, quem o ouriço-azul tinha que salvar em Sonic CD era o Tails!

  Para entender melhor é necessário lembrarmos que a atual versão de Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) encaixa-se perfeitamente entre o primeiro e o segundo jogo do ouriço-azul para Mega Drive. Vamos ver?

- A história começa em Sonic the Hedgehog, com o nosso herói tendo que deter os planos do Dr. Robotnik, o que acaba conseguindo e salvando a South Island com as Esmeraldas do Caos.

- Em Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) o doutor arruma mais um problema para o ouriço-azul: salvar Tails, mas dando em troca as Esmeraldas do Caos. Sonic salva o mundo mais uma vez, garantindo a segurança das esmeraldas. A raposa acaba se juntando ao Sonic em suas aventuras, onde a próxima seria em West Side Island.

- E, por fim, em Sonic the Hedgehog 2 (16-bit), nossos heróis têm que deter Dr. Robotnik mais uma vez, e com isso a história continua...

  A Sega acabou criando uma função para a série 8-bit, meio que começou a fazer parte da série principal. Nisso entra a necessidade do jogo não ser parecido com a versão do Mega Drive.

  Durante o processo o jogo ficou dividido entre Sonic CD e Sonic the Hedgehog 2 (16-bit), por isso algumas poucas semelhanças com a versão do Mega Drive, como a presença de Silver Sonic. A confusão foi tanta que, aparentemente, Tails era para ser jogável, explicando o porquê da raposa aparecer na introdução das fases.

 No final das contas a realização de Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) acabou sendo prejudicada, tendo hoje vários traços do protótipo no jogo: os Flickies que saem da árvore, passagens sem sentido em algumas fases, monitores desconhecidos, enfim...

 Essa questão da série 8-bit ter que destoar da principal influenciou os jogos sucessores, que começou justamente com a sequência de Sonic the Hedgehog 2 (8-bit): Sonic Chaos. É só perceber que “hedgehog” foi retirado, justamente para diferenciar dos jogos do Mega Drive, os sprites dos personagens mudaram, a não inclusão do Super Sonic, e assim vai...

 Voltando a questão de Tails em Sonic CD, nem é necessário ter explicação: se Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) acabou sendo o jogo onde nossos heróis se conhecem, então era essa a função que Sonic CD tinha que nos mostrar em 1992! Com isso os dois partiriam juntos para uma aventura em West Side Island, que resultaria no atual Sonic the Hedgehog 2 em 1993! E a história seguiria em frente, coincidindo certinho com a série 8-bit!

  Mas, voltando a primeira pergunta dessa etapa, a ouriça-rosa era para ter sido inclusa em Sonic the Hedgehog 2 (8-bit)? Tudo indica que sim!

  A Sega, ainda em 1992, pretendia lançar jogos paralelos do Sonic em seus consoles, ou seja, praticamente com a mesma história. Para não repetir o salvamento de Tails em Sonic the Hedgehog 2 (8-bit), a Sega inicialmente colocaria a Amy como personagem em risco no segundo jogo para Master System / Game Gear. Com a raposa de duas caudas já salva em Sonic CD (que seria Sonic the Hedgehog 2), Tails seria um personagem jogável em Sonic the Hedgehog 2 (8-bit), o que explicaria o motivo dele aparecer na introdução das fases, podendo até mostrar novamente como os nossos heróis se conheceram. A história meio que seria igual, colocando as seis esmeraldas do caos e tendo o Metal Sonic no lugar do Silver Sonic, algumas fases poderiam se repetir, e por aí vai...

  Seria até mais lógico se fosse assim, pois a maioria dos personagens secundários do Sonic não surgiram na série principal: Ray, Mighty, Fang, a equipe Chaotix, enfim... A Amy faria parte desse grupo, surgindo em Sonic the Hedgehog 2 (8-bit), enquanto Tails em Sonic CD (Sonic the Hedgehog 2).

  Percebam que as novas versões dos jogos do Mega Drive estão sendo em sequência dessa teoria? Primeiro foi Sonic the Hedgehog, logo saiu Sonic CD, e, por fim, o recente Sonic the Hedgehog 2. Assim como a série Sonic 4 segue praticamente esse mesmo modo: Sonic 4: Episode I, o extra Sonic 4: Episode Metal e Sonic 4: Episode II.

--

Quinta etapa: OS VERDADEIROS SONIC 3 (16-BIT E 8-BIT)

  Sonic CD daria sequência ao Sonic the Hedgehog 2, e a sétima Pedra do Tempo seria a causa do surgimento da sétima Esmeralda do Caos, devido às constantes modificações no tempo em Sonic CD. Ela seria achada na Hidden Palace Zone, que seria uma fase secreta, como nessa nova versão de 2013.

  Ambas versões não teriam tantas diferenças: Sonic the Hedgehog 3 com a mesma história do atual segundo jogo, enquando o atual Sonic Chaos se manteria, todavia com o nome igual ao da versão 16-bit (seguindo o conceito da primeira etapa dessa teoria). Apenas os nomes seriam iguais, pois não seria mais viável realizar um mesmo jogo em consoles diferentes, já que mesmo nessa teoria o Sonic the Hedgehog 2 (8-bit) não teria mais tantas semelhanças com a versão do Mega Drive, assim como realmente começou a ser.

  Não teria viagem no tempo na versão 16-bit, pois a Sega não repetiria a mesma ideia em uma sequência. As atuais fases perdidas poderiam ser inclusas como zonas normais, apenas isso. Metal Sonic voltaria para se vingar do ouriço-azul, e a história permaneceria exatamente como é atualmente.

  Sonic the Hedgehog 3 (8-bit) (que é hoje o Sonic Chaos) não teria nenhuma fase igual ao da versão 16-bit, a Amy faria uma participação em alguma parte do jogo, já que ela é salva no jogo anterior, enfim..

Sexta etapa: E SEGUIRIA NORMALMENTE...

  Depois dos terceiros jogos do ouriço-azul não haveria mais confusão: a história de Sonic the Hedgehog 4 seria a do Sonic 3 & Knuckles. Knuckles não seria um personagem jogável, assim como o quarto jogo do Master System / Game Gear: Sonic Triple Trouble (que seria Sonic the Hedgehog 4 8-bit).

  Sonic Crackers seria o quinto jogo do ouriço-azul, tendo a ideia do anel-eletrostátio de Knuckles Chaotix. Knuckles seria um personagem jogável, assim como o quinto jogo do Master System / Game Gear: Sonic Blast (que seria Sonic the Hedgehog 5 8-bit).

  A Sega não lançaria Sonic 3D Blast, pois já teríamos um jogo totalmente em 3D do ouriço-azul: Sonic X-Treme. E seguiria normalmente...

  Portanto a ordem cronológica dessa teoria é a seguinte:

 Sonic the Hedgehog (16-bit) – Sonic the Hedgehog (8-bit)
 Sonic the Hedgehog 2 (16-bit) (Sonic CD) – Sonic the Hedgehog 2 (8-bit)
 Sonic the Hedgehog 3 (16-bit) (Sonic the Hedgehog 2) – Sonic the Hedgehog 3 (8-bit) (Sonic Chaos)
 Sonic the Hedgehog "4" (16-bit) (Sonic the Hedgehog 3 & Knuckles) – Sonic the Hedgehog "4" (8-bit) (Sonic Triple Trouble)
 
Sonic the Hedgehog "5" (16-bit) (Sonic Crackers / Knuckles Chaotix) – Sonic the Hedgehog "5" (8-bit) (Sonic Blast)
  Sonic X-Treme

  E aqui encerra a parte da ordem cronológica dos jogos do ouriço-azul. Entrará agora a parte que volta a tratar do que realmente a Sega fez com os jogos do Sonic.

--

Etapa A: O ATUAL SONIC THE HEDGEHOG 2

  Bem, agora que não terá mais a necessidade de mencionar os jogos da série 8-bit, essa parte dará continuação ao seguinte trecho da terceira etapa:

  “Essa corrida contra o tempo levou inicialmente a Sega misturar tudo em um único jogo: viagem no tempo, o plano do Dr. Robotnik com o seu Ovo da Morte (detalhe que na revista foi colocado no plural), a presença de Tails, enfim...”

 Ou seja, será iniciada a partir das informações da revista Ação Games lançada em julho de 1992. Afinal o atual Sonic the Hedgehog 2 (16-bit) teria ou não viagem no tempo?

 Essa ideia ficou apenas no papel. Realmente não há como negar que o segundo jogo do ouriço-azul teria viagem no tempo. São várias as revistas da época que falavam disso, mas foi uma ideia que nunca foi desenvolvida pela Sega. O fato de inicialmente propor isso ao jogo é porque foi uma influência deixada por Sonic CD, jogo esse que era para ser desenvolvido em 1992.

 Os dois protótipos de Sonic the Hedgehog 2, Sonic 2 Alpha e Sonic 2 Beta, não apresentam indícios de viagem no tempo, mesmo que algumas fases tenham relação uma com a outra. O fato da Wood Zone ter a música da Metropolis Zone não significa que seria o passado dessa última. Vamos ver melhor.

 Em Sonic 2 Beta as seguintes fases não possuem música própria:

- Wood Zone (música: Metropolis Zone)
- Oil Ocean Zone (música: Casino Night Zone 2 Players)
- Genocide City Zone (música: Chemical Plant Zone)
- Death Egg Zone (sem música)

  Por se tratar de um protótipo essas fases não têm música definida, já que não faz sentido algum a Oil Ocean Zone ter a música do Casino Night Zone 2 Players, e a Death Egg Zone ter ficado sem música, sendo que é possível ouvir no Sound Test as futuras músicas dessas duas fases.

  Ou seja, a questão da viagem no tempo nunca foi desenvolvida pela Sega, ponto final. O jogo realmente foi elaborado para ficar da atual maneira.

  Então onde entram as fases perdidas no meio disso tudo? Primeiramente vamos relembrar como estava sendo feito o Sonic the Hedgehog 2, agora com alguns acréscimos.

--

Etapa B: A ELABORAÇÃO DO SEGUNDO JOGO DO SONIC

  Sonic CD só podia ser rodado no Mega CD (as músicas falam por si...), e a Sega of America queria um jogo para o Mega Drive, então eles deixaram o jogo ser lançado somente em 1993, ano da chegada do Mega CD nos demais países do globo.

 Para lançar o atual Sonic 2 era preciso ir contra o tempo, tendo chegado, inclusive, a elaborar Sonic the Hedgehog 2 por cima do Sonic the Hedgehog, vide o protótipo Sonic 2 Alpha.

 Como era Sonic CD que estava sendo projetado para ser o segundo jogo, há possibilidade, sim, da Dust Hill Zone ter sido projetada para esse jogo, como era para ser na nova versão, nomeada Desert Dazzle. A presença de um deserto em Little Planet meio que comprova isso.

 Mas por que a fase, aparentemente, era para ser jogável em Sonic the Hedgehog 2?

 Como dito anteriormente, o tempo era o maior obstáculo da Sega of America. A empresa aproveitou algumas ideias de fases do Sonic CD, dentre elas a Quartz Quadrant e uma fase de deserto, para elaborar Hidden Palace Zone e a Dust Hill Zone, respectivamente. Essa última era o primeiro passo para o jogo tomar um rumo muito “americano”.

--

Etapa C: UM JOGO DEMASIADO “AMERICANO”

  As fases a seguir recebem algum tipo de influência dos Estados Unidos, confira:

- Emerald Hill Zone: Nome baseado em um lugar chamado “Emerald Lake Hills”.
- Wood Zone (Deletada): Fase baseada na floresta das gigantes sequóias. A semelhança é muito grande, sem dúvida nenhuma.
- Winter Zone (Deletada): Qual país que mais nos passa a ideia de “natal com neve”? Essa fase era para ter pinheiros enfeitados no clima natalino.
- Casino Night Zone: Fase que permaneceu no jogo, mas com um visual bem diferente. Fizeram com o que o atual parecesse ainda mais com Las Vegas.
- Dust Hill Zone (Deletada): Apesar de Desert Dazzle parecer mais com Texas, o antigo visual da fase era puxado mais para o lado do estado americano do que para o dos desertos árabes, como a Sandopolis Zone.
- Wing Fortress Zone: A música e a fase nos remete e muito ao patriotismo americano...
- Death Egg Zone: O nome dessa fase... vocês já sabem, não é?

 A intenção da Sega of America era produzir um jogo bem “americano”. Simplesmente para enaltecer os Estados Unidos? Quem sabe... Mas é importante passarmos por essa etapa para entendermos como estava sendo feito o Sonic the Hedgehog 2.

 Algumas fases que não foram deletadas sofreram modificações para manter firme essa real intenção da empresa: Casino Night Zone (no visual e na música), Wing Fortress Zone (na música e um visual bem americano), Death Egg Zone (só o nome já basta...) e a Emerald Hill Zone, que no beta é mantida como “Green Hill”, mas acabou recebendo o atual nome...

 Então por que a Sega não fez as demais fases com influências dos Estados Unidos?

 Ora, nem tudo no jogo poderia ser assim, não é? Até seria um baita de um exagero se fosse dessa maneira. Embora algumas fases tenham um certo toque “americano”, como a Chemical Plant Zone, Metropolis Zone e a Oil Ocean (por serem temas industriais, típico de um país como os Estados Unidos), as demais passam longe disso: Hill Top Zone, Aquatic Ruins Zone e Mystic Cave Zone (a Sky Chase Zone não conta).

 Nesse ponto faz sentido, mas se a Sega of America queria um “jogo americanizado”, então por que não manteve as fases Wood Zone, Winter Zone e Dust Hill Zone?

 É uma ótima pergunta! O problema não era falta de espaço no cartucho, caso somente essas fases fossem para a versão final. E mesmo se fosse isso, eles simplesmente poderiam substituir Hill Top Zone, Mystic Cave Zone e Aquatic Ruins Zone por essas três fases perdidas.

 Sim, poderiam, mas se não fosse por um pequeno detalhe: o plano inicial da Sega, a tal viagem no tempo! Contudo a Wood Zone não entra nessa questão. Complicou agora, não? Esclarecimentos estão na próxima etapa. 

--

Etapa D: ROCK ZONE, DUST HILL ZONE E WINTER ZONE

  Bem, antes de começar, temos a fase Rock Zone, a qual foi a única que entrou no projeto de viagem no tempo, tanto que há um rascunho mostrando duas versões (no passado – fase rochosa / no presente – fase desértica) do badnik “Bumper”.

 A ideia de viagem no tempo ficou apenas no papel, logo a fase foi deletada, e junto com ela foi também a Dust Hill Zone (presente da Rock Zone), por isso essa última foi trocada rapidamente pela Mystic Cave Zone, vide o Sonic 2 Beta.

 Como a Winter Zone seria baseada na Dust Hill Zone, segundo a Brenda Ross, consequentemente ela foi descartada também. O que podemos ver no Sonic 2 Beta é exatamente isso: nenhuma dessas três fases estão presentes no protótipo.

 Como a viagem do tempo nunca foi pra frente, essas fases sofreram um efeito dominó, pois uma dependia da outra. Resultado: as três foram deletadas.

 E a Wood Zone, como fica? Bem, ainda estamos esquecendo de mais duas fases perdidas: Genocide City Zone (Cyber City Zone) e a famosa Hidden Palace Zone. Então vamos para a próxima etapa.

--

Etapa E: WOOD ZONE E GENOCIDE CITY ZONE

  Estamos caminhando até o atual Sonic the Hedgehog 2. Com a Rock Zone, Dust Hill Zone e Winter Zone já descartadas no projeto inicial do jogo, faltava apenas dar prosseguimento, sem a preocupação de espaço no cartucho, lembrando que a viagem no tempo já tinha sido descartada logo de cara.

  A essa altura do campeonato, com tantos imprevistos, a Sega já estava elaborando Sonic the Hedgehog 2 com o prazo final “batendo na porta”. Mas insistiram em manter tudo o que já estava sendo feito, basta vermos que, até essa etapa, o jogo encontra-se exatamente como o protótipo Sonic 2 Beta, inclusive com as três fases perdidas que restaram.

  Tudo bem, mas então o que aconteceu com as fases Wood Zone, Genocide City Zone e Hidden Palace Zone? E aí que entra uma resposta bem aceita pelos fãs atualmente.

  Não dá para sabermos se as fases Sky Chase Zone e Wing Fortress Zone estão presentes no Sonic 2 Beta, já que não podemos continuar o jogo depois da Emerald Hill Zone (Green Hill Zone). Contudo suas músicas estão disponíveis no Sound Test, o que pode significar que estavam sendo planejadas. As únicas fases que estão praticamente indefinidas, isso tanto na música quanto no visual, são: Wood Zone, Genocide City Zone e Death Egg Zone (com dois atos).

  O que podemos imaginar com isso? A resposta está no terceiro parágrafo dessa etapa.

  A questão era falta de tempo para terminas essas três fases. Como as demais já estavam quase prontas, o resultado foi o descarte das fases Wood Zone e Genocide City Zone, com essa última ainda nem tendo o nome realmente definido, sendo que no rascunho disponível hoje podemos encontrá-la com o nome Cyber City Zone.

  Tá, mas então por que a Death Egg Zone não foi descartada também?

  Ora, eles não iriam descartar a última fase do jogo, né? A que dá mais coerência para o desfecho da história... Todavia, o que foi para a versão final é uma fase encurtada e com os mesmos titles da Chemical Plant Zone, tudo para terminar o jogo até a data do lançamento. E como dito anteriormente, as fases Sky Chase Zone e Wing Fortress, que estavam em planejamento, permaneceram por ter somente um ato, além de serem essenciais para a história do jogo.

  Pronto, “dois coelhos foram mortos numa cajadada só”. Mas e o “outro”? É mesmo, como fica a situação da Hidden Palace Zone?! Antes passaremos por uma outra etapa.

--

Etapa F: MODO 2 PLAYERS E MÚSICAS APROVEITADAS

  Talvez não seja tão necessário passar por essa etapa para chegarmos até a Hidden Palace Zone. Contudo é essencial para afirmar que a música original da fase é realmente a do modo 2 Players da Mystic Cave Zone, como nessa nova versão do jogo.

  Certamente as fases Rock Zone, Dust Hill Zone e Winter Zone nunca tiveram música compostas, já que foram descartadas no começo do projeto de Sonic the Hedgehog 2.

 Mas as músicas do modo 2 Players não poderiam ser delas?

 Até poderiam, sobretudo a da Emerald Hill Zone para a Winter Zone, que se encaixa bem em uma fase natalina. Porém se for pelo motivo da Hidden Palace Zone ter a música da Mystic Cave Zone, tanto no protótipo quanto na atual versão, aí relacionaríamos as mesmas com as três fases perdidas de Sonic 2 Beta, o que parece o mais correto.

 Nisso, como é mostrado no Sonic 2 Beta, ainda que de forma bugada para a maioria das fases (???), todas poderiam ser jogáveis no modo 2 Players. Com isso as músicas poderiam ser da seguinte maneira:

- Wood Zone (música da Emerald Hill Zone)
- Genocide City Zone (música do Casino Night Zone)
- Hidden Palace Zone (música da Mystica Cave Zone)

  Pelo menos uma dessas três foi confirmada dessa maneira em 2013. Percebam que a atual versão do jogo se mostra igual à versão Sonic 2 Beta?! Mas o que acontece com a música 10 do Sound Test? Finalmente entraremos na etapa desejada.

--

Etapa G: HIDDEN PALACE ZONE: A MAIS MISTERIOSA DAS FASES

  Praticamente chegamos ao atual Sonic the Hedgehog 2, já que a Hidden Palace Zone encontra-se na versão final, ainda que de forma bugada. 

  Com as fases Wood Zone e Genocide City Zone deletadas, suas músicas ficaram a ver navios. Qual era a solução? Aproveitá-las no modo 2 Players.

  Para não ficar algo grandioso, a Sega resolveu restringir o modo 2 Players a somente três fases: Emerald Hill Zone, Casino Night Zone e Mystic Cave Zone, além do Special Stage. As músicas “soltas” voltaram a ter função no jogo.

  E a Hidden Palace Zone, qual seria a sua música?

  A Sega, querendo finalizar logo o projeto, voltou a trabalhar novamente. Agora a questão era compor uma música para a zona do palácio perdido. E conseguiram antes do prazo final. Música definida, Hidden Palace Zone novamente inserida.

  Só que vários fãs ainda perguntam a mesma coisa: afinal por que a Hidden Palace Zone foi deletada, sendo que foi uma das primeiras fases a ser elabora? (vide o Sonic 2 Alpha).

  Já poderíamos descartar a falta de espaço no cartucho, aliás isso é algo que foi descartado ao longo de todas essas etapas. Pelo menos, pra mim, não é mais pretexto. Uma fase a mais não passaria dos limites do cartucho, obviamente.

  Viagem no tempo? Esqueçam isso! É algo que ficou pra trás logo no começo. Hidden Palace não é passado, presente e futuro de nenhuma fase.

Será que só resta mesmo a falta de tempo? Talvez seja a única resposta plausível. Mas sabemos perfeitamente que também é algo a se duvidar, pois a fase já estava sendo definida.

 Então qual o motivo da fase ter sido deletada?!

 Realmente é bem difícil saber. Por mais estranho que pareça, a falta de tempo seja mesmo o motivo do cancelamento. Isso se nota no segundo ato da fase, que nos dois protótipos se mostra igual ao ato 1, com algumas diferenças. Pode significar que a Sega deixou completamente de lado o ato 2.

  Mas a Hidden Palace Zone aparece na versão final de Sonic the Hedgehog 2, então ela faria alguma diferença no jogo?

  Qualquer fase que fosse deletada faria, sim, diferença, e isso não seria diferente com a Hidden Palace Zone. Só que ela poderia ter sido muito mais importante do que imaginamos, e isso se dá pelo aspecto da fase.

  Ela nos apresentaria a sétima Esmeralda do Caos, pois é mesmo estranho de Sonic the Hedgehog ter seis esmeraldas e depois, sem uma explicação concreta, Sonic the Hedgehog 2 ter sete esmeraldas. Apresentada a última esmeralda, Sonic transformaria-se em Super Sonic na Hidden Palace Zone, que poderia ou não ter dois atos. No final das contas só poderia ser acessada tendo as seis esmeraldas, ou seja, seria uma fase secreta, como é nessa nova versão.

  O aproveitamento das fases perdidas em Sonic the Hedgehog 3 e Sonic & Knuckles meio que confirma isso tudo:

- Ice Cap Zone (Winter Zone)
- Mushroom Hill Zone (Wood Zone)
- Flying Battery Zone (Não foi aproveitada de uma fase perdida, mas foi baseada em uma fase curta: Wing Fortress Zone)
- Sandopolis Zone (Dust Hill Zone)
- Lava Reef Zone (Rock Zone)
- Hidden Palace Zone (de uma fase homônima)
- Death Egg Zone (Baseada na fase curta homônima e na Genocide City Zone / Cyber City Zone)

  A ideia do local das Esmeraldas do Caos na Hidden Palace Zone finalmente foi colocada em prática em Sonic & Knuckles. E percebam algo a mais: além de não deixar suspeitas das fases perdidas de Sonic the Hedgehog 2, Dust Hill Zone, Winter Zone, Wood Zone e Wing Fortress Zone sofreram modificações nos terceiros jogos do ouriço-azul, deixando de lado as características “americanas”.

  Vendo de outro ângulo, a Sega até pode ter descartado a Hidden Palace Zone por um motivo bobo. A empresa queria a facilidade de pegar as Esmeraldas do Caos, consequentemente podendo jogar com o Super Sonic logo no começo do jogo. Não é à toa que a Emerald Hill Zone nos permite pegar todas as esmeraldas.

  De qualquer forma, mesmo depois desses longos textos, a Hidden Palace Zone continuará sendo um mistério na versão original de Sonic the Hedgehog 2. Apesar de não ser a mesma coisa, pelo menos podemos jogá-la nessa versão de 2013...

--

Etapa H: E SEGUIU NÃO TÃO NORMALMENTE...

  Essa etapa é apenas para concluir toda essa teoria. Depois do que a Sega realmente fez com Sonic the Hedgehog 2, os jogos sucessores foram chegando, uns de uma forma “inédita”, outros nos surpreendendo, até chegarmos a situação atual.

--

Etapa Extra: DETALHES

  Essa etapa ressalta apenas alguns detalhes, por exemplo:

 - Qual fase estaria no lugar da Labyrinth Zone em Sonic 2 Alpha? E o que seria aquela estranha “Chemical Aquatic”?
R: Ambas, logicamente, podem ser fases que aproveitam titles da Chemical Plant Zone. Com isso poderíamos deduzir que seja Genocide City Zone e Death Egg Zone.[

- Por que a Aquatic Ruins Zone recebe o nome de Neo Green Hill Zone em Sonic 2 Beta?
R: Observando o protótipo Sonic 2 Alpha, parece que a Sega tinha a itenção de manter a Green Hill Zone no Sonic ther Hedgehog 2. Para não ter essa repetição a empresa optou por “nova Green Hill Zone”. Ou seja, esse denominação era apenas o antigo nome da Aquatic Ruins, não tem nada relacionado com viagem no tempo.

 E termina por aqui, ufa!

 

Diga não ao plágio, cite a autoria!
Por: HKº
Atualizado em: 18/05/2014
Visite também:
Especial Dust Hill
Especial Genocide City
Especial Hidden Palace